Formação em Psicanálise Clínica

Formação em Psicanálise Clínica

This content is protected, please login and enroll course to view this content!

129 comentários sobre “Infográfico

      1. Freud definiu como libido aquela energia que provém das pulsões ou instintos e que afeta nosso comportamento, direcionando-o. Diante disso, ele diferenciou dois tipos de pulsões: a pulsão de vida e a pulsão de morte. A pulsão da vida se referia a todos aqueles impulsos que têm a ver com sentimentos ou emoções.

        Responder
        1. O sujeito inserido naquele grupo ,se sente obrigado a manter obediência ao líder e aos companheiros daquele grupo

          Responder
        2. A libido na visão de Freud era vista como uma ENERGIA que sustenta a ação da pulsão de vida em nós. Pois Freud considerava que a pulsão de vida refere-se à tendência inata que temos de buscar manter e expandir a vida, podemos pensar na libido como o combustível que permitir a expressão desta tendência.

          Responder
      2. Segundo freud no contexto dos grupos, isso significa que as interações sociais são moldadas pela forma como os desejos e impulsos individuais se entrelaçam e se manifestam coletivamente.

        Responder
    1. Quando estamos em grupo temos que nós analisar fazer uma analogia de nossos comportamento e saber conviver com a situação do momento.

      Responder
    2. O ego é o importante nas mais diferentes situações inclusive imperando nos desejos da libido prazer, o id precisa sempre de uma recompensa, e o superego está sempre pronto para frear.Dessa maneira não existe ninguém sem esses três e esses três não existem sem a existência de uma pessoa, é a mola mestra para personalidade e demonstração de nossos desejos.

      Responder
    3. É resultado da conciliação do narcisismo e idealização do ego com as identificações dos pais, os seus substitutos e seus ideais coletivos. Pode ser considerado um modelo pelo qual um individuo procura confrontar-se e está intimamente ligado á construção progressiva do Super -Ego.

      Responder
    4. Freud que dizer que em grupo cada um tem sua opinião, mas pensamos juntos podemos chegar em uma determinada razão.todos são importantes

      Responder
    5. Todos componentes de um mesmo grupo defendem seus ideais e dependem uns dos outros de forma que um se destaca para organizar e elaborar regras que de fato irá unir e fortalecer os laços de união do grupo

      Responder
    6. A libido tem sido um fator preponderante para o estudo de Freud, até porque a base de concentração da teoria do pai da psicanálise repousa sobre esta ideia.

      Responder
  1. Freud desenvolveu o seu psiquê humana com a realidade do líbido na teoria da vida, constituindo os desejos da ação conjunta no próximo, sendo assim o libido censura todos os conceitos do desejo.

    Responder
  2. A impressão que tenho é que a pessoa se sente segura em estar em um grupo e transfere seus medos sentimentos para a liderança e/ou a instituição.

    Responder
  3. Os indivíduos ao se unirem em determinados grupos, independentes de serem parecidos ou não em seu estilo de vida, ao se tornarem massa, imediatamente, passam a agir e pensar de forma coletiva, como se possuidores de alguma “consciência de massa”…

    Responder
  4. Segundo Sigmund Freud, a relação com o grupo da pulsão social, como amor, forma ampla como amor social, amor próprio, amor pelos pais, pelos filhos, amor na amizade, etc. da mente grupal. Ideal do Ego e Objeto externo. A identificação ocorre pelo desejo de organização do ideal do Ego.

    Responder
  5. A imagem pessoal segundo Sigmund Freud, psicanálise individual e social (grupo) na ideia do id, ego e supergo freudiana, imagem e representação social e seus mecanismos de defesa (Repressão, Regressão, Formação reativa, Identificação, Intelectualização, Racionalização, Projeção, Introjeção, Negação, Isolamento, Dissociação, Deslocamento, Sublimação, Idealização, Fixação).

    Responder
  6. A alteração mental do sujeito, se dá visto que ele acha que, juntos serão mais fortes todos com o mesmo objetivo. Assim coloca o objeto no lugar do ideal.

    Responder
  7. A interação em conjunto o faz acreditar que de fato a escolha está sendo apreciada pelo número de pessoas que os tem como mesmo foco.

    Responder
  8. Desde quando nascemos já são implantadas as crenças, então ai começa as limitações sendo essa percepitivel com o comportamento de cada individuo no seu meio social, temos como exemplo pessoas que se destacam por sua facilidade de comunicação ou ate mesmo do seu carisma para com outras, e outros também se destacam pelo poder e seu foco, cada qual com seus grupos mas próximo de si mesmo.

    Responder
  9. A VISÃO DE FREUD EM RELAÇÃO AO SUJEITO NO GRUPO DEIXA MUITO CLARO QUE, O SUJEITO APESAR DE FAZER PARTE DE ALGO, ELE AINDA SOFRE AS INFLUÊNCIAS E INFORMAÇÕES DITADAS PELOS PRÓPRIOS PENSAMENTO, A MENTE TRABALHA EM SENTINDO CONTRÁRIO AO QUE SE ESPERA.

    Responder
  10. O indivíduo, por sua vez, tem o seu ideal de ego transferido para um objeto, cujo, é, inconscientemente, a referência do que ele gostaria de ser em seu ideal de ego.
    A identificação por meio de um grupo social, se dá no desejo em comum entre os membros do grupo que compartilham afinidades em torno de um mesmo objeto que espelha o Ideal do Ego. Logo, temos liberada a libido, pois, encontou-se com o objeto do seu desejo de ideal de ego.

    Responder
  11. Segundo Freud, o que faz a união entre os grupos é a relação libidinal entre as pessoas, isso quer dizer que esses laços são regidos pelas relações amorosas, quer sejam o amor próprio, pelos pais, o amor sexual, filial, de amizade. É também uma relação simbólica entre seus membros, no sentido de suprir uma falta por meio de um modelo. É nesse contexto imaginário que surge a figura do líder, com o qual o grupo se identifica, ou ainda, deixam de lado o ” eu ideal” do ego par agir em favor ao amor do líder.
    Sendo assim, o sujeito ao participar do grupo se sente mais forte na medida em que substitui o seu “eu ideal” pela figura do líder com quem mantém a identidade, assim como os ideais do grupo, que passam a ser ideias do sujeito também.

    Responder
  12. Em 1921, Freud publicou Psicologia de Grupo e Análise do Ego, um ensaio extremamente rico em que busca problematizar os motivos pelos quais os indivíduos combinam-se organicamente em uma unidade grupal. Esse tema também é discutido em outros textos do autor, como no ensaio O Mal-estar da Civilização (1930), no qual se evidencia a contribuição freudiana acerca dos mecanismos que constituem o processo grupal. Nesse cenário, o conceito de identificação aparece como categoria central de análise e revela-se como um movimento decisivo no processo de socialização do homem, no que diz respeito à inserção essencial do sujeito na sociedade.

    Responder
  13. A união vem através da iqualidade oriunda da formação de um unico objetivo interagiiinteragindo como ideal a cada membro do grupo e isso si insere como um mesmo dever si tornando um bem comum entre todos e ligado a idéia de preservação da existência do mesmo fortalecendo cada componente pelo efeito da sensação da segurança e estimulando-os a seguir mais adiante ao fóco do impeto criado.

    Responder
  14. Freud demostra em 1919, já a primeira ideia simples de uma explicação sobre a psicologia de grupo. Porem só em fevereiro de 1921, começou lhe dar forma. O livro foi terminado em em março de 1921 e publicado cerca entre três a quatro anos mais tarde.

    Responder
  15. Dinâmica de grupos: Grupos são formados quando as pessoas se unem em torno de um objetivo comum, deixando de lado seus próprios interesses e trabalhando para a realização do desejo comum.

    Responder
  16. ao entrar em grupo e despertado o sentimento de pertencimento por isso aos objetivos do grupo passa ser tambem pessoal ou vice e versa

    Responder
  17. Quando o indivíduo é incorporado ao grupo, introjeta no seu EU o pertencimento e se sente forte para enfrentar os desafios, visto que tem com quem contar nas horas de dificuldade.

    Responder
  18. Os Grupos se formam porque as pessoas estão focadas nos mesmos propósitos, unidos por afinidades onde há desprendimento do EU pelo NÓS.

    Responder
  19. Para mim um líder nasce líder, podemos apenas ensinar técnicas de liderança para forma um bom gestor, o líder agrega então terá sempre que “ter jogo de cintura” para saber a hora de baixar o Ego em prol do bom andamento da empresa, mesmo com aqueles com o qual não temos muita afinidade, mas se funcionário for bom no naquilo que foi contratado, há que haver esta atitude.

    Responder
  20. Ao participar de grupo, podemos influenciar e sofrer influências, abrir mão da vontade própria, em prol do todo, cooperar, sentir pertencimento e assim, unidos somos mais fortes também.

    Responder
  21. Para Freud, o indíviduo apenas por integrar um grupo tem um sensação de pertencimento. Um grupo visa atingir um fim comum a todos os integrantes no aspecto psicanalítico.

    Responder
  22. Trata – se de um conceito relacionado com a coexistência pacifica e harmoniosa de grupo, sendo aceito e se sentindo seguro.

    Responder
  23. Gente. Grupo eh a Sociedade. E quando uma sociedade, grupo se sentirem mais confortaveis , juntos conseguem a solucao do problema. Interagir em grupo, melhor , sociedade eh exatamente isso. Ser Humano foi criado para viver em sociedade .

    Responder
  24. E chama a atenção é como a mente influência o comportamento do indivíduo na sua vida na sociedade !
    Em 1921 esse foi o tema de um dos estudos.

    Responder
  25. Freud coloca que o líder de um grupo se sente capaz de enfrentar qualquer coisa que vier pela frente, Isso colocando o seu ego em favor dos membros de seu grupo, porém isso lhe trás uma imersão, uma força para conduzi- Los.
    Já na formação de fãs de um ídolo, é considerado que há um desejo comum, onde muitas pessoas se identificam com algo que esse ídolo está a oferecer a satisfazerem um tipo de prazer

    Responder
  26. A relação do indivíduo com o grupo em razão da libido tem relevância nos estudos de Freud para um melhor entendimento do indivíduo e por cinquenta o caminho que deve ser seguido quando de análise na busca da solução dos conflitos que se apresentam.

    Responder
  27. O Sujeito caracteriza-se como um líder no no grupo;
    O objeto são as outras pessoas no grupo, que seguem as instruções do líder, com o mesmo bem comum.
    O Ideal é o propósito, o qual o líder e o grupo buscam.

    Att
    Caroline Val

    Responder
  28. Para Freud enfoca-se no fenômeno grupal a sua formação e seu funcionamento , como também a sua relação com trabalho , E entede-se que o homem não só se vincula as organizações por laços materiais e morais mas especialmente por fatores inconscientes.

    Responder
  29. Quando se tem um mesmo objeto para alocar as suas energias psíquicas, une-se assim pessoas entorno do mesmo propósito.

    Responder
  30. Na perspectiva de Freud, um grupo é formado na medida em que seus componentes instituem um ideal em comum (Freud, 1914/1996a). É esse ideal em comum que esclarece a diferença entre o que é chamado de grupo – onde se supõe haver vínculo entre os sujeitos participantes – e um mero amontoado de pessoas.

    Responder
  31. A constituição libidinal de um grupo é influenciada por fatores como a dinâmica dos laços entre os membros do grupo, a hierarquia de poder, a distribuição de papéis, entre outros. Ela é influenciada pelos conflitos internos do individuo e pela dinâmica dos conflitos entre os membros do corpo.

    Responder
  32. Saber conviver em grupo faz parte de nossa vida. O importante é saber discernir as situações, analisando os assuntos, os problemas, os comportamentos enquanto grupo e não se esquecendo que temos também as nossas próprias convicções.

    Responder
  33. é como ter uma forma de ver as coisas de uma realidade que temos em frente pero que a gente no vê. Por isso em issos casos de trabalho em grupo vemos como muitas coisas podem passar em uma só pessoa o em varias, elas mesmas falam de suas vidas do que acontece com elas e como as mesmas fazen para querer sair de ai.

    Responder
  34. O corpo é considerado como ele e vivido ou experienciado pelas pessoas, dando destaque aos seus aspectos afetivos, emocionais, cognitivos e eroticos.

    Responder
  35. Na obra freudiana, a libido será vista como uma ENERGIA que sustenta a ação da pulsão de vida em nós. Considerando que a pulsão de vida refere-se à tendência inata que temos de buscar manter e expandir a vida, podemos pensar na libido como o combustível que permite a expressão dessa tendência.

    Responder
  36. A constituição de um grupo se dá quando seus membros se aproximam e selecionam características comuns que acreditam e até admiram em um mesmo ideal de ego. Cada um apoia, defende e trabalha por um mesmo desejo.

    Responder
  37. A libido é de um caráter científico que o homem é uma fonte de energia e que através dela podemos sustentar nossa equilíbrio físico, mental e também psicológico.

    Responder
  38. Nesse sentido Freud considera o corpo tal como ele é vivido ou experienciado pelas pessoas dando destaque aos seus aspectos afetivos, emocionais, cognitivos e eroticos.

    Responder
  39. Refletindo sobre essa questão, podemos entender que a formação de grupos religiosos, por exemplo, segue a dinâmica de indivíduos que se unem em torno de um objetivo comum, no caso a adoração de uma divindade que lhes seja objeto de devoção.

    Responder
  40. Freud quis nos mostrar que nossos comportamentos e pensamentos mudam quando se tratam do nosso olhar de amor próprio e de quando para com outras pessoas.
    Os sentimentos em grupo podem tomar outras proporções.

    Responder
  41. Ao se inserir em um grupo com um objetivo externo comum, o indivíduo se sente forte pelo sentimento de pertencer, por estar cercado de pessoas que comungam do mesmo objetivo e/ou desejo. Quando o objeto do ego é positivo, tal comportamento é fator de crescimento, por manter os integrantes do grupo focados, motivados, buscando formas de melhorar o desempenho e concretização do objetivo. Acontece o mesmo quando o objeto do ego é negativo, a diferença são os resultados, o impacto que causam no todo.

    Responder
  42. Para Freud a relação com o líder e com os demais membros do grupo é de natureza libidinal, ou seja cada individuo está libidinalmente ligado ao líder e aos demais indivíduos do grupo.

    Responder
  43. A energia vital (libidinal) é renovada constantemente com a sensação de pertencimento, onde os grupos se identificam para realizar um objetivo mútuo. O sujeito adapta seus objetivos ao objetivo comum do grupo.

    Responder
  44. Nessa circunstância, o investimento libidinal no objeto significa empobrecimento do Eu, que só pode ser enriquecido novamente por meio da retirada da libido do objeto

    Responder
  45. A libido sendo a pulsão do amor, ou seja de todas as formas de amor: amor erótico, amor fraterno etc. Quer dizer que grande parte de nossas atitudes para o bem do outro ou dos outros estão envolvidas em pulsão de fazer o bem de alguma forma, seja, o meu bem e do outro individuo, ou seja de uma coletividade.

    Responder
  46. o que freud quer dizer que o individo estando só ele não se sente seguro mas ele sente a necessidade de está com mais alguém para se sentir segura .

    Responder
  47. No entendimento de Freud, o grupo em que um individuo está inserido tem uma significativa influencia em sua identidade.

    Responder
  48. O Grupo é formado pelo desejo em comum, entao para ser influenciado pelo grupo tem de ter o mesmo objetivo e valores em comum.
    Os laços afetivos são regidos pela libido no geral amor pelos pais, pelo lider, pelo grupo etc..para Freud.vindo da mesma fonte, a libido

    Responder
  49. Freud explorou o fenômeno da “idealização” nos grupos. Ele observou que os indivíduos tendem a idealizar líderes ou figuras de autoridade em um grupo, projetando neles qualidades e atributos desejados. Essa idealização pode influenciar a dinâmica do grupo, bem como as relações entre seus membros.

    Responder
  50. Freud afirma que a relação em grupo vem ser um desejo em comum e que são dirigidos para um mesmo objetivo . Neste caso o grupo se une para vencer obstáculos. O ideal do Ego a ser alcançado faz ter dedicação e obediência exaustiva.

    Responder
  51. Freud argumenta que um indivíduo tira a segurança de ser parte de um grupo. No entanto, este sentimento de pertencimento leva a uma perda dos indivíduos conscientes. Assim, quaisquer sentimento dentro do grupo tende a ter uma grande influência sobre eles.

    Responder
  52. Em “Psicologia das massas e análise do ego” (1921/2006), Freud afirma que o grupo é uma formação psicológica que surge quando um número de indivíduos coloca em comum sua identificação com um líder e sua identificação com um ideal de ego.
    Sendo assim, o líder é uma figura importante pois cabe a ele manter o grupo coeso e indicar um ideal de ego para o grupo.

    Responder
  53. A identificação o desejo comum tendo o mesmo alvo isso leva a formação de um grupo, os ideais do grupo passam a ser ideias do individuo e este não medira esforços para cumprir todas as exigências do grupo.

    Responder
  54. quando o sujeito e inserido no grupo,a tendencia e de aceitas uma ideia em comum e fazer tudo para odosque a ideia ou objetivo seja cumprido pois alvo e o mesmo de todos.

    Responder
  55. À partir do momento em que o indivíduo passa a pertencer a um grupo, coloca seu Ideal de Ego no mesmo objeto que os demais membros deste grupo e identifica-se a esses em seu ego.

    Responder
  56. Entendo que os sentimentos variam de cordo com o grupo no qual estamos inseridos. E muitos têm grandes necessidades de pertencimento dada sua identificação inconsciente de líder ou liderado. Sua energia resta clarmamente relevante na busca por respostas que solucionem tais necessidades.

    Responder
  57. Como membro de um grupo, o sujeito identifica-se como líder e também com os demais membros do grupo, e na maioria das vezes abandona seu ideal de ego em favor do amor e admiração de um líder

    Responder
  58. a questão dos grupos é muito importante. quando estamos inseridos em um grupo poderemos ter a sensação de fortaleza ou fraqueza, a posição do grupo, frente á outros grupos é o que vai direcionar este sensação. Em grupos temos mais confiança e nos sentimos aceitos e importantes.

    Responder
  59. Geralmente a uma identificação antes da formação de um grupo, na maioria das vezes o ego é deixado de lado.

    Responder
  60. A libido é uma força que impulsina o ser humano a criar laços entre si, em todas as áreas onde o amor pode atuar.

    Responder
  61. No momento em que o indivíduo está inserido no grupo, ele abandona com seu ideal de ego, para introjetar o ego ideal do líder, se identificando inconscientemente, trazendo pra sim junto com os demais liberados um ideal do ego.

    Responder
  62. Acredito na importância das organizações que formam grupos e que cada uma tem um ideal de ego a ser alcançado, fazendo com que cada trabalhador se identifica e se dediquem para juntos em obediência almejando uma realização profissional, mesmo que em alguns locais sejam exaustivos.

    Responder
  63. É muito importante a gente fazer parte de grupos para mantermos nossa alto estima e mostrar e aprender com o próximo

    Responder
  64. Muitas vezes a argumentativa é prioritária em freud mas ao meu ver há um ego compartilhado entre todos onde o mecanismo de defesa age compassivamente quando se trata da inserção de uma ideia em comum e nesse caso do grupo aceitar o ego principal da liderança do grupo.

    Responder
  65. Uma pessoa ao ser incorporada a um grupo, se considera forte e com uma grande energia, para resolver os desafios e enfrentar o mundo.

    Responder
  66. A compreensão é que, o sujeito já tem o desejo em si. E através do grupo vem a força externa que o dá coragem e impulso para viver aquela vontade. Isso mostra a fragilidade no ego, pois a pessoa passa se anular para assim viver o sonho do grupo, claro que existe a identificação do sujeito.

    Responder
  67. Uma pessoa ao se identificar com um grupo assume para si os ideais do grupo. O sujeito se identifica não só com o líder, mas com os membros do grupo e se une por laços, interesses em comum, características e se sente forte para enfrentar os desafios que lhe são impostos pela sociedade.

    Responder
  68. A questão do sujeito se relacionar num grupo não se sustenta na explicação da existência de uma pulsão social, conforme Freud (1921). A sua investigação foi na direção de desvendar a influência do grupo na vida mental do sujeito, a magnitude do grupo na constituição do sujeito e a alteração mental que este provoca no sujeito. Buscou fundamentar essa atratividade do grupo e de sua influência no sujeito pela libido.

    Responder
  69. Ao pertencer ao grupo, a pessoa tem a oportunidade de pensar em todos, de refletir sobre a importância de cada um dentro do grupo para atingir objetivos.

    Responder
  70. A formacao de um grupo forma um elo de confianca e fortalece cada um fazendo com que criem o lema , um por todos e todos por um.

    Responder
  71. Em um grupo os indivíduos com as suas mentes, emoções e capacidades, mas a partir do momento que estão em grupo passam a ter experiências que os coletivizam. Nesse ponto podemos concluir que a teoria dos grupos é uma teoria da relação humana e também uma teoria do indivíduo. O indivíduo aos poucos, abre mão de seus ideais para abraçar o ideal da coletividade. É como se perdesse a sua identidade primitiva.

    Responder
  72. O desejo e estilo de um ser humano, faz com que ele tenha laços com outros, e quando é igual o pensamento do outro, tem facilidade em realizar atividades em grupo, seguir um desafio uma meta.

    Responder
  73. Perfeita a explicação de Freud. Fiz parte de uma religião bem conservadora e rígida e hoje percebo que seus líderes eram meu ideal de ego.

    Responder
  74. O ser humano é um ser sociável, necessita conviver e possui a necessidade de se sentir acolhido e aceito em algum grupo, no qual se sinta parte do mesmo. A medida que se identifica com os ideais deste grupo e visa trabalhar em prol das mesmas causas e alcançar os mesmos objetivos de cada membro do grupo, o indivíduo se sentirá cada vez mais a vontade e entusiasmado para dar o seu melhor, se esforçando para se adaptar e mostrar a sua capacidade.

    Responder
  75. A libido não se restringe apenas ao desejo sexual, mas também engloba uma energia psíquica mais ampla, que está envolvida em todos os aspectos da vida e motivação humanas. De acordo com Freud, a libido é uma força motivadora central que influencia o comportamento humano, desde a busca por prazer até a expressão criativa e o desenvolvimento pessoal. O exemplo dado sobre um fã clube mostra justamente isso: um grupo que é motivado por um unico objeto,

    Responder
  76. A constituição libidinal dos grupo é um conceito proposto por Sigmund Freud, o fundador da psicanalise. Freud desenvolveu esse conceito em sua obra psicologia de grupo e a analise do ego, publicada em 1921.
    De acordo com Freud, a libidinalidade se refere á energia psíquica associada aos instintos sexuais e ás pulsões de vida em geral. Ele argumentou que essa energia não é apenas direcionada para objetos individuais, mas também está presente em nossas relações sociais mais ampla, incluindo grupos.

    Responder
  77. A relação com o líder e com os demais membros do grupo é de natureza libidinal, ou seja, cada indivíduo está libido ligado ao líder e aos outros indivíduos do grupo. No entanto, é precisamente a inibição ou a deis- sexualização desses impulsos sexuais que torna efetivos os laços entre as pessoas.

    Responder
  78. No entanto, é precisamente a inibição ou a deis- sexualização desses impulsos sexuais que torna efetivos os laços entre as pessoas.

    Responder
  79. Um individuo ao se inserir em um grupo com um ideal comum ele deixa de viver seu pessoal passando a pensar nas conquistas coletivas

    Responder
  80. Um indivíduo ao se integrar a um grupo ele passa a ter um sentimento libidinal pelo líder e ao se integrar ele abre mão dos seus ideias e passando a ter libido pelos ideais do grupo que pode levar o indivíduo ter uma outra personalidade psicológica por cota do ego

    Responder
  81. Diga-me com quem andas e te direi quem tu es.
    A identificação de grupos ocorre pelo desejo comum de um mesmo objeto ou ideal, como diz o texto “O grupo se forma pelo desejo comum que é dirigido para um mesmo alvo, havendo uma identificação em torno de uma característica, um desejo comum”. Para exemplificar esse fenômeno humano podemos relembrar os fatos que ocorreram logo após as últimas eleições no Brasil, culminando com o ocorrido no dia 08 de janeiro de 2023 em Brasília.

    Responder
  82. De acordo com a leitura do infográfico, Constituição libidinal dos grupos, percebo que a formação dos grupos se dá pela identificação do desejo em comum com aquele grupo, despertando seus instintos controlados por um mesmo ideal. Onde as energias provenientes do mesmo desejo, tendem a se fortalecer com a inserção de cada membro.

    Responder
  83. Como lider de um grupo o sujeito identifica-se como lider e tambem com outros membros substitundo o ideal do ego por outro objetivo se identificando como um membro do outro grupo.

    Responder
  84. É realmente muito interessante esse modo de observação da psicanálise a qual Freud se propôs a fazer. E como os “modelos”, ideais, as figuras sociais, ou mesmo culturais influenciam na estrutura, na escolha dos sujeitos e interferem também no seu estilo de vida. A projeção do ideal do ego na identificação com figuras que julgamos importantes e, nos representam de maneira ideal ao mesmo tempo nos tornando quem desejamos ser.

    Responder
  85. Estou assistindo a serie bebe rena como complementação dos estudos e [e impressionante como a psicanalise se desdobra sobre o sujeito e suas percepções. Assistam, vai ajudar muito na interpretação e constituição do ‘EU”.

    Responder
  86. O sujeito vai sempre buscar um grupo o qual se identifique, principalmente se os ideais forem os mesmos.

    Responder
  87. Quando Freud afirma que um sujeito em um grupo não sustenta sua existência, ele está sugerindo que a identidade e a existência individual podem ser diluídas ou até mesmo perdidas dentro do contexto de um grupo, onde as dinâmicas coletivas tendem a predominar sobre as características individuais.

    Responder
  88. Segundo Freud, o poder do coletivo promove polaridade de ideias e desejos e instintos seculares e verdadeiros.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

208 comentários sobre “Formação em Psicanálise Clínica

          1. O curso é muito bom! O material de apoio é ótimo. Me surpreendeu bastante. Estão de Parabéns ?!

          2. Estou gostando muito do curso, tenho dois cursos básicos e uma especialização em psicanalise.

          3. Bom dia,estou começando hj no curso de psicanálise, estou um pouco perdida na plataforma.

          4. A proposta do curso está acima das minhas perspectivas. Excelente o material disposto aos alunos.

          5. O curso foi maravilhoso, parabéns um curso gratuito e instrutivo, já paguei meu certificado, já vou atuar na parte de psicanálise clínica holística, vou cadastrar meu certificado , agradeço muito a IEVI.

      1. Estou gostando muito do curso. O material disponibilizado é de excelente qualidade e atualizado de forma visível. Parabéns a IEVI.

      2. Eu amei esse curso rápido e muito produtivo, tenho certeza que vai agregar muito para meu trabalho como psicanalista.

      1. O IEVI emite declaração ou histórico da conclusão da programação com aproveitamento e a carga horária da formação?

          1. Tenho licenciatura em psicologia, se fizer o curso de psicanálise com que graduação eu saio?

          2. Estou comendo, e ainda não conheço o curso, logo não posso emitir opiniões, espero poder obter muitos subsídios e dividir com os pares.

      2. Sempre tive muita vontade de fazer um bom curso de psicanálise, talvez esse seja um bom momento.

    1. Olá
      Gostaria de saber o valor do certificado e da credencial, por gentileza.
      Grata

      Maria Emília Barros

      1. A psicanálise é uma profissão livre, reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (CBO – código 2515.50).

    2. Olá Boa Noite, gostaria de saber o valor do certificado da formação em Psicanálise clínica.

      Grata

    3. Curso muito bom adorei, bora continuar o aprendizado ! Gratidão
      Finalizado

    4. Confesso que havia feito outro curso de psicanálise, contudo, senti ao término, uma sensação de pouquissímo conhecimento, até ao revisitar o material proposto para o estudo. Com o estudo realizado no IEVI, sinto-me desafiado a continuar estudando, contudo, com uma ótima visão, pelo material apresentado, que constitui-se muito rico, pela condução e distribuição de material e enfim, disposto a poder auxiliar aqueles que necessitam. Tenho muito a agradecer a este Curso de formação em Psicanálise e recomendar a que outros possam fazê-lo. Parabéns a todos e especialmente ao(s)mentor(es) que me acompanhou até esta conclusão!

  1. Com essa formação vou poder atender como profissional em Psicanálise clínica?

    1. É aconselhável concluir o curso de Formação em Psicanálise Clínica com no mínimo 70% de aproveitamento e Realizar o Curso de Psicanálise Integrativa.

      1. Isso quer dizer sim? Sim, pode atuar como pessoa habilitada, psicanalista clínica, fazendo esses dois cursos com o aproveitamento mínimo ou maior que 70%?

        1. Bom dia!
          Caso o aluno não possua experiência em atendimento, nós sugerimos o mesmo a realizar os módulos práticos de análise didática e supervisão.

        2. Mas e o tripé psicanalítico de análise pessoal e supervisão psicanalitica? Como vou completar esse tripé exigido para atuar como psicanalista? Vocês poderiam escrever aqui no site como cumprir esses requisitos? Se particular ou se vcs irão oferecer?

          1. Bom dia!
            Os alunos serão avisados por e-mail quando os módulos de analise e supervisão estiverem disponíveis na plataforma.

        1. Gostaria de saber se a parte prática já foi incluída.
          Tenho interesse em fazer, mas me preocupo de ser cobrada por não ter parte prática do tripé.

  2. Bom dia
    Para as pessoas com graduação na área da Educação.
    Com esse certificado poderão montar uma clínica de Psicanálise.

  3. Bom dia,acabei me inscrever no curso de Psicanálise Clinica,já fiz o curso de Bacharel Livre em Teologia com vcs, tenho formação como Psicanalista Forense, Psicopatologia entre outras áreas , só me faltava o curso de Psicanálise Clinica,posso fazer o curso na Área Clínica ,grato.

  4. Boa tarde, estou gostando muito de ser uma aluna no curso de Formação em Psicanálise Clínica.

        1. Boa tarde,ao término do curso de psicanálise clínica posso fazer atendimento sim ou não.

      1. Em relação ao processo de análise e supervisão, para compor o tripé. O curso proporciona essa possibilidade?
        Gratidão pela oportunidade

          1. Gente preciso de mais informações pois não há comentários em lugar nenhum sobre a plataforma.

  5. boa noite. com o diploma de psicanálise clinico posso exercer a profissão no piauí?

    1. Bom dia!
      Pode sim. Para ser um psicanalista, não é necessário ter formação em psicologia ou medicina. O importante é que o psicanalista tenha uma formação sólida e constante, o que implica em muito estudo e aprofundamento da teoria e prática psicanalítica.

      1. É só se inscrever no site , entra no site, escolhe o curso, terá um ícone de inscrição, faça a inscrição colocando seus dados, vai precisar de uma senha, anota p não esquecer ou deixa salvo aí bom curso.

  6. já enviei meus dados e foto para credencial vcs precisam algum documento tbm para diploma psicanalista,fico aguardo da documentação.

  7. Bom dia,recebi toda documentação,muito obrigado,vou aguardar o curso de Psicanálise integrativa,um ótimo sábado para todos vcs.

  8. Boa tarde!!
    Venho através deste agradecer a oportunidade que vcs vem nos dando oportunidade para nós sejamos profissionais no ramo da psicanálise clínica,em breve estarei pedindo o certificado e a credencial.

  9. Preciso de outro curso para fazer psicanálise com vocês, para legalmente atender pessoas?

    1. Bom dia!
      Sim. É necessário realizar o curso de Psicanálise Integrativa (estará disponível na plataforma para os concluintes em breve).

  10. A escola fornece a análise e o estágio; contemplando o tripé psicanalítico e caso; alguém já possua a formação e queira; apenas a certificação palpável.. como se daria este caminho?
    Muito obrigado…
    Deus os abençoe!

    1. Todos os cursos dispostos por ser on line já estão disponíveis lembrando que para fazer psicanálise interativa precisar ter concluído a psicanálise clínica e o processo de matrícula é o mesmo, espero ter ajudado.

      1. Gostaria de saber por que eu tou matriculada no curso de psicanálise clínica eu completei o questionário ele diz que falhou na nota. Atenciosamente Marilândia Veloso Lima boa tarde!!

  11. Bom dia, A credencial, para quem fizer psicanalise clinica e integrativa é uma única credencial?

  12. boa noite minha neta pegou e fez a prova ,pois tive sai as presa e ficou quieta fui abri e reprovou
    acabou o tempo e o que faco agora

  13. Me interessei pelo curso, como e onde efetuar o pagamento?
    Poderei atender depois que concluir o curso?

    1. Bom dia!
      Após realizar os cursos de formação em psicanálise clínica, psicanálise integrativa e passar pelos módulos de analise didática e supervisão, sim.

    1. Entre o ego d o id é que o ego acata l princípio da realidade diferenciando do que é da mente e o que é do mundo externo.

    1. Se eu atingir o limite da quantidade de tentativas e não aprovar em dos questionários, devo continuar? Ou não terei condições de concluir o curso?

  14. Estou feliz em ter concluído o Curso de Psicanálise Clínica Pelo Instituto IEVI Agradeço a todos que fazem o referido Instituto. Por terem repassado todos os conteúdos gratuitos. Outrossim parabenizo a todos que fazem o IEVI pela alta
    responsabilidade com os alunos.
    ATT: José Augusto dos Santos

  15. GOSTEI MUITO DO CURSO E JÁ TERMINEI AGORA QUERO SABER COMO FAÇO PARA PAGAR ESTE CURSO, SE POSSO PAGAR PARCELADO NO BOLETO OU NÃO.

  16. Bom dia.
    Sou bacharel em Direito e me matriculei nos cursos de Psicanálise Clinica e Integrativa.
    Gostaria de receber um norte preciso em relação a como atuar como Psicanalista.
    Obrigado pela atenção.

    1. Bom dia!

      É necessário realizar os módulos práticos de analise didática e supervisão (estágio), para os alunos que não possuem experiência.

      Att,
      IEVI

  17. Eu lido com pessoas na minha ,e são tantos problemas é uma infinidade de diversidade e eu tento solucionar com o dom que Deus me deu ,mais achei que deveria ir além então pedi a Deus direção ,é eu creio que pode ser aqui ,então estou aqui buscando capacidades

  18. Qual é o prazo mínino para conclusão dos tres cursos que compõem o tripé para atuar como Psicanalista Clinico? E se o aluno concluir antes do tempo previsto na carga horária o que acontece no caso da solicitação do pedido do diploma e da credencial?

  19. Tenho interesse em fazer o curso de psicanálise clínica. Essa oportunidade é maravilhosa. Enfim vou fazer o curso.

    1. Não há Conselho de Psicanálise no Brasil. Você como Psicanalista, não tem obrigação de se filiar a qualquer órgão público. O Psicanalista não é subordinado a qualquer órgão de fiscalização profissional.
      Conselhos são criados por leis federais. Se não houver lei criando-os eles não podem existir, pelo menos não terão poder fiscalizador.

      1. Bom dia! Estou muito feliz por ter essa oportunidade, sempre sonhei em ser uma terapeuta. Muito obrigada!!

      1. Boa tarde
        Meu curso de formação é Bacharel em Serviço Social, especialização em Serviço Social e políticas públicas; gostaria de saber se no término desse curso de psicanálise Clínica eu já posso montar minha clínica?

  20. Estou em andamento com o curso, desde já tenho obtido um conhecimento excelente, cada dia mais me interesso pela temática. Recomendo! Curso para vida! Parabéns aos envolvidos.

  21. Deixo aqui meus agradecimentos atodar equip de professores colabradores pesquisadores em fim toda logistica, para poder presta um exelemte trabalho atodos que queram desevolver suas atividades como um profisional na area da psicanalise O Brasil esta precisando de eselentes profisionas nesta area da saude;pastor jose de sousa

  22. Trabalho com crianças, em oficina de artes. O objetivo das minhas oficinas é o desenvolvimento da crianças em vários aspectos. Procuro fazer um trabalho de excelência, buscando sempre conhecimentos e experiências que possam me auxiliar nessa área. Trabalho com jovens e crianças a 20 anos. Gostaria muito de entender a expressão das crianças através da arte, isso significa muito pra mim, pois me ajudará a atendê-lo da melhor forma. Sou formada em Artes Plásticas e pós graduada em Arte Educação. Agora gostaria de saber se posso atuar também como Psicanalista em meu trabalho (particular) e de que forma posso usar esse conhecimento.

  23. Excelente curso oferecido pela IEVI. Concluir o curso formação em Psicanálise, e já obtive o certificado. Sigo fazendo outros. Estou satisfeito!!!

  24. Curso campeão em excelência vale a pena cada parágrafo para quem realmente quer aprender e enriquecer seus conhecimentos.

    1. ola boa noite, eu conclui o meu hoje. voce recebeu seu certificado e credenciais.

  25. Estou concluindo Bacharel livre em teologia é possível que eu faça o de psicanálise!

  26. Muito feliz em ter escolhido o IEVI para fazer o Curso de Formação em Psicanálise Clínica! Conclui essa primeira etapa, hoje, 17 de maio de 2023! Um universo de conhecimentos teóricos e tudo muito bem elaborados para o aluno aprender sem dificuldades! Este curso está sendo um divisor de águas em meu caminhar, para o meu auto conhecimento e para meus propósitos futuros! Pretendo me inscrever no Curso de Formação em Psicanálise Integrativa, enfim, também a de análise e supervisão para atuar com precisão! Deus me ajude em todas as etapas, pois este é o ambiente (virtual EAD) certo! Gratidão ao site e todos os envolvidos nessa missão!

  27. No contexto da psicologia, o ego além de fazer parte da personalidade humana, está mais relacionado ao caráter ou seja, a forma como a pessoa se comporta ou pensa.

  28. quero parabenizar toda equipe pelo farto material que envolveu esse curso, abrindo o entendimento, sobre o psique e as varias faces de cada individuo, parabéns

  29. Sou brasileira mas moro na Argentina então não pago impostos no Brasil. Só tenho numero de registro que me derão no cartório e número de passaporte. Com estes números posso obter a credencial de psicanalise clínica ou não são os requeridos?

  30. Show, vou aproveitar a oportunidade e me matricular para aprender mais sobre o ser humano.

  31. Anteriormente eu tinha receio de estudar psicanalise ou qualquer curso que fosse voltado para mente humana, pois via como algo muito complexo. Mas agora, percebo que minha mente simplesmente estava bloqueando algo que hoje vejo como uma matéria bem interessante e prazerosa.

  32. Sonhar e realizar o meu sonho de ser psicanalista clinica, é muito bom. Glorias a Jesus!

  33. A 5 anos estudo psicanálise e agora terminei este curso e pretendo atuar .
    Este curso me ajudou bastante , pois já trabalho na área social com publico evangélico como Pastor e agora terei oportunidade de agregar um ao outro quando necessário.
    Grato a Deus e ao instituto.

  34. Eu estou fzendo este curso. Sou Terapeuta Holístico e a Psicanálise é uma áarea a qual sempre quiz atuar

    1. Pelo visto Freud nos apresenta, como na alegoria da caverna de Platão, que nosso eu verdadeiro e o mundo real é o inconsciente… Já aquela ideia da vida na qual nos manifestamos é apenas uma fração do todo… E o conflito entre estas crenças causam os problemas psíquicos na humanidade.

  35. Achei interessante e resolvi me inscrever fiz Curso de Terapeuta e quero agregar.

  36. Estou gostando muito do curso de formação em psicanálise. Porém, estou tendo que ler no próprio site. Queria baixar (download) pelo menos os e-book, para imprimir e reler várias vezes. Aprendo mais no papel, do que na tela do celular (ou computador). Tem alguma botão, para o download?

  37. Esse curso tem apenas a parte teoria e a avaliação. Mas e a parte de clínica supervisionada? Como fica pra prática?

  38. Pelo visto Freud nos apresenta, como na alegoria da caverna de Platão, que nosso eu verdadeiro e o mundo real é o inconsciente… Já aquela ideia da vida na qual nos manifestamos é apenas uma fração do todo… E o conflito entre estas crenças causam os problemas psíquicos na humanidade.

  39. Estou amando o curso, tem qualidade, e a plataforma é excelente.Os estudos são rigirosos e transnitem nuito conhecimento. Recomendo esta conceituada Instituição.Farei outros cursos.Tenho 65 anos, sou formada em Letras Português/ Inglês e respectivas Literaturas.Tenho pós-graduação em Gestão e Supervisão(360h), Teoria Literária(360h)(Tutoria no Ensino EAD(360h), Psicopedagogia Institucional, Clínica e Hospitalar (660h) e estou cursando a formação em Psicanálise Clínica

  40. Já conclui o curso psicanalise clinica breve requisitarei o certificado e credencial!

  41. Hoje concluí este curso de “Formação em psicanálise clínica”,que me agregou muito conhecimento, pois possui um
    ótimo conteúdo, metodologia. Agradeço, primeiramente, a Deus por me permitir a isso e ao IEVI por proporcionar conteúdo tão rico e organizado numa plataforma muito bacana. Já solicitei meu certificado.
    Gratidão!!!

  42. Já participei de vários cursos, com certeza esse está entre os melhores, ainda estou no inicio, mas já estou impactado com o conteúdo, estou na primeira etapa A origem da psicanálise.

  43. Comecei o curso a dois dias. Realmente está né surpreendendo muito.
    Sou Antropologo.
    Tenho especializações em: Neurociência. Neurolinguística. Neuropsicologia e Psicologia Organizacional. O curso de vocês é excelente. Parabéns.

  44. A psicanálise nos mostra como resistir os traumas vivenciados, por meio de um sentimento bom, ela nos cura.

  45. Quero deixar aqui o meu agradecimento ao Instituto Videira pelo curso que realizei. O formato do curso, o poder fazer e pagar apenas o certificado e a credencial… foram fundamentais para que eu conseguisse conclui-lo e, com isso, realizar um sonho.
    Muito obrigada!

  46. Recomendo este curso. O programa está muito bem pensado e organizado. A plataforma é bem amigável e, sobre tudo, a orientação pelo zap é rápida e muito cordial. Estou feliz com meu certificado. Nào tive problemas para solicitar nem para pagar pois o soporte estava sempre disponível. Apenas conclui o pagamento me mandaram o certificado. Obrigada!

  47. A psicanálise é uma abordagem intensa, que com o decorrer do tempo o paciente consegue transferir suas emoções ao terapeuta. Esse curso está me proporcionando fazer uma autoavaliação da minha vida.

  48. Olá, gostaria de fazer o curso, poderei atuar como psicanalista clínica? Gostaria de saber como faço o estágio supervisionado, se vocês nos colocam para fazer? Como é? Quero abrir meu consultório. Ninguém tá respondendo o WhatsApp.

  49. Excelente curso. Ótimo material. Bem objetivo e bastante rico em conteúdo. Parabéns à IEVI

  50. Curso muito bom, com informações uteis e direcionadas para a formação em psicanálise clinica, além da forma didática ágil preconizado pela moderna pedagogia.
    Parabéns a equipe

    1. Boa tarde, meu nome é Laura, sou de Canoas/RS, estou começando o curso hoje, espero conseguir alcançar meus objetivos ao me matricular no curso, ou seja conhecer o pensamento freudiano.
      E sua aplicação no tratamento dos pacientes. Portanto, vamos começar..

  51. “Que a luz que nos guia , seja mais forte que a luz que nos cerca “

  52. FIZ O CURSO E SALVEI TODO MATERIAL É MUITO IMPORTANTE PARA LEITURA E TIRAR DUVIDAS, O CURSO É BEM COMPLETO PARA QUEM REALMENTE QUER FAZER PSICANÁLISE O MATERIAL E MUITO BOM.

Os comentários estão fechados.