Formação em Psicanálise Clínica

Formação em Psicanálise Clínica

This content is protected, please login and enroll course to view this content!

143 comentários sobre “Na prática

  1. No nascimento de um feto , trás contigo as três concepção EGO, Id e o superego, contudo ao passar do tempo uns dos conceitos irá se revelar , trazendo em seu estimo psicológico as apresentações de cada um, todo esses momentos que a criança cresça com muita força para que a conjunção entre os conceitos da psiquasalise seja bem vinda ao seu estimo psicológico.

    Responder
      1. Ele sentiu- se abandonada e não amado,na fase adulta,já cansado de ser forte o tempo todo, começou a desfazer-se

        Responder
      2. O bebe de 4 ou 5 meses não pode sentir falta da mãe. O que acontece é que sem o cuidado da mãe, ou de alguem que tome o lugar da mãe, o desenvolvimento psíquico da criança fica comprometido. O bebe cria uma dependencia excesiva de outros, pois não passa da dependencia a um estado de dependencia relativa e depois a um estado de independencia. Ou seja que não se constitui a mente do adulto. O desenvolvimiento psíquico fica blocado.

        Responder
      3. No primeiros meses o bebê precisa te esse contato com a mãe para ele se sentir seguro e amparado e apartir dai ele vai construindo sua personalidade .

        Responder
    1. Somos seres de altos e baixos, as vezes não nos conhecemos de fato, a vida precisa de sentido se não nada que esta ao nosso redor nos completa, sair de dentro da casinha as vezes e necessário .

      Responder
    2. A falta de holding (sustentação física e psicológica nos braços e na subjetividade materna), adequado provoca uma alteração no desenvolvimento, cria-se uma “casca” (o falso self) em extensão da qual o individuo cresce, enquanto o “núcleo” (o verdadeiro self) permanece oculto e sem poder se desenvolver. O falso self surge pela incapacidade materna de interpretar as necessidades da criança.
      O vinculo mãe e filho é importantíssimo para o processo do desenvolvimento da criança, podendo ser o passo para a formação da sua personalidade se este vinculo for de uma maneira adequada, saudável, a criança necessita desse vinculo para o processo de desenvolvimento psicológico.

      Responder
    3. Neste caso o ego corporal aqui se entende como laços umbilical, o o filho vai conceber só coisa boa da mãe, a criança já sente amada na concepção.

      Responder
      1. O nascimento biológico e o nascimento psicológico não coincidem no tempo. Talvez o tempo em que ele ficou afastado de sua mãe
        o fez sentir um buraco e não deu tempo de construir o seu self.

        Responder
      1. Segundo Fontes é na fase de 4 e 5 meses que acontece o esboço do Eu da formação do psíquico na criança.
        Desse modo acredita se que a sua percepção e sentimento era de abandono pela mãe.

        Responder
        1. O ser humano é realmente muito complexo, e seus problemas parecem já começarem no berço ainda. E na fase adulta tende-se a se manifestar de alguma forma.

          Responder
      1. A falta da mãe, na idade em que o ego corporal ainda não tinha se formado, instaurou-se no inconsciente uma rejeição. Então o mecanismo de defesa fixação, que consiste numa paragem ou cessação dos desenvolvimento psicossexual em determinado ponto do processo de maturação E que pode se tratar de um bloqueio temporário e normal da maturação ou permanente e patológico, dando origem as neuroses ou desvios de personalidades.

        Responder
    4. O texto acima citado mostra que houve etapas na vida desse rapaz em que houve rupturas e etapas que foram tiradas deles ,isso levou uma construçao de sua formação em que estavam vazias e que precisavam ser preenchidas

      Responder
    5. A narrativa leva a uma introspecção, afinal, a análise pode conduzir, através da fala do cliente, a algumas descobertas muito produtivas. Freud ao enfrentar estas questões pouco elaboradas no seu tempo, prorcionou as gerações futuras uma chance de se reconstruir como pessoa.

      Responder
    6. Veja como é importante presença materna no período de amamentação?Nesse período de afastamento Raul chegou aos 35 anos com uma deficiência cognitiva que o deixava desajustado sempre que tinha uma crise de ansiedade.

      Responder
  2. Aqui encontramos a importância da relação entre mãe e o filho para a construção de sua humanidade. E do ego corporal.

    Responder
    1. Concordo com a fala do colega, tudo que somos, está totalmente ligado, com o relacionamento que tivemos com nossos pais e em especial com a mãe.

      Responder
  3. “O ego é antes de tudo um ego corporal” (Freud, 1923,p. … Seria, portanto, na pele que o ego aprenderia o psíquico. Poderíamos dizer que a pele ensina o ego a pensar. Na aparição do ego e em sua separação do Id, um outro fator, além da influência do sistema PC, parece ter desempenhado um papel.

    Responder
  4. Se na existência de um feto vem o nascimento do ser e passa a existir o ego, id e superego. Então digamos que uma imagem reflete a outra.

    Responder
  5. Como diz o texto deste módulo, o ego, antes de tudo é um ego corporal, não é simplesmente uma entidade de superfície, mas é, ele próprio, a projeção de uma superfície. A consciência e as percepçoes externas são amparados pelo Ego.

    Responder
  6. O Ego Corporal, em suas fronteiras e funções, em sua construção. Parte do Id que foi modificada pela influência direta do mundo externo (Sistema de Percepção-Consciência) segundo Freud.

    Responder
  7. O ego, é antes de tudo, é um ego CORPORAL não é simplesmente uma identidade de superfície, mas projeção de uma superfície.

    Responder
  8. A formação do ego é um processo que se avança de acordo com o desenvolvimento do ser humano.A partir daí surgem comportamentos onde conseguem ser digeridos através de uma definição concreta sobre
    cada atitude.

    Responder
  9. Ausência da mãe, prejudicou amadurecimento do ego corporal, ficando com falta de um rumo para chegado ao desenvolvimento do ego.

    Responder
  10. O ego, antes de tudo, é um ego corporal!
    Está nítido no texto, que a ausência da mãe, fez pular uma etapa fundamental na construção psíquica. A falta de certos componentes, em sua fase inicial, pode desencadear consequências posteriores e se expressar de outros jeitos, de forma inconsciente.
    Para a descoberta do problema, foi fundamental identificar, através dos símbolos que ele construía os significados que estavam por trás de cada um deles.
    E no final, ele já bem sucedido, a psicanalista, por meio da simbologia que ele usara (“…naquele dia, estava me achando”), pode, mais uma vez, entender que o problema já havia sido resolvido em seu interior. Ele agora, tem um encontro com a sua identidade de origem.

    Responder
    1. Não cursei psicologia e fico insegura com certos conteúdos, mas concordo com sua ótica nesse case. Creio que teve um raciocínio muito claro da situação. Gratidão!

      Responder
  11. O nascimento trás consigo um elo muito importante para a construção do EGO, ID E SUPEREGO.
    Na falta desse elo ,o sujeito se perde, não consegue se encontrar, como relata o case.
    A necessidade dessa contrução e desse elo se tornará de suma importância em algum momento da vida, a visão maternal uma vez rompida cria danos muitas das vezes irreversível.

    Responder
  12. Através da análise Raul consegue fazer a integrar o ego corporal. A ausência da relação com a mãe prejudicou o processo de construção do ego, visto que, não pode ocorrer identificação com a mãe, por isso ele sentia um vazio, um buraco, mas com a ressignificação ele pode ter uma vida mais plena e feliz.

    Responder
  13. O contato da criança nos primeiros meses de vida com os pais é essencial, principalmente com a mãe e de tremenda importância para sua formação e que se torne um adulto emocionalmente equilibrado.

    Responder
  14. No caso acima, Raul teve o seu processo de percepção do seu eu corporal prejudicado com o afastamento da mãe. Observo que por essa razão Raul criou em si uma distorção do seu eu corporal, que se traduziu em um quadro de ansiedade e angústia. Esse momento de sua vida onde sentiu a ausência da mãe provavelmente não foi preenchido por outra pessoa ou membro da família criou uma lacuna em seu subconsciente, que ele mesmo define como sensação de transbordamento. Na verdade o que transborda é essa angústia de um vazio que ele sente, mas não define, mas que passa a dar forma no momento em que começa a fazer a análise.

    Responder
  15. Ao nascimento de um feto, vem junto três conceito o EGO, Id e o superego, com isso um flora mais que o outro fazendo assim o conceito psicanálise.

    Responder
  16. Esquema corporal: É a consciência do corpo como meio de comunicação consigo mesmo e com o meio. É um elemento básico indispensável para a formação da personalidade.

    Responder
  17. O ego é antes de tudo um ego corporal. Nesse sentido o ego corporal contém os elementos corporais ensinando ao ego psíquico a conter sentimentos e pensamentos.

    Responder
  18. A essência de tudo sí da ao periodo de quatro a seis meses onde o nascido tem o contato com a mãe,a segurança do cólo, o acolhimento total deslumbra lembranças adivindas do inconsciente para o consciente que interpreta o formato de uma postura construída assim pelo Égo para uma formação do desenvolvimento emocional que contribui para o Égo Corporal e a referencia do conceito de segurança sensitiva ao indivíduo.

    Responder
  19. da personalidade que é responsável por lidar com a realidade, e ele se desenvolver a partir do id e garante que o impulso do id possam ser expressos de uma forma aceitável do mundo real. O ego agem tanto no consciente, no pré-consciente e no inconsciente.

    Responder
  20. O esboço do eu inicia-se aos 4/5 meses período em que a mãe de Raul viajou ,a ausência do contato materno a falta da experiência tátil, afetou o desenvolvimento do eu corporal , que se forma a partir da imagem do outro, o processo de construção do ego corporal de Raul foi tardio, sendo construído depois de adulto.

    Responder
  21. A mãe é figura fundamental na própria constituição do individuo enquanto ser com ela e sem autônomo. A ausência traz prejuízos drásticos.

    Responder
  22. Se o ego é a projeção de uma superfície como afirma Freud, concordo com Fontes(2011) quando diz que há pessoas que não construíram um ego adequado, se o ego é a percepção do externo, conforme o meio em que o indivíduo cresceu poderá ter afetado a construção do ego ideal.

    Responder
  23. É essencial o papel da mãe na construção do ego corporal. No caso em tela, a ausência da mãe nesse período de sua viagem foi determinante para Raul ter um ego corporal distorcido.

    Responder
  24. Ele foi deixado pela a principal peça ou suporte da formação do ID ego e superego ,aí fico essa deformação até a segunda fase ,que é da adolescência para Jovem quando será construído por ele próprio onde não mais precisará da mãe, aí sim ele vai e busca suporte em um profissional psicanalista e aí entra as ações freudiana para preencher o vazio

    Responder
  25. O relacionamento afetivo sadio e a educação pautada em bons princípios morais com os pais na infância é fundamental para o bom desenvolvimento psíquico e comportamental da criança.

    Responder
  26. Tudo que Raul fala demonstra um enorme vazio, a ausencia da mãe deixou um trauma que ocasionou em ansiedade.
    todo ser humano nasce com ego, id e superego e Freud diz que o ego é a projeção de uma superfice então o ego pode ser afetado de alguma forma.

    Responder
  27. Com relação ao case , se pode entender que o quão grande e importante o contato do bebê com as pais , principalmente com mãe no que diz a respeito a transferência de afeto que é de extrema importância na formação do ego corporal.

    Responder
  28. Assim, o ego e a parte consciente, responsável por interpretar a realidade. O que o Raul transmite e um grande vazio, sentindo a falta da mãe e do afeto corporal. A base dos pais na infância e super importante.

    Responder
  29. Eu fiz esse exercicio. E ele nao aparece. Eu colocarei de novo. A Falta da Mae , com apenas 4 meses, foi uma ruptura muito sofrida pra um menino ate mesmo hoje pra um adulto. Todos merece ter os pais por perto. Principalmente construir o elo entre filho e mae . E acho que esse rapaz senti um vazio ate hoje. nao importa o quanto ele ja estudou. nao importa os cursos. Eu ate acho que ele estudou achando que iria preencher um vazio. La na frente, ele sentira um vazio. Pois uma hora esses estudos irao acabar .

    Responder
  30. A análise do ego corporal e por consequência uma melhor entendimento deste permite ao indivíduo entender o que tem acontecido em sua vida e também o que vem ocorrendo em seu desenvolvimento e por isso as teorias de Freud adquirem relevância.

    Responder
  31. Eu compreendi que o processo de Ego Corporal faz parte da formação de Personalidade e opinião formada, pela própria pessoa.
    No contexto fica claro que se não passarmos pela proteção, segurança e afeto da figura materna, no decorrer da vida teremos dificuldade de lidar com questões emocionais e decisivas.
    Entendi que acarreta em uma possível falha na comunicação, relacionamentos e questões decisivas.

    Att:
    Caroline Val

    Responder
    1. O movimento corporal será um meio privilegiado pelo qual podemos ampliar nossa experiência psíquica. Concordo que esse contato com a mãe é primordial.

      Responder
  32. A ausência da mãe durante o período de formação egoica causou uma sensação de vazio interior que somente foi preenchido quando Raul conseguiu formar o ego corporal.

    Responder
  33. Durante o período que a mãe ficou afastada, o filho sentiu muito a sua falta e o vazio que ficou atrapalhou o ego corporal.

    Responder
  34. Hoje no nosso ver , e muito importante a relação do filho com mãe; pois temos que ter afetividade em relação a eles. No Que se diz para afirmação na construção do ego corporal, Para afirmação de Freud o ego ele é de tudo um ego corporal ele contém elementos corporais ensinando ao ego psíquico a conter sentimentos e pensamentos, ele desenvolve a partir da diferenciação das capacidades de que em contato com a realidade exterior.

    Responder
  35. Diante o exposto, percebemos que cada indivíduo necessita vivenciar, mesmo que minimamente, as fases necessárias da vida enquanto ele este iniciando o seu processo de desenvolvimento. E isso, se dá, não só nos primeiros meses de vida, mas desde o período de gestação. Porque se isso não acontecer lacunas ficaram e isso o fará um indivíduo com muitas questões não resolvidas.

    Responder
  36. Entendemos que a ausência da mãe gerou impactos de esvaziamento de sua condição de filho que não foi aplicada. Assim, o esquema corporal reflete esse esvaziamento na vida do Raul, uma vez que parte de seu desenvolvimento psíquico infantil não foi atendida devido a esse deslocamento. Assim, o método de terapia psicanalítica vai conseguir ressignificar essa ausência de mãe e trazer uma nova condição de vida enquanto adulto.

    Responder
  37. De acordo com a teoria freudiana, o ego é uma das três partes da estrutura psíquica humana, junto com o id e o superego. O ego é a parte da personalidade que está responsável por lidar com o mundo externo, intermediando entre os desejos do id e as exigências sociais impostas pelo superego.
    A construção do ego começa durante a primeira fase da vida, conhecida como fase oral quando o bebê começa a se relacionar com o mundo externo através da satisfação de suas necessidades básicas de alimentação. Nesta fase o ego começa a se formar como uma defesa contra a frustração, e começa a se desenvolver como uma entidade separada da mãe.

    Responder
  38. A importância da fase intra uterina do feto e dos primeiros anos de vida, o acolhimento, os cuidados com o recém nascido influenciam na construção de sua estrutura psíquica. Fase entre os 4 a 5 meses que o ego corporal se instala. O ego corporal contém os elementos corporais ensinando o ego psíquico a conter sentimentos e pensamentos.

    Responder
  39. Realmente o o nosso psiqui está formado relacionado com a relação na infância com a mãe principalmente, de amor, tempo, dedicação
    A falta, pode trazer graves consequências , assim como a vida de Raúl, que por sua vez foi feliz em procurar uma analista e por fim se encontrar

    Responder
  40. O ego, se desenvolve a partir da diferenciação das capacidades psíquicas em contato com a realidade exterior. Sua atividade é, em parte, consciente (percepção e processos intelectuais) e, em parte, pré-consciente e também inconsciente. É regido pelo princípio da realidade

    Responder
  41. Em esse caso temos uma falência em fato que o sujeito não tive a presencia da mãe em concepto de dezarrollo pessoal e emocional. Quando o sujeito vai se encontrando a ele mesmo o Ego corporal vai tomando domínio e tendo uma ideia melhor desse mesmo.

    Responder
  42. Segundo relato está presente o vazio e e angustia de de uma vivencia solitária com sentimento de exclusão e saudade

    Responder
  43. A Incrível e alucinante constituição do Ego corporal, a falta que ele faz no ser, quando não aderido. Só nos mostra que o Psiquismo vai além da mente.

    Responder
  44. São gatilhos que ficam no nosso inconsciente e quando estimulados disparamos seja em palavras ou linguagens corporal no case acima se ”NINAR” sozinho por exemplo, foi a falta que sentiu da mae naquele momento o fez despertar esse sentido.

    Responder
  45. Nesse caso, mais uma vez a importância do autoconhecimento e do trabalho do profissional de psicanálise se evidência. 50% das doenças são mentais, assim como 50% do tratamento de doenças fisiológicas depende da disposição mental do paciente. Por isso, que a psicanálise precisa estar integrada a medicina assim como a psicologia e a psiquiatria está, pois ambas estão interligadas e são fundamentais para que juntas possam proporcionar melhores resultados nos tratamentos.

    Responder
  46. nesta idade , sem a mãe, ele se sente em um vazio duplo , interno , externo , o externo remete ao calor da mãe o contato pele a pele , mas sem esse contato , cresce incompleto e vazio . mas apos o tempo de analise em que ele como adulto começa a se perceber apto a estar consigo mesmo e reconhecer a si mesmo completo , passa a se encontrar , saindo do congelamento emocional que partia da criança.

    Responder
  47. O caso de Raul expressa o exemplo de muitos casos em que traumas de infância podem percorrer toda a vida adulta de um indivíduo

    Responder
  48. No período de construção do psiquismo, Raul foi afastado de sua mãe, dessa forma não formou se o ego corporal devidamente.

    Responder
  49. Raul era muito bebê ao ser deixado com parentes…é como se parte de sua construção humana tivesse sido suspensa e, nesse período que se viu desprotegido, precisou encontrar mecanismos que pudessem substituir a ausência que sentia. Ao dizer “eu me fiz”, sem perceber ele estava apenas confirmando que essa parte da sua construção foi realizada por ele próprio, talvez o instinto de sobrevivência lhe tenha salvado de algo ainda mais devastador.

    Responder
  50. O conceito de ego corporal enquanto projeção, remete a esta transformação do que é da ordem do pulsional, do que é da ordem das forças pulsionais, a partir da passagem por um outro, o Outro primordial, consentâneo à precariedade dos inícios. Um outro que, em vínculo amoroso, acolhe com libido

    Responder
  51. O ego corporal do paciente não se constituiu completamente por causa da ausência da mãe em um momento tão importante na formação de seu ego corporal. A falta deixa uma ausência inexplicável que a pessoa sente durante toda sua vida. É necessário um psicoterapeuta o orientar para que seja percebido nele mesmo esta ausência e assim naturalmente, através de sua própria reflexão interna ser completado este ego.

    Responder
  52. Nesse relato de Raul demostra uma dor, que ele viveu por conta do afastamento de sua mãe.
    Eis , ai…importância de ter a mãe por perto durante esses primeiros meses desenvolvimento da criança e quando ela está sente que precisa de mais proteção e quando não sente a mãe, ela ver que não está protegida.

    Responder
  53. Acho que Ele passou por um momento traumático ao ser deixado sozinho.
    Sempre teve medos e sonhos.
    Porém com a psicanálise Ele conseguiu se encontrar e melhorar.

    Responder
  54. O texto deixa claro que não é porque somos adultos, é que estamos verdadeiramente “formados”. Às vezes leva tempo, principalmente se crescemos em um ambiente nada saudável e que nos faltem os principais agentes que vão nos proporcionar desenvolvimento.

    Responder
  55. Em sua existência ele sabia do seu próprio “eu”, e havia essa distinção e coerência, apesar de ter se “perdido” em seu caminho. A psicanálise o auxiliou a “se encontrar”. Apesar de sua fase bebê, e o esvaziamento de sua mãe, ele entendeu que precisava trilhar em conjunto com a psicanálise, para progredir novamente.

    Responder
  56. O processo de construção egoica também envolve a formação da identidade pessoal, a construção de uma imagem de si mesmo e a capacidade de se relacionar de forma saudável com os outros. À medida que a pessoa se desenvolve e adquire experiências sociais e interpessoais, o ego se expande e se adapta às demandas do ambiente, buscando equilíbrio e satisfação.

    Responder
  57. É de suma importância a relação de mãe e filho,para que haja a construção do Ego corporal pois já nascemos com Id Ego e Superego. No caso a ausência de sua mãe prejudicou o amadurecimento do Ego Corporal. Mais tarde Raul ao fazer análise consegue refazer o Ego corporal que estava ausente.

    Responder
  58. Na formacao de sua personalidade, uma etapa foi pulada e um dos elementos não se instaurou, não fazendo parte da formação da personalidade de Carlos.

    Responder
  59. A figura mãe é importante para formação do Ego Corporal.Porém nem sempre será possivel a participação e o suprimento de todas as necessidades de uma criança em formação do Ego.

    Responder
  60. Ego corporal mencionado por Freud, um Ego que é a projeção da superfície corporal na qual são produzidas as sensações externas e internas.

    Responder
  61. Nesse caso fica evidente a falta da presença da mãe,prejudicou o amadurecimento do ego corporal , e que depois da psicanalise ele consegue reprogramar isso.

    Responder
  62. O “eu” não nasce pronto. Existe uma construção ao longo do tempo. O bebê ao nascer se descentra de si mesmo e percebe a presença do “outro”, existe aí um novo momento psíquico que o auxilia no seu desenvolvimento e na sua constituição física e subjetiva e assim o corpo materializa de forma palpável a psique individual.
    Neste caso, Carlos não teve em um momento crucial a presença da mãe para o seu “eu” fosse delimitado, gerando assim as suas lacunas.

    Responder
  63. A ausência na mãe com certeza fez muita falta na formação dele, porém com um bom acompanhamento ele superou e foi muito bem sucedido em seus estudos e vida.

    Responder
  64. A ausência da figura materna resultou em um lado negativo em sua vida que por sua vez resultou em consequencias.

    Responder
  65. Para formar um Ego forte não temos que lutar contra o nosso Id ou Superego. Trata-se de alcançar um equilíbrio adequado entre essas forças: uma harmonia entre necessidades e obrigações. Para reconciliar essas energias, as dimensões reprimidas devem ser trazidas à luz, tanto do Id quanto do Superego.

    Responder
  66. Para o ego ser bem construído e percebido por meio das sensações, é necessário que pessoas que antecedem a este ser assumam o papel social que ajudar o bebê a se perceber fisicamente e emocionalmente.

    Responder
  67. Raul, “sempre teve ótimo desempenho na Escola, era muito responsável” Demonstra uma fase que ele acostumou-se ao sucesso. Com os acontecimentos da vida, altos e baixos, sentia-se pequeno, com meto de ir para o buraco, sentia-se pequeno e cansado e sem forças para seguir em frente, sentia-se sem ego corporal. Precisava se reinventar.

    Responder
  68. Com o distanciamento da mãe não só pela viagem ao exterior, mais por passar a infância toda de Raul dando uma atenção diferenciada a sua irmã.
    Fez com que mais tarde essa lacuna vazia se desmoronasse, esse momento foi quando Raul deixou transparecer o sentimento que há anos vinha suprimindo.

    Responder
  69. Como é fundamental as fases da vida no seu desenvolvimento psíquico e corporal. Quando o processo é falho, o ego um dia vai sentir a “dor” da falta dos afetos emocionais e corporais que não foi lhe dado.

    Responder
  70. O ego corporal é a projeção da superfície corporal na qual são produzidas as sensações externas e internas.

    Responder
  71. O nascimento do ego é explicado através dos processos de maturação e aprendizagem, a partir da aquisição de nossas habilidades sensório-motoras. Esse nascimento e crescimento, esse do nosso ego, é muito importante porque é o centro do aparelho psíquico, o núcleo de nossos desejos, atividades e inibições.

    Responder
  72. Com certeza, não havendo o desenvolvimento do Ego corporal pleno, o Ego psíquico terá reflexos penosos no futuro. Nesses casos, a ajuda de um analista é indispensável. Ao identificar a origem do conflito, Regina pode ajudar o seu paciente ( Raul ), que num espaço de 4 anos, teve silenciosamente o processo de construção egoica realizado.

    Responder
  73. Tema muito interessante, com certeza essa falta da sua mãe não o permitiu desenvolver o seu ego corporal, fazendo com que em sua fase adulta, ele se sentisse como um bebê.

    Responder
    1. A falta de holding pode levar a uma sensação de insegurança emocional. O bebe pode não se sentir apoiado e cuidado, o que pode impactar a vinculos emocionais e saudaveis.

      Responder
  74. A importância do acolhimento e dedicação da mãe é muito importante na realização do ego já nos primeiros meses de vida , nesse caso ele viveu anos sem essa percepção de se encontrar com o real viver de seus momentos

    Responder
  75. A ausêncida da mãe na infância e a longo prazo, trouxe-lhe consequências negativas e muito fortes. O que era forte foi se dissipando, colocando em evidência o fraco. A insegurança tomou conta de Raul. Isso mostra o quanto é relevante a presença da ama não somente nos promeiros meses, mas também nos primeiros anos, toda a infância.

    Responder
  76. Raul teve que se separar da mãe, em um período de formação do seu eu, isso fez com que no decorrer de sua vida buscasse essa identidade perdida, a falta de um colo materno.Raul teve que crescer muito rápido, mas com uma lacuna. Quando ele começou, realmente , a se encontrar, passou a reconhecer quem ele era.

    Responder
  77. É nítido que Raul se sentia rejeitado, e passava por sérios problemas com esse sentimento. Com os anos de terapia é possível que ele tenha caído no mecanismo de defesa da fixação, e com isso desenvolvido características obsessivas.

    Responder
  78. A construção de um relação saudável de mãe e filho, se dar pela a proximidade, o to toque, o cheiro. Cria-se laços de afetividade e amor.

    Responder
  79. Raul percebeu a necessidade da análise para voltar e acolher a criança que fora deixada de lado devido as necessidades da mãe ao precisar dar mais atenção a irmã devido a sua doença….Raul em sua autopercepção dos gritos do corpo,encontrou apoio na análise,se desenvolvendo em autoafirmar se e saber que era possível se acolher e se ouvir (a criança que fora deixado de lado).Curar e acolher esta criança.Por isto,pode crescer e usar a expressão ( se achar ) ele se encontrou na verdade …

    Responder
  80. A criança precisa do acolhimento nos primeiros meses de vida para se sentir seguro, nesse contexto encontra-se momentos em que houve essa falta e isso pode desencadear ao longo da vida alguns processos entre o corpo e mente do individuo.

    Responder
  81. O ser por si só, busca desde sua concepção a satisfação do amparo, proteção, carinho e reconhecimento. No entanto, na maioria dos casos as coisas não funcionam nestes moldes. O caso em questão nos leva a esta análise. Raul expressa com sutileza, por meio de suas falas, o direito que por sua optica foi lhe subtraído devido a doença da irmã. Ao pegar o fragmento das falas Regina identifica a possibilidade de que seu Ego superficial não tenha se completado, tendo em vista a falta de autoreconhecimento, e vai buscar o entendiemtno de que a falta de colo, de peito e da identificação corporal materna seria o lapso de sua formação egóica. Depois de muito trabalhar esse entendimento, Raul se reconhece livre desse vazio e dessa dor.

    Responder
  82. A importância da infância e de uma boa relação com a figura materna, seja ela qual for, influencia na vida e no crescimento. É nesta fase em que surge a noção de eu no mundo e não como pertencente àquele corpo que me protege. Ainda mais, sendo potencializada pelo fato de a mão ser o meio principal de saciedade da fome do bebê.
    A Primeira Infância age diretamente na confecção da consciência humana e no comportamento do mesmo.

    Responder
  83. O ego ampara a consciência e percepção externa. Mais acima de tudo o ego corporal.
    Em sua infância a ausência da mãe desestruturou sua construção psíquica. Logo identificado na analise.

    Responder
  84. A ausência da mãe de Raul em sua vida por um período de 6 meses, o afetou diretamente na formação de seu Eu, acarretando sentimentos de desamparo, rejeição e vazio existencial.

    Responder
  85. Diante de um grupo de pacientes que chegam no consultório com sinais da mês ainda da construção de um ego corporal que não se constituiu adequadamente.

    Responder
  86. Esse texto mostra a importância da dimensão corporal e sensorial para o processo de construção egoica completo.

    Responder
  87. O estudo da formação do ego iniciada por Freud e continuada por Winnicott com crianças (ele foi pediatra), demonstra a importância do colo para o bebê e também do vínculo afetivo através do olhar. O contato visual é muito importante para a formação do ego corporal.

    Responder
  88. São nos primeiros meses de vida que a criança precisa da atenção dos pais, pois é nesta fase que começa o desenvovimento emocional e a criança tem necessidades que só os pais podem suprir.

    Responder
  89. Muito interessante o texto, de forma aplicada podemos compreender a importância da construção do ego e como é fundamental a troca com a figura materna no início do processo.

    Responder
  90. A CONSTRUÇÃO DO EGO CORPORAL PODERIA REFERIR-SE AO PROCESSO PELO QUAL O EGO INTEGRA E DESENVOLVE UMA COMPREENSÃO DO CORPO FÍSICO DO INDÍVIDUO. ESSE PROCESSO COMEÇA DESDE O NASCIMENTO E CONTINUA AO LONGO DA VIDA,INFLUENCIADO POR EXPERIÊNCIAS EMOCIONAIS,SOCIAIS E CULTURAIS.

    Responder
  91. No estudo de caso notamos que o mecanismo de defesa usado no momento do análise é a sublimação.Poi este canaliza suas pulsões destrutivas,Que seria machucar o irmãozinho para um gesto nobre que seria modificar o mundo através de gestos perfeito e agradáveis.

    Responder
  92. O “eu” não surge completamente formado; é construído ao longo do tempo. Quando um bebê nasce, ele se descentra de si mesmo e percebe a existência do “outro”, um novo marco psíquico que contribui para seu desenvolvimento físico e subjetivo. A ausência crucial da mãe em um momento importante na vida de Carlos pode ter levado a lacunas em sua constituição do “eu”.

    Responder
  93. A construção do ego corporal é condição para que se dê um nascimento psí-quico. M. Mahler, em seu livro Nascimento psicológico da criança, afirmava que o nascimento biológico e o nascimento psíquico não coincidem no tempo. O primeiro tem data precisa e o segundo é um lento desabrochar, a partir das experiências corporais vividas pelo bebê (Mahler, 1977, p. 15).
    Segundo algumas mães, os bebês dão sinais desse processo em andamento quando em certos momentos parecem “sonhadores” ou “tristes”.

    Responder
  94. Sobre a formação do Ego, Freud vai falar que o corpo é influente na formação desse – primeiro o ego é corporal. Winnicott, vai contribuir com uma teoria maravilhosa que é a “Mãe Suficientemente Boa”. Que seria aquela, pra resumir, presente e que deve proporcionar ao bebê condições boas, suprindo suas necessidades para bom desenvolvimento, adaptação – em evidenência fundamental para uma mellhor formação. Enfim, mas a questão primordial e chamada de atenção é para essa fase muito importante, onde se desenvolve a estrutura da personalidade que irá manifestar-se mais tarde, com todas as experiências, sempre de maneira consciente ou inconsciente influenciando nas nossas decisões, escolhas, e que terá suas consequências funestas.

    Responder
  95. A FORMA DA CRIAÇÃO INFLUENCIA MUITO NA FORMAÇÃO E CARATER DO SER HUMANO EM SEUS PRIMEIROS ANOS DE VIDA.

    Responder
  96. O ato de se ninar pode ser uma forma de regressão, um retorno a um estado de conforto e segurança associado à infância. Nesse sentido, o indivíduo pode estar buscando alívio do estresse ou ansiedade por meio de um comportamento que remonta a experiências de cuidado e proteção na primeira infância.

    Responder
  97. As relações entre pais e filhos no processo de desenvolvimento corporal são essenciais na formação do individuo. uma vez quebrada ou ausente, pode trazer consequencias no processo de construção egoica.

    Responder
  98. Percebe-se no texto como o contato, reconhecimento e proteção da mãe são fundamentais para a constituição de um ego saudável, para os bebês, a mãe é o mundo inteiro e é importante que esse mundo primário o acolha, felizmente, com a análise ele pode se ajudar a encontrar a raiz do problema e conseguir se livrar do sentimento de inconsistência e falta/vazio que ainda sentia.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

208 comentários sobre “Formação em Psicanálise Clínica

          1. O curso é muito bom! O material de apoio é ótimo. Me surpreendeu bastante. Estão de Parabéns ?!

          2. Estou gostando muito do curso, tenho dois cursos básicos e uma especialização em psicanalise.

          3. Bom dia,estou começando hj no curso de psicanálise, estou um pouco perdida na plataforma.

          4. A proposta do curso está acima das minhas perspectivas. Excelente o material disposto aos alunos.

          5. O curso foi maravilhoso, parabéns um curso gratuito e instrutivo, já paguei meu certificado, já vou atuar na parte de psicanálise clínica holística, vou cadastrar meu certificado , agradeço muito a IEVI.

      1. Estou gostando muito do curso. O material disponibilizado é de excelente qualidade e atualizado de forma visível. Parabéns a IEVI.

      2. Eu amei esse curso rápido e muito produtivo, tenho certeza que vai agregar muito para meu trabalho como psicanalista.

      1. O IEVI emite declaração ou histórico da conclusão da programação com aproveitamento e a carga horária da formação?

          1. Tenho licenciatura em psicologia, se fizer o curso de psicanálise com que graduação eu saio?

          2. Estou comendo, e ainda não conheço o curso, logo não posso emitir opiniões, espero poder obter muitos subsídios e dividir com os pares.

      2. Sempre tive muita vontade de fazer um bom curso de psicanálise, talvez esse seja um bom momento.

    1. Olá
      Gostaria de saber o valor do certificado e da credencial, por gentileza.
      Grata

      Maria Emília Barros

      1. A psicanálise é uma profissão livre, reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (CBO – código 2515.50).

    2. Olá Boa Noite, gostaria de saber o valor do certificado da formação em Psicanálise clínica.

      Grata

    3. Curso muito bom adorei, bora continuar o aprendizado ! Gratidão
      Finalizado

    4. Confesso que havia feito outro curso de psicanálise, contudo, senti ao término, uma sensação de pouquissímo conhecimento, até ao revisitar o material proposto para o estudo. Com o estudo realizado no IEVI, sinto-me desafiado a continuar estudando, contudo, com uma ótima visão, pelo material apresentado, que constitui-se muito rico, pela condução e distribuição de material e enfim, disposto a poder auxiliar aqueles que necessitam. Tenho muito a agradecer a este Curso de formação em Psicanálise e recomendar a que outros possam fazê-lo. Parabéns a todos e especialmente ao(s)mentor(es) que me acompanhou até esta conclusão!

  1. Com essa formação vou poder atender como profissional em Psicanálise clínica?

    1. É aconselhável concluir o curso de Formação em Psicanálise Clínica com no mínimo 70% de aproveitamento e Realizar o Curso de Psicanálise Integrativa.

      1. Isso quer dizer sim? Sim, pode atuar como pessoa habilitada, psicanalista clínica, fazendo esses dois cursos com o aproveitamento mínimo ou maior que 70%?

        1. Bom dia!
          Caso o aluno não possua experiência em atendimento, nós sugerimos o mesmo a realizar os módulos práticos de análise didática e supervisão.

        2. Mas e o tripé psicanalítico de análise pessoal e supervisão psicanalitica? Como vou completar esse tripé exigido para atuar como psicanalista? Vocês poderiam escrever aqui no site como cumprir esses requisitos? Se particular ou se vcs irão oferecer?

          1. Bom dia!
            Os alunos serão avisados por e-mail quando os módulos de analise e supervisão estiverem disponíveis na plataforma.

        1. Gostaria de saber se a parte prática já foi incluída.
          Tenho interesse em fazer, mas me preocupo de ser cobrada por não ter parte prática do tripé.

  2. Bom dia
    Para as pessoas com graduação na área da Educação.
    Com esse certificado poderão montar uma clínica de Psicanálise.

  3. Bom dia,acabei me inscrever no curso de Psicanálise Clinica,já fiz o curso de Bacharel Livre em Teologia com vcs, tenho formação como Psicanalista Forense, Psicopatologia entre outras áreas , só me faltava o curso de Psicanálise Clinica,posso fazer o curso na Área Clínica ,grato.

  4. Boa tarde, estou gostando muito de ser uma aluna no curso de Formação em Psicanálise Clínica.

        1. Boa tarde,ao término do curso de psicanálise clínica posso fazer atendimento sim ou não.

      1. Em relação ao processo de análise e supervisão, para compor o tripé. O curso proporciona essa possibilidade?
        Gratidão pela oportunidade

          1. Gente preciso de mais informações pois não há comentários em lugar nenhum sobre a plataforma.

  5. boa noite. com o diploma de psicanálise clinico posso exercer a profissão no piauí?

    1. Bom dia!
      Pode sim. Para ser um psicanalista, não é necessário ter formação em psicologia ou medicina. O importante é que o psicanalista tenha uma formação sólida e constante, o que implica em muito estudo e aprofundamento da teoria e prática psicanalítica.

      1. É só se inscrever no site , entra no site, escolhe o curso, terá um ícone de inscrição, faça a inscrição colocando seus dados, vai precisar de uma senha, anota p não esquecer ou deixa salvo aí bom curso.

  6. já enviei meus dados e foto para credencial vcs precisam algum documento tbm para diploma psicanalista,fico aguardo da documentação.

  7. Bom dia,recebi toda documentação,muito obrigado,vou aguardar o curso de Psicanálise integrativa,um ótimo sábado para todos vcs.

  8. Boa tarde!!
    Venho através deste agradecer a oportunidade que vcs vem nos dando oportunidade para nós sejamos profissionais no ramo da psicanálise clínica,em breve estarei pedindo o certificado e a credencial.

  9. Preciso de outro curso para fazer psicanálise com vocês, para legalmente atender pessoas?

    1. Bom dia!
      Sim. É necessário realizar o curso de Psicanálise Integrativa (estará disponível na plataforma para os concluintes em breve).

  10. A escola fornece a análise e o estágio; contemplando o tripé psicanalítico e caso; alguém já possua a formação e queira; apenas a certificação palpável.. como se daria este caminho?
    Muito obrigado…
    Deus os abençoe!

    1. Todos os cursos dispostos por ser on line já estão disponíveis lembrando que para fazer psicanálise interativa precisar ter concluído a psicanálise clínica e o processo de matrícula é o mesmo, espero ter ajudado.

      1. Gostaria de saber por que eu tou matriculada no curso de psicanálise clínica eu completei o questionário ele diz que falhou na nota. Atenciosamente Marilândia Veloso Lima boa tarde!!

  11. Bom dia, A credencial, para quem fizer psicanalise clinica e integrativa é uma única credencial?

  12. boa noite minha neta pegou e fez a prova ,pois tive sai as presa e ficou quieta fui abri e reprovou
    acabou o tempo e o que faco agora

  13. Me interessei pelo curso, como e onde efetuar o pagamento?
    Poderei atender depois que concluir o curso?

    1. Bom dia!
      Após realizar os cursos de formação em psicanálise clínica, psicanálise integrativa e passar pelos módulos de analise didática e supervisão, sim.

    1. Entre o ego d o id é que o ego acata l princípio da realidade diferenciando do que é da mente e o que é do mundo externo.

    1. Se eu atingir o limite da quantidade de tentativas e não aprovar em dos questionários, devo continuar? Ou não terei condições de concluir o curso?

  14. Estou feliz em ter concluído o Curso de Psicanálise Clínica Pelo Instituto IEVI Agradeço a todos que fazem o referido Instituto. Por terem repassado todos os conteúdos gratuitos. Outrossim parabenizo a todos que fazem o IEVI pela alta
    responsabilidade com os alunos.
    ATT: José Augusto dos Santos

  15. GOSTEI MUITO DO CURSO E JÁ TERMINEI AGORA QUERO SABER COMO FAÇO PARA PAGAR ESTE CURSO, SE POSSO PAGAR PARCELADO NO BOLETO OU NÃO.

  16. Bom dia.
    Sou bacharel em Direito e me matriculei nos cursos de Psicanálise Clinica e Integrativa.
    Gostaria de receber um norte preciso em relação a como atuar como Psicanalista.
    Obrigado pela atenção.

    1. Bom dia!

      É necessário realizar os módulos práticos de analise didática e supervisão (estágio), para os alunos que não possuem experiência.

      Att,
      IEVI

  17. Eu lido com pessoas na minha ,e são tantos problemas é uma infinidade de diversidade e eu tento solucionar com o dom que Deus me deu ,mais achei que deveria ir além então pedi a Deus direção ,é eu creio que pode ser aqui ,então estou aqui buscando capacidades

  18. Qual é o prazo mínino para conclusão dos tres cursos que compõem o tripé para atuar como Psicanalista Clinico? E se o aluno concluir antes do tempo previsto na carga horária o que acontece no caso da solicitação do pedido do diploma e da credencial?

  19. Tenho interesse em fazer o curso de psicanálise clínica. Essa oportunidade é maravilhosa. Enfim vou fazer o curso.

    1. Não há Conselho de Psicanálise no Brasil. Você como Psicanalista, não tem obrigação de se filiar a qualquer órgão público. O Psicanalista não é subordinado a qualquer órgão de fiscalização profissional.
      Conselhos são criados por leis federais. Se não houver lei criando-os eles não podem existir, pelo menos não terão poder fiscalizador.

      1. Bom dia! Estou muito feliz por ter essa oportunidade, sempre sonhei em ser uma terapeuta. Muito obrigada!!

      1. Boa tarde
        Meu curso de formação é Bacharel em Serviço Social, especialização em Serviço Social e políticas públicas; gostaria de saber se no término desse curso de psicanálise Clínica eu já posso montar minha clínica?

  20. Estou em andamento com o curso, desde já tenho obtido um conhecimento excelente, cada dia mais me interesso pela temática. Recomendo! Curso para vida! Parabéns aos envolvidos.

  21. Deixo aqui meus agradecimentos atodar equip de professores colabradores pesquisadores em fim toda logistica, para poder presta um exelemte trabalho atodos que queram desevolver suas atividades como um profisional na area da psicanalise O Brasil esta precisando de eselentes profisionas nesta area da saude;pastor jose de sousa

  22. Trabalho com crianças, em oficina de artes. O objetivo das minhas oficinas é o desenvolvimento da crianças em vários aspectos. Procuro fazer um trabalho de excelência, buscando sempre conhecimentos e experiências que possam me auxiliar nessa área. Trabalho com jovens e crianças a 20 anos. Gostaria muito de entender a expressão das crianças através da arte, isso significa muito pra mim, pois me ajudará a atendê-lo da melhor forma. Sou formada em Artes Plásticas e pós graduada em Arte Educação. Agora gostaria de saber se posso atuar também como Psicanalista em meu trabalho (particular) e de que forma posso usar esse conhecimento.

  23. Excelente curso oferecido pela IEVI. Concluir o curso formação em Psicanálise, e já obtive o certificado. Sigo fazendo outros. Estou satisfeito!!!

  24. Curso campeão em excelência vale a pena cada parágrafo para quem realmente quer aprender e enriquecer seus conhecimentos.

    1. ola boa noite, eu conclui o meu hoje. voce recebeu seu certificado e credenciais.

  25. Estou concluindo Bacharel livre em teologia é possível que eu faça o de psicanálise!

  26. Muito feliz em ter escolhido o IEVI para fazer o Curso de Formação em Psicanálise Clínica! Conclui essa primeira etapa, hoje, 17 de maio de 2023! Um universo de conhecimentos teóricos e tudo muito bem elaborados para o aluno aprender sem dificuldades! Este curso está sendo um divisor de águas em meu caminhar, para o meu auto conhecimento e para meus propósitos futuros! Pretendo me inscrever no Curso de Formação em Psicanálise Integrativa, enfim, também a de análise e supervisão para atuar com precisão! Deus me ajude em todas as etapas, pois este é o ambiente (virtual EAD) certo! Gratidão ao site e todos os envolvidos nessa missão!

  27. No contexto da psicologia, o ego além de fazer parte da personalidade humana, está mais relacionado ao caráter ou seja, a forma como a pessoa se comporta ou pensa.

  28. quero parabenizar toda equipe pelo farto material que envolveu esse curso, abrindo o entendimento, sobre o psique e as varias faces de cada individuo, parabéns

  29. Sou brasileira mas moro na Argentina então não pago impostos no Brasil. Só tenho numero de registro que me derão no cartório e número de passaporte. Com estes números posso obter a credencial de psicanalise clínica ou não são os requeridos?

  30. Show, vou aproveitar a oportunidade e me matricular para aprender mais sobre o ser humano.

  31. Anteriormente eu tinha receio de estudar psicanalise ou qualquer curso que fosse voltado para mente humana, pois via como algo muito complexo. Mas agora, percebo que minha mente simplesmente estava bloqueando algo que hoje vejo como uma matéria bem interessante e prazerosa.

  32. Sonhar e realizar o meu sonho de ser psicanalista clinica, é muito bom. Glorias a Jesus!

  33. A 5 anos estudo psicanálise e agora terminei este curso e pretendo atuar .
    Este curso me ajudou bastante , pois já trabalho na área social com publico evangélico como Pastor e agora terei oportunidade de agregar um ao outro quando necessário.
    Grato a Deus e ao instituto.

  34. Eu estou fzendo este curso. Sou Terapeuta Holístico e a Psicanálise é uma áarea a qual sempre quiz atuar

    1. Pelo visto Freud nos apresenta, como na alegoria da caverna de Platão, que nosso eu verdadeiro e o mundo real é o inconsciente… Já aquela ideia da vida na qual nos manifestamos é apenas uma fração do todo… E o conflito entre estas crenças causam os problemas psíquicos na humanidade.

  35. Achei interessante e resolvi me inscrever fiz Curso de Terapeuta e quero agregar.

  36. Estou gostando muito do curso de formação em psicanálise. Porém, estou tendo que ler no próprio site. Queria baixar (download) pelo menos os e-book, para imprimir e reler várias vezes. Aprendo mais no papel, do que na tela do celular (ou computador). Tem alguma botão, para o download?

  37. Esse curso tem apenas a parte teoria e a avaliação. Mas e a parte de clínica supervisionada? Como fica pra prática?

  38. Pelo visto Freud nos apresenta, como na alegoria da caverna de Platão, que nosso eu verdadeiro e o mundo real é o inconsciente… Já aquela ideia da vida na qual nos manifestamos é apenas uma fração do todo… E o conflito entre estas crenças causam os problemas psíquicos na humanidade.

  39. Estou amando o curso, tem qualidade, e a plataforma é excelente.Os estudos são rigirosos e transnitem nuito conhecimento. Recomendo esta conceituada Instituição.Farei outros cursos.Tenho 65 anos, sou formada em Letras Português/ Inglês e respectivas Literaturas.Tenho pós-graduação em Gestão e Supervisão(360h), Teoria Literária(360h)(Tutoria no Ensino EAD(360h), Psicopedagogia Institucional, Clínica e Hospitalar (660h) e estou cursando a formação em Psicanálise Clínica

  40. Já conclui o curso psicanalise clinica breve requisitarei o certificado e credencial!

  41. Hoje concluí este curso de “Formação em psicanálise clínica”,que me agregou muito conhecimento, pois possui um
    ótimo conteúdo, metodologia. Agradeço, primeiramente, a Deus por me permitir a isso e ao IEVI por proporcionar conteúdo tão rico e organizado numa plataforma muito bacana. Já solicitei meu certificado.
    Gratidão!!!

  42. Já participei de vários cursos, com certeza esse está entre os melhores, ainda estou no inicio, mas já estou impactado com o conteúdo, estou na primeira etapa A origem da psicanálise.

  43. Comecei o curso a dois dias. Realmente está né surpreendendo muito.
    Sou Antropologo.
    Tenho especializações em: Neurociência. Neurolinguística. Neuropsicologia e Psicologia Organizacional. O curso de vocês é excelente. Parabéns.

  44. A psicanálise nos mostra como resistir os traumas vivenciados, por meio de um sentimento bom, ela nos cura.

  45. Quero deixar aqui o meu agradecimento ao Instituto Videira pelo curso que realizei. O formato do curso, o poder fazer e pagar apenas o certificado e a credencial… foram fundamentais para que eu conseguisse conclui-lo e, com isso, realizar um sonho.
    Muito obrigada!

  46. Recomendo este curso. O programa está muito bem pensado e organizado. A plataforma é bem amigável e, sobre tudo, a orientação pelo zap é rápida e muito cordial. Estou feliz com meu certificado. Nào tive problemas para solicitar nem para pagar pois o soporte estava sempre disponível. Apenas conclui o pagamento me mandaram o certificado. Obrigada!

  47. A psicanálise é uma abordagem intensa, que com o decorrer do tempo o paciente consegue transferir suas emoções ao terapeuta. Esse curso está me proporcionando fazer uma autoavaliação da minha vida.

  48. Olá, gostaria de fazer o curso, poderei atuar como psicanalista clínica? Gostaria de saber como faço o estágio supervisionado, se vocês nos colocam para fazer? Como é? Quero abrir meu consultório. Ninguém tá respondendo o WhatsApp.

  49. Excelente curso. Ótimo material. Bem objetivo e bastante rico em conteúdo. Parabéns à IEVI

  50. Curso muito bom, com informações uteis e direcionadas para a formação em psicanálise clinica, além da forma didática ágil preconizado pela moderna pedagogia.
    Parabéns a equipe

    1. Boa tarde, meu nome é Laura, sou de Canoas/RS, estou começando o curso hoje, espero conseguir alcançar meus objetivos ao me matricular no curso, ou seja conhecer o pensamento freudiano.
      E sua aplicação no tratamento dos pacientes. Portanto, vamos começar..

  51. “Que a luz que nos guia , seja mais forte que a luz que nos cerca “

  52. FIZ O CURSO E SALVEI TODO MATERIAL É MUITO IMPORTANTE PARA LEITURA E TIRAR DUVIDAS, O CURSO É BEM COMPLETO PARA QUEM REALMENTE QUER FAZER PSICANÁLISE O MATERIAL E MUITO BOM.

Os comentários estão fechados.