Formação em Psicanálise Clínica

Formação em Psicanálise Clínica

This content is protected, please login and enroll course to view this content!

152 comentários sobre “Na prática

  1. O complexo de Édipo é um termo usado por Freud em sua teoria de estágio psicossexual do desenvolvimento para descrever os sentimentos de um menino.

    Responder
    1. Como identificar o complexo de Édipo
      Sentimento de grande afeto à mãe;
      Sentimentos negativos em relação ao pai, podendo haver sentimento de ódio;
      Maior interesse pelo órgão sexual;
      Ciúme excessivo quando os pais estão juntos;
      Atitudes agressivas em relação ao pai, já que o enxerga como rival;

      Responder
      1. Isso estava dentro dele, a morte do pai a traição do seu tio Claudio foi a faisca para incendiar, tudo que estava recalcado, veio para fora como forma de surto, e o descontrole ciumento em querer tomar o lugar do seu pai , sendo amante de sua mãe, desencadeou esse complexo de Édipo.

        Responder
          1. Ao falar de Edipo os psicanalistas entendemos que se trata de uma fase primordial (antes da resolução do Édipo) e de uma fase secundária (depois da resolução do Édipo).

      2. Como sabido, Freud se instala em um período de uma cultura conservadora, assim como, os temas ( textos ) citados na avaliação. Portanto, o pai tem um papel social bem delimitado. Porém, na contemporaneidade o fator castrador pode se apresentar de muitas formas – trabalho, outros entes familiares, etc- contudo, permanecendo os mesmos fatores da formação do EU no Complexo de Édipo.

        Responder
    2. Freud acentua que Édipo e Hamlet têm raízes no impulso incestuoso e parricida. No Édipo, porém, a fantasia infantil imaginária subjacente ao texto é exposta e realizada enquanto que, em Hamlet, a fantasia permanece recalcada e só ficamos cientes de sua existência por meio de suas conseqüências inibidoras.

      Responder
    3. O complexo de Édipo retrata a forma de como a criança passa a lidar com seus gesto em relação ao seu comportamento ,pode ate evoluir dentro da criança um amor excessivo pela mãe e odio pelo pai …

      Responder
    4. Um individuo só fica sabendo do seu desejo recalcado, por meio de suas consequências inibidoras. Assim, sem saber lidar com esses problemas, começa a sofrer com as neuroses,

      Responder
    5. O Complexo de Édipo é um conceito central na teoria psicanalítica desenvolvida por Sigmund Freud.
      Ele descreve um conjunto de sentimentos e conflitos que surgem durante o desenvolvimento infantil e tem um impacto profundo na formação da personalidade e na maneira como os indivíduos relacionam-se com os outros ao longo de suas vidas.
      Outro aspecto importante é que o Complexo de Édipo é nomeado em homenagem a Édipo, um personagem da mitologia grega que, sem saber, mata seu pai e casa-se com sua mãe.

      Responder
    6. Interessante observar o desfecho das duas histórias. A realização do desejo de Édipo e a frustração do desejo de Hamlet. Porém deve-se lembrar que no momento da consumação dos fatos Édipo não sabia que assassinou o próprio pai nem que a rainha era sua mãe.

      Responder
  2. NA PSICANÁLISE ,O COMPLEXO DE ÉDIPO,E UM CONCEITO CRIADO PELO PSIQUIATRA SIGMUND FREUD,ESSE AMOR,SEGUNDO A TEORIA PSICANALÍTICA,TRADUZ UM DESEJO INCESTUOSO DA CRIANÇA PELA SUA MÃE,NUMA FASE DENOMINADA FÁLICA,OU SEJA,DOS 3A 6 ANOS.

    Responder
    1. Verdade é algo que nos tempos de hoje tem se corrompido bastante. Amar hoje se torna um tabu e as vezes quem a gente se torna até mesmo preconceito

      Responder
      1. O menino na psicanálise esta fantasiando, algo que pode não ter existido, e ao mesmo tempo algumas atitudes de seu tio e sua mãe pode ter deixado o menino em sua confusão imaginaria.

        Responder
  3. No século 19 havia muitos exercícios de apresentação do comprexo Édipo em amplas visões da vida humana com o sexo femenino, não traz bons estimulo para que a criança após o seu psiquê ,na existência da psiquasalise de um todo,por sua vez Freud então concluiu as suas ubjetividades de apresentação de cada análise experimental do seu recalque sublimados.

    Responder
  4. No complexo de Édipo, a mãe é o objeto de desejo do menino e o pai (ou a figura masculina que represente o pai) é o rival que impede seu acesso ao objeto desejado

    Responder
  5. Neste caso o menino não purniu o réu que assassinou seu pai, porque ele alto se avaliou que estaria numa situação bem pior que o réu, por desejar a mãe e o trono.

    Responder
  6. No complexo de Edipo há o conflito entre o id e o ego, culminando no surgimento do superego.
    Quando o rapaz se vê na mesma situação do seu tio, desejo pela mãe e pelo trono, ele tem um bloqueio que o limita em certas atitudes.

    Responder
  7. Freud recorre ao teatro Shakespeariano de Hamlet para aplicação teórica e analítica usando-o como metáfora do inconsciente que fala de desejos e proibições. Como consequência, o complexo de Édipo traz a ideia de sintomas como substituições do proibido e do esquecido, do recalcado.

    Responder
    1. Ao recorrer ao teatro Shakespeariano, Freud se utiliza da metáfora para abordar a representação do aparelho psíquico : O ego, o id e o superego. A interação entre os aparelhos, confunde as atitudes de Édipo, ele se vê em situações nas quais essas representações tomam contam do seu inconsciente desordenando o seu Eu, liberando impulsos que o levam a cometer atitudes irreparáveis, que consequentemente o prendeu as suas fantasias.

      Responder
  8. Nesse caso,hamlet não concluiu pq foi como se visse ele próprio no espelho, identificando -se com o tio,com os mesmos desejos e proibições.
    Acredito que num “ápice de pensamento”,ele consegue se impor à esse sentimento e bloqueia o desejo de assassinato.

    Responder
  9. Freud, em seu contexto mais uma vez demostra o complexo de Édipo como grande formador na opinião de Hamlet em seu autor Shakesper por meio de suas consequências.

    Responder
    1. Já tinha lido essa historia na infância mais não dentro desse contexto de Freud. Lendo agora sobre a analise do complexo de Édipo de Freud, achei impactante .

      Responder
  10. Houve um certo medo por parte do menino , em ainda estar em dúvida como agiria diante de um fato triste como aquele.

    Responder
  11. O homem tende a interpretar muitas vezes as situações de maneira que agrada a si mesmo.
    O complexo de Édipo trás a existência o que existe dentro do ser humano.

    Responder
  12. É no complexo de Édipo, é que se dá inicio à contrução da personalidade e interação com o meio social.
    A ruptura, o saber qual o seu lugar a ocupar na relação, traz junto à dor, crescimento e discernimento de uma vida independente que se inicia.

    Responder
  13. Hamlet, aí que me parece, é um dos textos mais significativos para estudos psicanaliticos. Em diversas pesquisas, observei que não apenas Freud, mas diversos autores da psicanálise discursa em cima de Hamlet e suas perturbações. Na verdade, Hamlet define em si toda a metapsicologia, e fala não só do complexo de Édipo, como sobre id, ego e superego, além do narcisismo primário. Em seu id, ele deseja matar o tio, que usurpa o trono, mas trava uma batalha moral com seu superego, uma vez que se deseja o trono, sua mãe seria a rainha e o próprio Hamlet o rei. Mas em sua mente, isso se torna incestuoso, o iddeseja o trono, mas o ciúmes que nutre por sua mãe o faz rete-la para si. Ou seja, deseja se livrar do tio,e tomar a mãe como sua rainha. O seu ego o repreende, o superego julga, e ele recalca suas próprias emoções, o que na história explica sua histeria e a depressão com a morte do pai.

    Responder
  14. O homem muitas vezes se vê como senhor das causas ,achando-se que ele é o cara e que no fundo não passa de um sujeito cheio de complexo.

    Responder
  15. O reconhecimento das limitações da vida sendo na verdade um tema que envolve a sexualidade, é uma das principais funções do complexo de èdipo. Freud compreende que não se restringe somente a isso e trabalha questões com a dificuldade de lidar com as frustrações a partir do período edipiano.

    Responder
  16. O papel que os personagens possuíam em relação a estrutura do sujeito que transcorriam em categorizar os indivíduos componentes de tais obras como sujeitos que carregavam consigo esse complexo e suas correlações a questão psiquica,traziam os desfeiches comportamentais que Freud descrevia não levando relações de tempos ou epocas,extraindo a real origem da vida enque viviam nestas épocas.

    Responder
  17. Para a Psicanálise o Complexo de Édipo é o processo na formação da personalidade pelo qual toda pessoa passa. O que ocorre, em algumas pessoas, é o entendimento do “amor do pai” ou “amor da mãe” pelo filho(a). Em muitos casos, há que ser trabalhado esse contexto, pois há dificuldades em relacionamentos amorosos por não terem sido muito bem elaborados na criança, gerando traumas que impedem o sentimento de prazer ou realização sentimental.

    Responder
  18. A estrutura do sujeito, neste caso, quanto ao papel dos personagens, transcorriam de maneira a categorizar os indivíduos que eram os componentes das obras ,na qualidade de sujeitos que carregavam esse complexo e as sua relações no psiquico, aqui eles traiam os desfeiches comportamentais que Freud descrevia.

    Responder
  19. diante diante do desejo reprimido ele chega a conclusão que o desejo de vingança o tornou tão impuro quanto ão seu tio

    Responder
  20. O complexo de de Édipo é um conceito defendido por Sigmund Freud, se refere a uma fase de desenvolvimento psicossexual da criança, chamada essa fase de “fálica”, que onde começa a sentir desejo por sua mãe e ódio e ciúme por seu pai. Este complexo acontece nos meninos, já nas meninas acontece o complexo denominado e “Electra”.

    Responder
  21. Ao nascer a criança não nasce com a psique pronta, nasce apenas com o Id, depois vai estruturando o Ego e Superego, somos os únicos seres totalmente dependente ao nascer, necessitando de total cuidados e aprendizagem ,a mãe normalmente é o primeiro contato direto, é compreensível o Complexo de Édipo termo usado para descrever os sentimentos de desejos do menino pela sua mãe ,querendo atenção e afeto com exclusividade, consequentemente vê seu pai como rival por ciúmes ,em ter que dividir atenção, etc. Segundo Freud o Complexo de Édipo tem um papel muito importante na fase fálica do desenvolvimento psicossexual.

    Responder
  22. Ao analisar a obra Hamlet Freud demonstra o fundamento de sua obra a interpretação dos sonhos evidenciado que muitas das neuroses são decorrentes dos conflitos internos enfrentados pela pessoa que podem ter origem em sua primeira infância ou mesmo da sua relação com os pais, em especial com a mãe, e daí surge o complexo de édipo que foi analisado por Freud, e passou a ser considerado pela psicanálise na busca de respostas que possam ajudar as pessoas a enfrentarem doenças que lhe atormentam. A interpretação dos sonhos é base para aquele que queira exercer a função de psicanalista, onde muitas respostas podem ser encontradas.

    Responder
  23. Em seu contexto demonstra o complexo de édipo, o que existe dentro do ser humano..usando do inconsciente os sintomas..

    Responder
  24. As obras literárias nos auxiliam a respeito das ações em sociedade. Os personagens são representantes da sociedade.

    Responder
  25. Acho que desejo ou sonho que alimenta essa criança à ponto de realizar, uma boa colocação do psiquiatra Freud

    Responder
  26. O Édipo está relacionado à realização dos desejos, ao nascimento do sujeito, na compreensão do outro-alteritário, como superego e do inconsciente sistemático. Ao resolver o Édipo, deixando o desejo pela mãe e os ciúmes dos pais, evitamos certas patologias.

    Responder
  27. segundo Freud, existe uma mecanismo de repressão universal responsáveis por produzir na infância todas as formas possíveis de estrutura psíquica o que então explica porque da tragédia grega surgiu o complexo de Édipo.

    Responder
  28. mundo cheio de fantasia conceito teorico psicanalistico estrutura do sujeito neorotico psicotico obras literaria classica riquezas das relaçao humana identificaçao universal

    Responder
  29. O príncipe se autoavaliou e, por entender, que era neurótico e que era tão pecador quanto Hamlet hesita em consumar a vingança de seu próprio tio, assassino de seu pai.

    Responder
  30. A Shakespeare o drama Hamlet é uma poderosa obra para material de estudo sobre o comportamento e a mente humana e sobretudo sobre algumas patologias psíquicas.

    Responder
  31. Hamlet traduz o fato de que somos seres apaixonados e que nossas ações são baseadas em paixões e que todo o nosso comportamento e fruto de uma criação cultural e convívio social.

    Responder
  32. O poder que ele sentiu que perdeu , muito das vezes o individuo sem entender que niguem perde ou ganha chega neste estagio .
    Tudo que nao e bem compreendido em nossas mentes , o corpo valida .
    Portanto e muito importante para que possamos avaliar o porque cada individuo chega nesta patologia .
    O complexo de Edipo descrito por Freud , nos relata a importancia do AMOR entre os individuos e a falta de compreensao dos mesmos

    Responder
  33. A peça textual e teatral traz uma fantasia imaginária infantil por trás do texto, qual é despertada e realizada como em um sonho, onde se toma consciência de sua existência por meio de suas consequências opressivas.

    Responder
  34. O que levaria uma pessoa a se manter fixada no inconsciente a um elemento infantil?
    A regressão de tal elemento. Reprimir é conservar. Toda vez que a gente reprime um desejo, ou seja, toda vez que a gente expulsa um desejo do nosso campo de consciência e finge que ele nunca existiu, o desejo começa a exercer ainda mais influencia sobre nós, pois passa a habitar uma região da nossa mente que a gente não controla: o inconsciente.

    Responder
  35. O complexo de Édipo pode se manifestar em variados momentos da nossa vida . A necessidade de desapego e controle das nossas emoções e desejos para se ter uma saude mental!

    Responder
  36. A historia de Hamlet é também uma narrativa que nos remete às questões fundamentais da Psicanálise. A morte do pai recupera o desejo recalcado, mas não esquecido, pela mãe. Hamlet se vê no tio e, por isso, não castiga. Reconhece no tio o desejo pela mãe, cuja separação o faz renunciar ao princípio do prazer e o encaminha para a vida em sociedade.

    Responder
  37. O Edipo descrito , ele está associado a sentimentos de um menino pela mae ou seja a atração e ao seu pai repulsa; e o desejo pela mãe, aonde se encontra que o ciúmes do Pai.E como o menino visse o Pai como Rival ,Para querer atenção e o afeto da mãe. OU SEJA UMA RIVALIDADE.

    Responder
  38. A fase fálica, que é a fase de desenvolvimento psicossexual da criança, vai dos 3 aos 6 anos de idade, nos meninos ocorre uma maior aproximação e idealização da figura materna e também o desenvolvimento do sentimento de amor por ela e ciúmes do pai, chegando a considerá-lo um rival. Esta fase é determinante do comportamento na fase adulta, principalmente no que diz respeito à identidade do sujeito e ao comportamento sexual.

    Responder
  39. Freud utiliza o conceito edipiano, para explicar os desejos primitivos reprimidos desde a infância, e que volta e meio atormenta o personagem.

    Responder
  40. Li no comentário algo que também obtive a mesma visão, a a questão do complexo de Édipo, a figura da Mãe, o objeto de desejo.
    A figura do pai sendo o seu rival ao qual impede o acesso do objeto desejado.
    Assisti um documentário que tratava a realidade naquela época, ao qual Freud enfatizou e certamente uma das suas maiores observações.

    Responder
  41. Hamlet sofreu um arrebatamento do superego ao se deixar conduzir por suas autorrecriminações, pois não conseguiu se vingar do homem que matou o seu pai e tomou o lugar do monarca ao lado da sua mãe, objeto de doloroso recalque para Hamlet. Em contrapartida, no “Oedipus” o id vence a batalha: a fantasia infantil é vivenciada tal como num sonho.

    Responder
  42. Hamlet não matou seu tio, uma vez que em seu recalque esse era seu desejo por meio do complexo de Édipo, por isso hesitou matar seu tio.

    Responder
  43. Na forma desde concepto complexo do Édipo tem uma analises em o processo neurótico onde o pai é morto e tem essa necessidade de relatar a verdade, mas que isso não toma a iniciativa de matar o tio mas tem essa forca de expressar seus sentimentos.

    Responder
  44. O complexo de edipo é um fenomeno descrito pelo psicanalista em que a criança desenvolve sentimento amoroso pela sua mae e um sentimento de raiva e ciumes pelo seu tio.

    Responder
  45. A peça teatral escrita por shakespeare dramaturgo inglês revel a o recalque da sua própria infância ou seja o complexo de édipo entra na trama seu filho descobre que o seu pai não teve uma morte natural e sim foi envenenado pelo seu irmão. na trama revela se uma neurose e desejo incesto, causado por uma fantasia infantil imaginaria. Pois o complexo de édipo é uma fantasia onde o filho deseja a mãe e se torna rival do pai.

    Responder
  46. O complexo de Édipo é de explicado por Freud , na narrativa, como o manifesto de um menino na época, desenvolveu desejo pela mãe, e ódio pelo pai, sendo o oposto um do outro, causando essa trajedia

    Responder
  47. O complexo de édipo mostra o desejo pecaminoso na forma de incesto.
    é uma fase do desenvolvimento psicossexual da criança do sexo masculino, que se caracteriza quando esta começa a sentir uma atração sexual, pela figura materna.

    Responder
  48. Em Hamlet, mostra-se questões familiares, mas se observado atentamente, podemos constatar o id, ego e superego em ação.

    Responder
  49. Na prática a Psicanálise utiliza-se da linguagem falada e/ou escrita como forma de construção dos princípios práticos da análise em sua práxis. Nela o sujeito é constituído como elemento do discurso, viabilizando o trabalho com o inconsciente. Assim a psicanálise utiliza da literatura como a arte de criar e recriar textos ligados as dinâmicas psicanalítica, a exemplo do complexo de Édipo que externaliza os desejos reprimidos de crianças dos filhos pela mãe.

    Responder
  50. No caso, o príncipe em seu superego conseguiu fazer uma autoanálise e perceber que agindo da mesma forma que seu tio se tornaria igual a ele e isso acabou inibindo seus desejos iniciais.

    Responder
  51. Na prática, não é à toa que os filhos e filhas costumam ser mais apegados a figura materna, além do aconchego e do calor materno, também há a sensação de proteção incondicional. Entendo o complexo de Édipo por algo mais profundo que desejo, há também uma sensação inconsciente de gratidão pela vida.

    Responder
  52. Hamlet é a obra que expõe os desejos do filho em seu complexo de Édipo, satisfeito através do tio. o fazendo sentir culpado em seu insconciente indigno de punir alguem que insconciente julga ser tao ruim que ele.

    Responder
  53. Para Freud o complexo de édipo na fase genital, podem eclodir sintomas neuróticos, a aversão às autoridades é outra ocorrência que chama a atenção nessa etapa da vida, no que diz respeito ao adolescente na escola, a figura do professor passa a ser como a figura do pai, e aí passa a ser o alvo de representações transferenciais, normalmente negativas.
    No caso da obra de Hamlet podemos identificar esse complexo perfeitamente.

    Responder
  54. O complexo de edipo é uma das teorias da psicanálise que descreve a atração que os filhos sentiriam pelo genitor do sexo oposto, ao mesmo tempo em que rivalizaria com o do mesmo sexo

    Responder
  55. Ainda hoje, depois de séculos ocorre o famoso complexo de édipo através de circunstâncias mais atuais. Na verdade penso que a relação do filho com a mãe em todas as culturas não se compara com a intimidade que qualquer filho teria do pai. A relação de um filho com a mãe é visceral, Ele nasceu da própria carne da mãe. A criança abre os olhos ao mundo se alimentando do leite que sai do seio da mãe. Ele desde quando nasce sente o cheiro da mãe, ouve a voz aconchegante e melódica da mãe, pela própria natureza a voz masculina tem uma tonalidade mais áspera e irritante. Sobre tudo isso ainda vem a cultura machista que estamos inseridos. Realmente não há como comparar a delicadeza de uma mãe com a rudeza dos movimentos de uma pai (isso constatado pela própria natureza).

    Responder
  56. Pelo que eu entendi.
    O processo de Édipo é o desapego da criança do colo de mãe até a vida adulta.
    Também fala dos desejos e personalidades que isso gera.

    Responder
  57. O pessimismo, a indecisão, o fatalismo, o relativismo e a vingança podem ser indícios de quem vive sem amor, o qual não se revela porque não há vida, ou porque dele se fez descrente. Essa pode ser uma das lições de Hamlet o fantasma das desilusões que acompanha a vida.

    Responder
  58. O complexo de Édipo aflora sentimentos recalcados, coloca o sexo oposto como foco de sensações de prazer, e ao mesmo tempo rechaça a possibilidade daquele de seu mesmo sexo, competindo por ocupar seu lugar. Hamlet se encontra em sentimentos confusos de amor e discórdia, em meio à decisões, e pensamentos dúbios.

    Responder
  59. É interessante perceber como os sentimentos do complexo de Édipo acontecem. Na ficção, estes sentimentos são sempre destacados pela arte da obra, enquanto na vivência estes parecem velados, mas estão lá.

    Responder
  60. Como é interessante os estágios da criança,ela passa por desejos proibidos eu acredito que o psíquico se abala e causas traumas!

    Responder
    1. O complexo de Édipo é o desejo ou o afeto do menino com a sua mãe. Que pode se tornar neurose na vida adulta por se reprimir da
      vontade de tomar o lugar do pai quando criança.

      Responder
  61. No complexo de Édipo há grande afeto do menino para com a mãe.O sentimento em relação ao pai é de rivalidade gerando ciúmes quando o pai e a mãe estão juntos. Esses amor traz um desejo o incestuoso da criança pela mãe.(fase fálica).

    Responder
  62. De acordo com a psicanálise, o Complexo de Édipo surge entre os 3 e 5 primeiros anos de vida da criança. A partir da relação que Freud faz com a lenda grega, nesta fase se desenvolve um “desejo incestuoso” da criança pela mãe, ao mesmo tempo que cria uma relação de conflito e disputa com o pai.

    Responder
  63. É evidente diante do exposto que alguns traumas, aspirações de infancia poderá causar problemas na fase adulta.

    Responder
  64. A psicanálise é apenas uma das muitas ferramentas que os estudiosos têm para compreender e interpretar a complexidade das obras literárias e seus personagens.A teoria analítica de Freud é baseada em conceitos como o inconsciente, o complexo de Édipo, os mecanismos de defesa, entre outros. Ao aplicar essas ideias a Hamlet, podemos explorar a psique do protagonista e compreender suas motivações e conflitos internos.

    Responder
  65. Freud utilizou personagens e trechos da dramaturgia shakespeariana, revelou as motivações inconscientes destes personagens, abordou conflitos psíquicos, e comparou modelos de sentimentos edipianos.

    Responder
  66. O que aconteceu na dramaturgia de Shakespeare, tem-se a impressão que Hamlet vivia uma neurose, fixado na mãe, desejando o lugar do tio, que antes fora o lugar do pai. Um caso patológico de acordo com Freud.

    Responder
  67. O complexo de Édipo mostra uma emoção natural humana denominada de ciúme em que o medo de perder a atenção da mãe para o tio e passa viver em prol disso.

    Responder
  68. Este módulo do curso abre-me uma visão até então inexistente. Como é fascinante olhar os textos e enredos literários sob a ótica das teorias Freudianas. No caso de Hamlet, observamos o complexo de Édipo mal resolvido sendo trazido a tona diante do ocorrido.
    O jovem viu seus desejos mais profundos sendo inconscientemente revelados em sua falta de atitude. O desejo interno de retomar o lugar do pai ( que na infância “fora seu”), o paralisou. Talvez porque de maneira inconsciente não se sentisse menos vilão do que o malfeitor, pois desejava no seu intimo o mesmo que ele.

    Responder
  69. Complexo de Édipo é uma fase do desenvolvimento psicossexual da criança do sexo masculino, que se caracteriza quando esta começa a sentir uma forte atração pela figura materna e se rivaliza com a figura paterna.

    Responder
  70. o complexo de Edipo e carregado de sentimentos tais como: o desejo do poder, autoridade, repreensão, dominio e desejos

    Responder
  71. No complexo de édipo a visão que o filho tem do pai é de um competidor, que deseja o mesmo objeto que ele no caso a mãe.

    Responder
  72. Se no desenvolvimento da criança, não houver um corte edipiniano “bem sucedido”, veremos resultados conflituoso no comportamento do indivíduo.

    Responder
  73. Importante esse pensamento de fôrma está tese humana na fazer adulta de ser na e história da humanidade e pessoal a pessoa de cada um pessonaguens da vida real.

    Responder
  74. Freud acentua que Édipo e Hamlet têm raízes no impulso incestuoso e parricida. No Édipo, porém, a fantasia infantil imaginária subjacente ao texto é exposta e realizada enquanto que, em Hamlet, a fantasia permanece recalcada e só ficamos cientes de sua existência por meio de suas conseqüências inibidoras.

    Responder
  75. Interessante é onde Freud vai buscar base para suas teorias. A literatura Clássica lhe trás confirmações do pensamento e sentimentos humano. Fases psicológicas, recalque, desejos reprimidos. A personalidade que forma a partir da percepção do objeto de prazer. A primeira aparição do ciúme. Impulsos primitivos e a formação do libido. Fantástico.

    Responder
  76. A cada tema passado aqui, percebo a importância de aprofundar mais, hoje foi muito forte em relação em reviver a infância, você analisa Freud e faz uma analise da sua, como espécie de comparação, sinto em formação realmente pra essa missão.

    Responder
  77. O complexo de Èdipo se caracteriza por uma faze onde a criança do sexo masculino começa a ter uma forte atração pela figura materna e quase nenhuma pela figura paterna, acontece entre os 3 a 6 anos de idade. para a psicanalise o fato de se estar essa situação muitos filhos por não terem sidos ensinados por seus pais principalmente pelas suas mães a serem homens assim quando chegam na vida adulta ja chegam sem a identidade sexual adequada ao seu gênero natural e comportamental como ficaram ligados a mãe passam a terem um ódio contra ao seu pai natural. Pelo que tange Freud o homem é ensinado a ser e agir como homem e a mulher é ensinada a ser e agir como mulher, quando há discrepância nessa ação se caracteriza por uma identidade falsa e não natural humanamente e psicologicamente falando.

    Responder
  78. No caso da obra percebemos claramente o fato não resolvido, veio a tona os desejos mais profundos do jovem…Ele desejava o lugar do tio que no trama ocupava o lugar do seu pai.

    Responder
  79. As teorias psicanalítica de Sigmund Freud e a psicologia analítica de Carl Gustav Jung apresentam abordagens distintas sobre a natureza da psique humana e do processo terapêutico. Embora ambos os teóricos compartilhem algumas semelhanças em suas teorias, como a importância do inconsciente e dos sonhos, as diferenças entre as suas abordagens são notáveis.

    Responder
  80. Foi a dinâmica e a riqueza das reações humanas presentes no texto literário, que permitiram a Freud demonstrar e a justificar os seus conceitos teóricos psicanáliticos.

    Responder
  81. O menino (homem) em sua ira,tenta vingar-se do homem que matou o pai,e tomou lugar de sua mãe,o homem que recalca seus próprios desejos da infância,realizados.O ódio que devia impeli-lo á vingança,é nele substituido por autorecriminações,por escrúpulos de consciência,fazendo o lembrar,que ele póprio não é melhor do que o pecador a quem deve punir.

    Responder
  82. Freud, no meu ponto de vista, analisa o príncipe de Hamlet, coo incapaz de vingar-se de seu tio Claudios que assassina seu pai e toma o reino dele, porque é incapaz de eliminar alguém que represente seus desejos recalcados da infância.

    Responder
  83. Segundo a psicanalise freudiana é uma abordagem que tem sido por muitos estudiosos ao longo do tempo. Freud não escreveu diretamente sobre “Hamlet” mas suas ideias sobre o inconsciente, complexo de Édipo e outros conceitos psicanaliticos podem ser aplicados para analisar os personagens e temas da peça.

    Responder
  84. Freud analisa a dinâmica da peça teatral com base nos sintomas que o principal fornece, como já foi aprendido, a psicanálise consegue ler até o que não foi dito ou feito. A ausência de uma atitude, revela que na verdade o personagem ao não se vingar, ele estava sublimando o seu desejo real. Ele desejava o trono e sua mãe, mas moralmente isso não era o correto. Ele então recalca esse sentimento e não vinga seu pai, porque moralmente não seria correto, quando na verdade o sentimento dele também, não o era.

    Responder
  85. Bloom não tinha complexo de Édipo, mas Freud sem dúvida tinha complexo de Hamlet e talvez a psicanálise seja o complexo de Shakespeare.

    Responder
  86. Freud utilizou obras literárias clássicas como fonte de inspiração e justificação para seus conceitos psicanalíticos, explorando as dinâmicas e as relações humanas presentes nesses textos, como o complexo de Édipo e os temas do parricídio e fatricídio.

    Responder
  87. Realmente são questões muito profundas que a maioria das pessoas não param pára analisar. Por que a predileção pelo pai ou pela mãe? Por que o ciúmes do pai ou da mãe com outra pessoa (ou mesmo com seu próprio pai ou mãe)? E até que ponto não ficamos horrorizados aparentemente com certas coisas, mas inconscientemente também gostaríamos de fazer o mesmo? Eis a questão!!!

    Responder
  88. É maravilhoso como podemos extrair informações psicanalíticas de obras literárias. Ficou muito claro na análise dessa obra os conceitos de complexo de édipo e neurose. Perfeito.

    Responder
  89. Complexo de Édipo, fala sobre os primeiros traços de sentimentos e afetos que humanos sentem é dentro da família. Uma relação com o pai o sentindo como um rival, ciúme quando os pais estão juntos, as relações estabelecidas pelos responsáveis e os afetos com respostas inconscientes.

    Responder
  90. No complexo de Édipo fala sobre a atração que os filhos sentiriam pelo genitor do sexo oposto ao mesmo tempo em que rivalizaria com o do seu sexo .

    Responder
  91. A aplicação da teoria analítica de Freud ao teatro shakespeariano de “Hamlet” pode ser uma abordagem interessante e enriquecedora para entender os personagens complexos e suas motivações na peça. Freud desenvolveu a teoria do complexo de Édipo, que envolve conflitos emocionais entre pais e filhos.

    Responder
  92. Este caso dramatúrgico da peça em questão, é muito complexo, o inconsciente é misterioso e ao mesmo tempo encantador, isso é demonstrado na atitude do sobrinho, que não teve coragem de se vingar do tio, mais uma vez, Freud fez a sua interpretação deste universo literário, aplicando a sua teoria.

    Responder
  93. É muito interessante o quanto as pessoas tem questões para resolver em suas mentes e muitos nao se dão conta de que um problema leva a outro e isso vira uma bola de neve.

    Responder
  94. A fase em que muito se via reinos traídos, onde de um lado a sobrevivência gritava e do outro lado gritava a fome de poder. Conseguimos aplicar ainda hoje na sociedade esses estudos, onde é popular concluir quando “o poder subiu para a cabeça”.

    Responder
  95. Em Hamlet vemos um jovem influenciado no inconformismo do luto…atormentado pelo odio a seu tio, porem sem se entregar completamente ao seu “eu” que desejava executar vingança… ” o EU ja não é mais o dono da casa” ou seja Hamlet possuia um senso de racionalidade que impedia seu “eu” de agir livremente e executar a sua vingança.

    Responder
  96. Resumidamente o complexo de Édipo é uma fase do desenvolvimento infantil na qual a criança passa a ter uma atração pela figura materna enquanto nutre uma rivalidade com a figura paterna.

    Responder
  97. Essa dramátologia onde o filho tem ciúmes doentios de sua mãe que vê o pai como seu rival em sua mente neurótica, e no seu inconsciente ele vê a morte do seu pai assassinado pelo seu tio para ocupar o lugar de rei e despojar sua mãe tudo o que seria o desejo dele, um desejo recalcado que não tem coragem de se vingar do tio por ser pior que ele e através do drama Freud desenvolveu o complexo de Édipo

    Responder
  98. É a fase mais complexa de psicanálise em todas as áreas de estudos freudianos acho que comentar p explicar chega ser uma arrogância de nós estudantes mas se quer uma explicação…( A condição racional era de tanta confiança que a barbaria era total e normal )

    Responder
  99. E BEM TOCANTE ONDE PODEMOS OBSERVA QUE EM MEIO A TURBULENCIA PODEMOS A ASSIM DIZER NA CABEÇA DO SOBRINHO ELE NÃO CONSEGUIU SER IGUAL AO TIO NÃO DEIXOU SER VENCIDO PELA VIGANÇA NÃO SE TORNOU IGUAL AO EXEMPLO QUE TEVE NA INFANCIA.

    Responder
  100. Nesse complexo as relações parentais estão guardadas no inconsciente, onde afeto do filho pela mãe é despertado.

    Responder
  101. A análise psicanalítica de obras literárias é um corrente dentro da própria Teoria da Literatura que eu estudei no curso de Letras na década de 90 do século passado. Foi durante esses estudos que entrei em contato com a neurose e os complexos de Raskólnikov, personagem do livro Crime e Castigo, de Dostoiévski. Todos os personagens desse autor são profundos e conflituosos e para entendê-los é preciso uma teoria psicológica. Desde então, sempre que leio um livro ou assisto a um filme o faço com a lente da psicanálise.

    Responder
  102. Desde Sigmundo Freud a psicanálise mantém um diálogo com a literatura, Freud era uma leitor contumaz que manteve um relacionamento pessoal e epistolar com escritores ilustres de sua época. O criador da psicanálise foi buscar o conceito de complexo na literatura do dramaturgo grego Sófocles e aborda o èpico Rei de o complexo de Édipo. Freud utilizava-se da literatura como suporte de seus achados clínicos, interpretou Hamlet de William Shakespeare na perespectiva do Complexo de Édipo. Analisou os Irmãos Karamazov de Fiódor Dostoiévski no prisma psicanalítico.

    Responder
  103. Em A Interpretação dos Sonhos, Freud associa Hamlet e Édipo em seus desejos parricidas e incestuosos.
    Para ele, Hamlet, portador de distúrbio neurótico, é o exemplo perfeito de um histérico.
    Refletindo sobre o ser do homem a partir da filosofia antropológica, Sigmund Freud utiliza-se da Cisão do Eu enquanto perspectiva teórica para compreensão do homem e aquilo que constitui o seu ser, ou seja, seu aparelho psíquico-subjetivo que é divido em pelo menos dois grandes sistemas: o consciente e o inconsciente. A partir disso, analisa-se as atitudes dos personagens de Hamlet frente aos acontecimentos trágicos em sua vida.

    Responder
  104. O complexo de Édipo é um dos conceitos mais conhecidos da teoria Freudiana e tem sido amplamente explorado pela literatura clássica. Esse complexo está relacionado ao desejos sexuais e afetivos que surgem durante a infância em relação aos pais.

    Responder
  105. O COMPLEXO DE ÉDIPO ENVOLVE UMA SÉRIE DE DESEJOS E CONFLITOS INCONSCIENTES QUE OCORREM EM RELAÇÃO AOS PAIS. ELE É CARACTERIZADO POR TRÊS ELEMENTOS PRINCIPAIS:
    DESEJO SEXUAL PELO PROGENITOR DO SEXO OPOSTO
    HOSTILIDADE OU RIVALIDADE EM RELAÇÃO AO GENITOR DO MESMO SEXO
    CULPA E MEDO DE PUNIÇÃO.

    Responder
  106. Freud destaca que tanto Édipo quanto Hamlet derivam do desejo incestuoso e parricida. No entanto, enquanto em Édipo a fantasia infantil imaginária é revelada e concretizada, em Hamlet ela permanece reprimida, só sendo percebida por suas consequências inibidoras.

    Responder
  107. Realmente muitas coisas se passam na mente humana, e o inconsciente, este é um universo imenso a ser descoberto e, o será revelado se houver disposição do sujeito a tal, a associação livre, para a transferência. Muitas coisas são recalcadas, de modo inconsciente, para evitar que passemos por situações de descoforto, enfim, que nos causariam dano e, o que é liberado – que se permite viver -, é o que geralmente nos é mais seguro, permitido socialmente.

    Responder
  108. O complexo de Edipo no conceito psicanalitico e incestuoso e inconsciente amor da criança pelo progenitor do sexo oposto e uma ameaça de castração , teoria criada por Freud a partir de uma historia da mitologia grega , como tambem o complexo de Electra.

    Responder
  109. Contudo Hamlet se sinta até obrigado a se vingar, ele não consegue, seja por identificação com o complexo de Édipo e a sensação de culpa por, de certa forma, almejar o lugar de seu pai e seu tio ao lado de sua mãe, mas talvez, um pouco também, por não se ver assassino, é uma outra interpretação possível, uma vez que de Hamlet veio a célebre frase: ser ou não ser, eis a questão? Ser o quê? Rei? Assassino? É sem dúvida, uma das grandes questões e cada um tem seus próprios ser ou não ser.

    Responder
  110. O homem está o tempo todo em busca de poder. Acredito que o complexo de édipo é um reflexo disso. Já que o pai ocupa a posição de poder na família, o homem luta com seu subconsciente na tentativa de ter o poder dentro de sua casa e claro a mãe pertence ao acesso deste “status” como objeto da vitória e ascensão, mas não como ser do amor. Portando para mim, o complexo de édipo tem sim uma fixação, recalque, mas não tem haver com amor e sim busca por poder.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

208 comentários sobre “Formação em Psicanálise Clínica

          1. O curso é muito bom! O material de apoio é ótimo. Me surpreendeu bastante. Estão de Parabéns ?!

          2. Estou gostando muito do curso, tenho dois cursos básicos e uma especialização em psicanalise.

          3. Bom dia,estou começando hj no curso de psicanálise, estou um pouco perdida na plataforma.

          4. A proposta do curso está acima das minhas perspectivas. Excelente o material disposto aos alunos.

          5. O curso foi maravilhoso, parabéns um curso gratuito e instrutivo, já paguei meu certificado, já vou atuar na parte de psicanálise clínica holística, vou cadastrar meu certificado , agradeço muito a IEVI.

      1. Estou gostando muito do curso. O material disponibilizado é de excelente qualidade e atualizado de forma visível. Parabéns a IEVI.

      2. Eu amei esse curso rápido e muito produtivo, tenho certeza que vai agregar muito para meu trabalho como psicanalista.

      1. O IEVI emite declaração ou histórico da conclusão da programação com aproveitamento e a carga horária da formação?

          1. Tenho licenciatura em psicologia, se fizer o curso de psicanálise com que graduação eu saio?

          2. Estou comendo, e ainda não conheço o curso, logo não posso emitir opiniões, espero poder obter muitos subsídios e dividir com os pares.

      2. Sempre tive muita vontade de fazer um bom curso de psicanálise, talvez esse seja um bom momento.

    1. Olá
      Gostaria de saber o valor do certificado e da credencial, por gentileza.
      Grata

      Maria Emília Barros

      1. A psicanálise é uma profissão livre, reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (CBO – código 2515.50).

    2. Olá Boa Noite, gostaria de saber o valor do certificado da formação em Psicanálise clínica.

      Grata

    3. Curso muito bom adorei, bora continuar o aprendizado ! Gratidão
      Finalizado

    4. Confesso que havia feito outro curso de psicanálise, contudo, senti ao término, uma sensação de pouquissímo conhecimento, até ao revisitar o material proposto para o estudo. Com o estudo realizado no IEVI, sinto-me desafiado a continuar estudando, contudo, com uma ótima visão, pelo material apresentado, que constitui-se muito rico, pela condução e distribuição de material e enfim, disposto a poder auxiliar aqueles que necessitam. Tenho muito a agradecer a este Curso de formação em Psicanálise e recomendar a que outros possam fazê-lo. Parabéns a todos e especialmente ao(s)mentor(es) que me acompanhou até esta conclusão!

  1. Com essa formação vou poder atender como profissional em Psicanálise clínica?

    1. É aconselhável concluir o curso de Formação em Psicanálise Clínica com no mínimo 70% de aproveitamento e Realizar o Curso de Psicanálise Integrativa.

      1. Isso quer dizer sim? Sim, pode atuar como pessoa habilitada, psicanalista clínica, fazendo esses dois cursos com o aproveitamento mínimo ou maior que 70%?

        1. Bom dia!
          Caso o aluno não possua experiência em atendimento, nós sugerimos o mesmo a realizar os módulos práticos de análise didática e supervisão.

        2. Mas e o tripé psicanalítico de análise pessoal e supervisão psicanalitica? Como vou completar esse tripé exigido para atuar como psicanalista? Vocês poderiam escrever aqui no site como cumprir esses requisitos? Se particular ou se vcs irão oferecer?

          1. Bom dia!
            Os alunos serão avisados por e-mail quando os módulos de analise e supervisão estiverem disponíveis na plataforma.

        1. Gostaria de saber se a parte prática já foi incluída.
          Tenho interesse em fazer, mas me preocupo de ser cobrada por não ter parte prática do tripé.

  2. Bom dia
    Para as pessoas com graduação na área da Educação.
    Com esse certificado poderão montar uma clínica de Psicanálise.

  3. Bom dia,acabei me inscrever no curso de Psicanálise Clinica,já fiz o curso de Bacharel Livre em Teologia com vcs, tenho formação como Psicanalista Forense, Psicopatologia entre outras áreas , só me faltava o curso de Psicanálise Clinica,posso fazer o curso na Área Clínica ,grato.

  4. Boa tarde, estou gostando muito de ser uma aluna no curso de Formação em Psicanálise Clínica.

        1. Boa tarde,ao término do curso de psicanálise clínica posso fazer atendimento sim ou não.

      1. Em relação ao processo de análise e supervisão, para compor o tripé. O curso proporciona essa possibilidade?
        Gratidão pela oportunidade

          1. Gente preciso de mais informações pois não há comentários em lugar nenhum sobre a plataforma.

  5. boa noite. com o diploma de psicanálise clinico posso exercer a profissão no piauí?

    1. Bom dia!
      Pode sim. Para ser um psicanalista, não é necessário ter formação em psicologia ou medicina. O importante é que o psicanalista tenha uma formação sólida e constante, o que implica em muito estudo e aprofundamento da teoria e prática psicanalítica.

      1. É só se inscrever no site , entra no site, escolhe o curso, terá um ícone de inscrição, faça a inscrição colocando seus dados, vai precisar de uma senha, anota p não esquecer ou deixa salvo aí bom curso.

  6. já enviei meus dados e foto para credencial vcs precisam algum documento tbm para diploma psicanalista,fico aguardo da documentação.

  7. Bom dia,recebi toda documentação,muito obrigado,vou aguardar o curso de Psicanálise integrativa,um ótimo sábado para todos vcs.

  8. Boa tarde!!
    Venho através deste agradecer a oportunidade que vcs vem nos dando oportunidade para nós sejamos profissionais no ramo da psicanálise clínica,em breve estarei pedindo o certificado e a credencial.

  9. Preciso de outro curso para fazer psicanálise com vocês, para legalmente atender pessoas?

    1. Bom dia!
      Sim. É necessário realizar o curso de Psicanálise Integrativa (estará disponível na plataforma para os concluintes em breve).

  10. A escola fornece a análise e o estágio; contemplando o tripé psicanalítico e caso; alguém já possua a formação e queira; apenas a certificação palpável.. como se daria este caminho?
    Muito obrigado…
    Deus os abençoe!

    1. Todos os cursos dispostos por ser on line já estão disponíveis lembrando que para fazer psicanálise interativa precisar ter concluído a psicanálise clínica e o processo de matrícula é o mesmo, espero ter ajudado.

      1. Gostaria de saber por que eu tou matriculada no curso de psicanálise clínica eu completei o questionário ele diz que falhou na nota. Atenciosamente Marilândia Veloso Lima boa tarde!!

  11. Bom dia, A credencial, para quem fizer psicanalise clinica e integrativa é uma única credencial?

  12. boa noite minha neta pegou e fez a prova ,pois tive sai as presa e ficou quieta fui abri e reprovou
    acabou o tempo e o que faco agora

  13. Me interessei pelo curso, como e onde efetuar o pagamento?
    Poderei atender depois que concluir o curso?

    1. Bom dia!
      Após realizar os cursos de formação em psicanálise clínica, psicanálise integrativa e passar pelos módulos de analise didática e supervisão, sim.

    1. Entre o ego d o id é que o ego acata l princípio da realidade diferenciando do que é da mente e o que é do mundo externo.

    1. Se eu atingir o limite da quantidade de tentativas e não aprovar em dos questionários, devo continuar? Ou não terei condições de concluir o curso?

  14. Estou feliz em ter concluído o Curso de Psicanálise Clínica Pelo Instituto IEVI Agradeço a todos que fazem o referido Instituto. Por terem repassado todos os conteúdos gratuitos. Outrossim parabenizo a todos que fazem o IEVI pela alta
    responsabilidade com os alunos.
    ATT: José Augusto dos Santos

  15. GOSTEI MUITO DO CURSO E JÁ TERMINEI AGORA QUERO SABER COMO FAÇO PARA PAGAR ESTE CURSO, SE POSSO PAGAR PARCELADO NO BOLETO OU NÃO.

  16. Bom dia.
    Sou bacharel em Direito e me matriculei nos cursos de Psicanálise Clinica e Integrativa.
    Gostaria de receber um norte preciso em relação a como atuar como Psicanalista.
    Obrigado pela atenção.

    1. Bom dia!

      É necessário realizar os módulos práticos de analise didática e supervisão (estágio), para os alunos que não possuem experiência.

      Att,
      IEVI

  17. Eu lido com pessoas na minha ,e são tantos problemas é uma infinidade de diversidade e eu tento solucionar com o dom que Deus me deu ,mais achei que deveria ir além então pedi a Deus direção ,é eu creio que pode ser aqui ,então estou aqui buscando capacidades

  18. Qual é o prazo mínino para conclusão dos tres cursos que compõem o tripé para atuar como Psicanalista Clinico? E se o aluno concluir antes do tempo previsto na carga horária o que acontece no caso da solicitação do pedido do diploma e da credencial?

  19. Tenho interesse em fazer o curso de psicanálise clínica. Essa oportunidade é maravilhosa. Enfim vou fazer o curso.

    1. Não há Conselho de Psicanálise no Brasil. Você como Psicanalista, não tem obrigação de se filiar a qualquer órgão público. O Psicanalista não é subordinado a qualquer órgão de fiscalização profissional.
      Conselhos são criados por leis federais. Se não houver lei criando-os eles não podem existir, pelo menos não terão poder fiscalizador.

      1. Bom dia! Estou muito feliz por ter essa oportunidade, sempre sonhei em ser uma terapeuta. Muito obrigada!!

      1. Boa tarde
        Meu curso de formação é Bacharel em Serviço Social, especialização em Serviço Social e políticas públicas; gostaria de saber se no término desse curso de psicanálise Clínica eu já posso montar minha clínica?

  20. Estou em andamento com o curso, desde já tenho obtido um conhecimento excelente, cada dia mais me interesso pela temática. Recomendo! Curso para vida! Parabéns aos envolvidos.

  21. Deixo aqui meus agradecimentos atodar equip de professores colabradores pesquisadores em fim toda logistica, para poder presta um exelemte trabalho atodos que queram desevolver suas atividades como um profisional na area da psicanalise O Brasil esta precisando de eselentes profisionas nesta area da saude;pastor jose de sousa

  22. Trabalho com crianças, em oficina de artes. O objetivo das minhas oficinas é o desenvolvimento da crianças em vários aspectos. Procuro fazer um trabalho de excelência, buscando sempre conhecimentos e experiências que possam me auxiliar nessa área. Trabalho com jovens e crianças a 20 anos. Gostaria muito de entender a expressão das crianças através da arte, isso significa muito pra mim, pois me ajudará a atendê-lo da melhor forma. Sou formada em Artes Plásticas e pós graduada em Arte Educação. Agora gostaria de saber se posso atuar também como Psicanalista em meu trabalho (particular) e de que forma posso usar esse conhecimento.

  23. Excelente curso oferecido pela IEVI. Concluir o curso formação em Psicanálise, e já obtive o certificado. Sigo fazendo outros. Estou satisfeito!!!

  24. Curso campeão em excelência vale a pena cada parágrafo para quem realmente quer aprender e enriquecer seus conhecimentos.

    1. ola boa noite, eu conclui o meu hoje. voce recebeu seu certificado e credenciais.

  25. Estou concluindo Bacharel livre em teologia é possível que eu faça o de psicanálise!

  26. Muito feliz em ter escolhido o IEVI para fazer o Curso de Formação em Psicanálise Clínica! Conclui essa primeira etapa, hoje, 17 de maio de 2023! Um universo de conhecimentos teóricos e tudo muito bem elaborados para o aluno aprender sem dificuldades! Este curso está sendo um divisor de águas em meu caminhar, para o meu auto conhecimento e para meus propósitos futuros! Pretendo me inscrever no Curso de Formação em Psicanálise Integrativa, enfim, também a de análise e supervisão para atuar com precisão! Deus me ajude em todas as etapas, pois este é o ambiente (virtual EAD) certo! Gratidão ao site e todos os envolvidos nessa missão!

  27. No contexto da psicologia, o ego além de fazer parte da personalidade humana, está mais relacionado ao caráter ou seja, a forma como a pessoa se comporta ou pensa.

  28. quero parabenizar toda equipe pelo farto material que envolveu esse curso, abrindo o entendimento, sobre o psique e as varias faces de cada individuo, parabéns

  29. Sou brasileira mas moro na Argentina então não pago impostos no Brasil. Só tenho numero de registro que me derão no cartório e número de passaporte. Com estes números posso obter a credencial de psicanalise clínica ou não são os requeridos?

  30. Show, vou aproveitar a oportunidade e me matricular para aprender mais sobre o ser humano.

  31. Anteriormente eu tinha receio de estudar psicanalise ou qualquer curso que fosse voltado para mente humana, pois via como algo muito complexo. Mas agora, percebo que minha mente simplesmente estava bloqueando algo que hoje vejo como uma matéria bem interessante e prazerosa.

  32. Sonhar e realizar o meu sonho de ser psicanalista clinica, é muito bom. Glorias a Jesus!

  33. A 5 anos estudo psicanálise e agora terminei este curso e pretendo atuar .
    Este curso me ajudou bastante , pois já trabalho na área social com publico evangélico como Pastor e agora terei oportunidade de agregar um ao outro quando necessário.
    Grato a Deus e ao instituto.

  34. Eu estou fzendo este curso. Sou Terapeuta Holístico e a Psicanálise é uma áarea a qual sempre quiz atuar

    1. Pelo visto Freud nos apresenta, como na alegoria da caverna de Platão, que nosso eu verdadeiro e o mundo real é o inconsciente… Já aquela ideia da vida na qual nos manifestamos é apenas uma fração do todo… E o conflito entre estas crenças causam os problemas psíquicos na humanidade.

  35. Achei interessante e resolvi me inscrever fiz Curso de Terapeuta e quero agregar.

  36. Estou gostando muito do curso de formação em psicanálise. Porém, estou tendo que ler no próprio site. Queria baixar (download) pelo menos os e-book, para imprimir e reler várias vezes. Aprendo mais no papel, do que na tela do celular (ou computador). Tem alguma botão, para o download?

  37. Esse curso tem apenas a parte teoria e a avaliação. Mas e a parte de clínica supervisionada? Como fica pra prática?

  38. Pelo visto Freud nos apresenta, como na alegoria da caverna de Platão, que nosso eu verdadeiro e o mundo real é o inconsciente… Já aquela ideia da vida na qual nos manifestamos é apenas uma fração do todo… E o conflito entre estas crenças causam os problemas psíquicos na humanidade.

  39. Estou amando o curso, tem qualidade, e a plataforma é excelente.Os estudos são rigirosos e transnitem nuito conhecimento. Recomendo esta conceituada Instituição.Farei outros cursos.Tenho 65 anos, sou formada em Letras Português/ Inglês e respectivas Literaturas.Tenho pós-graduação em Gestão e Supervisão(360h), Teoria Literária(360h)(Tutoria no Ensino EAD(360h), Psicopedagogia Institucional, Clínica e Hospitalar (660h) e estou cursando a formação em Psicanálise Clínica

  40. Já conclui o curso psicanalise clinica breve requisitarei o certificado e credencial!

  41. Hoje concluí este curso de “Formação em psicanálise clínica”,que me agregou muito conhecimento, pois possui um
    ótimo conteúdo, metodologia. Agradeço, primeiramente, a Deus por me permitir a isso e ao IEVI por proporcionar conteúdo tão rico e organizado numa plataforma muito bacana. Já solicitei meu certificado.
    Gratidão!!!

  42. Já participei de vários cursos, com certeza esse está entre os melhores, ainda estou no inicio, mas já estou impactado com o conteúdo, estou na primeira etapa A origem da psicanálise.

  43. Comecei o curso a dois dias. Realmente está né surpreendendo muito.
    Sou Antropologo.
    Tenho especializações em: Neurociência. Neurolinguística. Neuropsicologia e Psicologia Organizacional. O curso de vocês é excelente. Parabéns.

  44. A psicanálise nos mostra como resistir os traumas vivenciados, por meio de um sentimento bom, ela nos cura.

  45. Quero deixar aqui o meu agradecimento ao Instituto Videira pelo curso que realizei. O formato do curso, o poder fazer e pagar apenas o certificado e a credencial… foram fundamentais para que eu conseguisse conclui-lo e, com isso, realizar um sonho.
    Muito obrigada!

  46. Recomendo este curso. O programa está muito bem pensado e organizado. A plataforma é bem amigável e, sobre tudo, a orientação pelo zap é rápida e muito cordial. Estou feliz com meu certificado. Nào tive problemas para solicitar nem para pagar pois o soporte estava sempre disponível. Apenas conclui o pagamento me mandaram o certificado. Obrigada!

  47. A psicanálise é uma abordagem intensa, que com o decorrer do tempo o paciente consegue transferir suas emoções ao terapeuta. Esse curso está me proporcionando fazer uma autoavaliação da minha vida.

  48. Olá, gostaria de fazer o curso, poderei atuar como psicanalista clínica? Gostaria de saber como faço o estágio supervisionado, se vocês nos colocam para fazer? Como é? Quero abrir meu consultório. Ninguém tá respondendo o WhatsApp.

  49. Excelente curso. Ótimo material. Bem objetivo e bastante rico em conteúdo. Parabéns à IEVI

  50. Curso muito bom, com informações uteis e direcionadas para a formação em psicanálise clinica, além da forma didática ágil preconizado pela moderna pedagogia.
    Parabéns a equipe

    1. Boa tarde, meu nome é Laura, sou de Canoas/RS, estou começando o curso hoje, espero conseguir alcançar meus objetivos ao me matricular no curso, ou seja conhecer o pensamento freudiano.
      E sua aplicação no tratamento dos pacientes. Portanto, vamos começar..

  51. “Que a luz que nos guia , seja mais forte que a luz que nos cerca “

  52. FIZ O CURSO E SALVEI TODO MATERIAL É MUITO IMPORTANTE PARA LEITURA E TIRAR DUVIDAS, O CURSO É BEM COMPLETO PARA QUEM REALMENTE QUER FAZER PSICANÁLISE O MATERIAL E MUITO BOM.

Os comentários estão fechados.