Formação em Psicanálise Clínica

Formação em Psicanálise Clínica

This content is protected, please login and enroll course to view this content!

239 comentários sobre “Material Complementar

        1. Cada um de nós temos um objetivo na vida, e só é alcançado quando acreditamos que podemos subir cada degrau. Na psicanálise precisamos passar confiança e força para que nosso paciente saia dali acreditando que ele consegue vencer tudo na vida, traumas, medo, insegurança, que ele é forte e capaz, basta apenas prosseguir.

          Responder
          1. Essa segurança toda faz o paciente focar em uma mudança de vida melhor. São aliviados os sintomas de possíveis distúrbios, levando o paciente ao convívio em sociedade na busca de qualidade de vida.

          2. Concordo, passar segurança vai fazer toda diferença na evolução do paciente.
            Todos temos capacidade de mudar qualquer realidade.

        2. Quando não á punição para determinados comportamentos,o que se tem na consciência são apenas vontades de errar mesmo sabendo que os danos podem ser irreversíveis.

          Responder
        1. A punição sempre trás um ensinamento que trará bons e maus comportamentos, e o que vai definir isso é o que temos como o ideal de vida,que nem sempre vai estar de acordo com o ideal comportamento esperado pela sociedade.

          Responder
      1. Essa imagem mostra a seriedade da instituição de ensino, bem como a credibilidade.Isso é de suma importância para a sociedade num todo.

        Responder
    1. Eu assisti a serie de TV. E agora com os estudos e o artigo cientifico pude ampliar o conhecimento e perceber fatos que ate entao, eram impossiveis. obrigado.

      Responder
    2. Nessa imagem vejo sonhos e realizações para um futuro brilhante, a beleza está no olhar de cada, um futuro melhor só depende de você.

      Responder
    3. A psicanálise identifica a doença almática e traumática através do comportamento e crises refletidas na imagem.

      Responder
    4. A ideia de representatividade é extremamente importante para o entendimento da Psicanálise e suas relações com a arte e a cultura.

      Responder
    5. Estar preso interiormente a um a culpa provoca a auto-identificação dificultando o desenvolvimento de uma pessoa, pois esta carrega acusações sobre si mesma. No entanto o cristianismo aponta a possibilidade de que algo novo pode acontecer, isso é, a pessoa pode apesar de suas acusções e autosofrimento ter uma experiência trasnformadora que a a leve novidade de vida e mudança de atitudes.

      Responder
      1. Concordo plenamente com Delcir Correa. A culpa impede a pessoa de seguir em frente. Como livrar-se da culpa mediante uma situação irreversível? Acredito totalmente na resposta vinda do cristianismo. A psicanálise pode caminhar junto nessa vertente, talvez ajudando a pessoa trilhar um caminho diferente, a partir do hoje.

        Responder
    6. Se auto conhecendo o indivíduo consegue amadurecer e lutar com seu próprio eu de maneira a se tornar mais forte e confiante , assim poderá se tornar um profissional e realizar seus sonhos , porque a única pessoa que leva você a vitória é Deus e você mesmo .

      Responder
    7. E preciso focar e procurar trabalhar na auto estima e a pessoas sua identidade o que ela e para encontar seu proposito

      Responder
  1. TODA VEZ QUE ESTUDO ALGO SOBRE IMAGEM,VEM A MIM SOBRE O NARCISISTA,OU SEJA E CARACTERIZADO POR UM PADRÃO DIFUSO DE GRANDIOSIDADE,NECESSIDADE DE ADMIRAÇÃO E FALTA EMPATIA.

    Responder
  2. A sensação de muita responsabilidade. Primeiro pela grandiosidade da estrututa, e segundo pelas informações que indicam o significado do objetivo do local. Podendo provocar medo ou até mesmo desistência em algumas pessoas. Interessante eu classifico.

    Responder
    1. A imagem apresentada mostra a Universidade Federal do Ceará,uma instituição pública e com alto nível cultural e docente.Muitas pessoas fazem vestibular pra estudar numa universidade federal porque é muito concorrida.Quem passa nos exames tem o privilégio de realizar ótimos cursos de qualidade. É claro que as imagens podem representar várias coisas e não apenas o que eu citei agora.As pessoas têm na verdade diferentes formas de interpretação.

      Responder
  3. Nem sempre as imagens sao interpretadas da mesma forma para todos. Cada um tem sua percepção do que viu e sentiu, e como aquela imagem ressoou positivamente ou negativamente dentro dela.

    Responder
    1. Eu concordo uma imagem pode significar muito depende de que forma é vista e dada a imaginação e da reação de cada indivíduo, uma imagem pode pode nos levar além da imaginação

      Responder
  4. Nem sempre a imagem revela tudo que precisa-se saber. É necessário uma investigação mais profunda para chegar no objetivo desejado.

    Responder
  5. Para além de tudo que o texto propõe como reflexão, de muita qualidade, vale destacar a referência que o título da série faz (Black Mirror): os “espelhos negros” – telas dos dispositivos méveis – são nossos ‘novos espelhos’, e que vem influenciando a compreensão do ‘eu’ nos dias de hoje.

    Responder
  6. A psicanálise propõe o encontro com esta verdade na medida em que ela diz da divisão do sujeito, e permite operar com a forma de um modo singular. Da eterna repetição do mesmo, portanto da culpa e do castigo, nos remete à realidade vivenciada na lógica da punição e do castigo na contemporaneidade. Um inconsciente mítico ou um funcionamento cíclico do inconsciente, mas de atentar para onde se dirige e do que se alimenta esse funcionamento.

    Responder
  7. Uma imagem bonita mais o desta esta nas informações uma revista que pode trazer muitas noticias importante e a questão do conhecimento por meio dos estudos na faculdade entre ficar adimirando uma paisagem bonita ou viver se alimentando de noticias e mais importante buscar o conhecimento da mente umana

    Responder
  8. A imagem sugere que o ser humano tende a se comparar com a imagem que muitas vezes é refletida diante dele, causando assim MUITAS vezes uma pertubação interior.

    Responder
  9. A punição anula o sujeito é sua história.
    O espelho demarca a inscrição psíquica de uma imagem, e inscrição da história do sujeito.

    Responder
  10. Ótimo material!
    O cristianismo, trouxe uma nova perspectiva, no tocante a ascensão. O novo, surge, logo, é possível redimir-se. Negando assim, a história, o mítico. A contextualização, se modifica.

    Responder
    1. Uma imagem reflete na forma que uma pessoa interpreta no caso da imagem Da universidade federal é uma interpretação positiva por ser muito concorrido e desejada por muitos alunos.

      Responder
  11. Gostei muito desse material, acho que além da definição da identificação do euvdetalha muito a questão do supereu como uma condição ciclicca. Usa como nada o episódio da série onde por conta de uma identificação de eu onde se baseou o supereu, cria-se um ciclo onde nada pode mudar por ser vicioso e não dar prognóstico de saída.

    Responder
  12. ha dois tipos de prisoes, aquelas que algema o individuo e a outra que algema o individuo…….uma todos vê e a outra so o individo vê.

    Responder
  13. A culpa pode provocar justamente isso. Uma forma cíclica de punição. O superego tortura e pune. Mostra a falha de seus atos e julga constantemente.

    Responder
  14. Percebi, as intenções do material e analiso que a imagem em questão retroalimenta a culpa e vice-versa. Um ciclo vicioso do desejo de punição, que na verdade, é uma mácula para o justiçamento, o desejo de vingança, muitas vezes praticado e justificado com “teologia da vingança”, proferiada por muitos, sob alegação de que é em nome de Deus.

    Responder
  15. O material complementar permite ao estudante uma aprofundamento das questões tratadas nesta unidade que são relevantes para a análise das questões que envolvem a imagem que o ser humano possui de si mesmo e de suas relações com o mundo exterior.

    Responder
  16. A imagem,o arremate ao eu e todas as sequências nos envolve ao ponto de desenvolvermos competências cognitivas quanto as emoções e outros estimulos oriundos as consepções psíquicas e por pós suas sequências materializada de acordo ao meio.

    Responder
    1. Uma imagem reflete na forma que uma pessoa interpreta no caso da imagem Da universidade federal é uma interpretação positiva por ser muito concorrido e desejada por muitos alunos.

      Responder
  17. Imagem, culpa, punição, castigo, repetições, a neurose em curso. Material exemplifica como a mente reage após a censura do Superego. Muito bom!

    Responder
  18. No contexto dos problemas enfrentados nesse artigo, constatamos a relação entre a proposição de uma resistência possível ao círculo anti-histórico do espetáculo e a proposição lacaniana de quebra do círculo das identificações imaginárias a partir da emergência do traço como singular. A protagonista é foco de um ódio desproporcional, se depender da vontade popular, a tortura não irá cessar.

    Responder
  19. A imagem presente numa determinada época , vão refletir no contexto social como um todo, conforme os desdobramentos podem causar crenças limitadoras que podem gerar sentimentos de culpa e toda esta situação se refletem nas artes.

    Responder
  20. Cada ser tem o seu ollhar ao interpretar uma imagem,cada um com sua visão. A mesma imagem vista de diferentes maneiras por seres únicos,cada qual com sua bagagem!

    Responder
    1. A imagem deve ser construída, com bases edificadoras, e o auto conhecimento ajuda a desenvolver habilidades para viver sem tantas culpas.

      Responder
  21. Muito interessante o conteúdo. Em mim reforça a ideia de que indivíduos que estabeleceram a culpa e a autopunição como método interno de redenção costumam adotar posturas e comportamentos de maior fragilidade e flagelo, chegando à mais absoluta mendicância e à autodestruição pelo uso de substâncias entorpecentes ou outros artifícios. A despeito de outros fatores sociais que podem certamente influenciar ou dirigir o sujeito a condições degradantes na existência, penso que a automotivação vem a ser a grande questão a ser melhor estudada e resolvida.

    Responder
  22. As consequências da culpa são muitas, isso ocorre porque com a culpa está sempre presente a necessidade, ainda que inconsciente, de autopunição.

    Responder
  23. Muito interessante o assunto abordado desse material complementar, ampliou minha visão nesse aspecto, Identificação com a imagem.

    Responder
  24. No artigo de Gomes e Pereira, “UMA LEITURA PSICANALÍTICA DO SERIADO BLACK MIRROR”, material complementar do módulo IDENTIFICAÇÃO E IMAGEM; descobre-se a contundente afirmação de que na psicanálise a identificação é um conceito caro, um berço no qual o espelho demarca a inscrição psíquica de uma imagem, autorizada a partir de um outro que dá nome àquilo que se vê.
    O reflexo das coisas através de um espelho é algo magico, pois, a imagem refletida não é real aos nossos olhos, porém pode se tornar ser real se for vista em outro plano.
    Antes de Freud e da Psicanalise, o imaginário humano já trabalha esta realidade. Podemos citar alguns clássicos da leitura, tais como Branca de Neve, no qual um espelho negro reflete uma imagem que alimenta o ego da Rainha, ou Alice que através do Espelho, pode tudo, segundo sua imaginação frutífera. Mais recentemente no filme Coraline, o espelho também é um portal que nos remete a um mundo surreal onde a culpa e o perdão nos remete à eterna luta do ID versus SUPEREGO.
    The Black Mirror nos remete ao mundo pós mundo, onde o velho espelho de Alice, de Branca de Neve e seus antecessores, nos leva à uma reflexão sobre o uso dos dispositivos moveis, cujas telas eletroeletrônicas nos conduz a dois tipos de imagens; a saber virtual e real, que vem influenciando a compreensão do “eu” nos dias atuais.

    Responder
  25. Mostra que o inconsciente é o próprio juiz, quando submetido a interpretar sua própria história repetidamente.
    Tendo severas consequências, traumas, mesmo tendo culpa ou não, dependendo do sujeito ser julgado até por família ou alguém próximo, de qualquer forma vem a auto punição

    Responder
  26. Mostra que o inconsciente é o próprio juiz, quando submetido a interpretar sua própria história repetidamente.
    Tendo severas consequências, traumas, mesmo tendo culpa ou não, dependendo do sujeito ser julgado até por família ou alguém próximo, de qualquer forma vem a auto punição…

    Responder
  27. Neste artigo é possível, ver a representação da imagem social onde uma comunicação leva a construção de uma realidade e o dominio de um mundo, como foi menciinado no material disponibilizado, as representações podem e conseguem induzir sentidos aos comportamentos. Seja atraves da convencionalização ou carater prescritivo, esta serie ganhou mais força quando foi comprada pela netflix e seus ideias de uma certa forma alcançaram um publico maior.

    Responder
  28. Pela leitura do artigo bem como do episódio do seriado, é possível vermos um comportamento social de justiça punitiva presente em diversas instituições sociais. Neste sentido, aponto como um ato incoerente da sociedade e de pouca reflexão o fato de que, se por uma lado, temos um crescimento na defesa da individualidade e dos grupos sociais, por outro tem-se um atitudes punitivas severas em nome de um bem maior e anulação da individualidade.

    Responder
  29. Baseado no conceito Psicanalítico, a imágem nos remete às identificações e diz respeito às relções entre o “eu” e o “outro”. Nesta relação de alteridade e singularidade se estabelece uma lógica de culpa e punição, diante da possibilidade do desamparo e da emergência do sujeito em encontrar o indivíduo.

    Responder
  30. Todas as ações praticadas pelo indivíduo, sejam elas boas ou não, são arquivadas no inconsciente. Quando permitimos que o nosso lado sombrio assuma a posição de destaque, não havendo ponderação sobre às consequências que poderão advir do ato praticado, surgi esse sentimento de culpa.

    Responder
  31. A imagem é o maior fator de identificações. Diante das repetições de punição, deve-se atentar de onde se dirige e do que se alimenta esse funcionamento pois são contrários a história e isenta o sujeito. Tem relação forte com o inconsciente, a personagem sofre durante muito tempo, esse sofrimento também funda seu eu a partir de um olhar de terceiros (Enquanto epelho).

    Responder
  32. A imagem refletida no espelho , remete a pessoa que é,muitos não se reconhece e a autopunição gera para si uma culpa que seu ‘eu’ não consegue se libertar, ocasionando muito sofrimento.

    Responder
  33. A fase do espelho institui um esboço do Eu a partir da imagem unificada do corpo na presença efetiva do outro, que testemunha, através do olhar, a forma do semelhante. Na tese lacaniana, essa é a primeira e fundamental identificação, feita com a imagem ideal de si.

    Responder
  34. Bem interessante, na verdade a impressão que dá é que as imagens e as pessoas a volta dessa mulher refletem sua própria consciência, pois no primeiro momento ela aparece como uma pessoa que perdeu a memória o que leva entender que seu inconsciente entra em ação, trazendo a tona o que parecia estar em oculto, na verdade entendo que as imagens e as pessoas retratando seu desespero o julgamento, tudo está dentro de si, pois inconscientemente ela própria se condena, a história não apresenta um sujeito pois o sujeito é a própria protagonista

    Responder
  35. A nossa imagem nem sempre é transparente como gostaríamos de transparecer, o sujeito traz consigo fragmentos de seu meio externo e de suas vivências, a imagem é solida, e quando o indivíduo se olha e não se reconhece a punição vem em seguida trazendo danos para toda uma vida.

    Responder
  36. Pode ser uma ação positiva ou negativa, a faculdade é para nossa formação ,o quê nos traz muito orgulho quando alcançamos esse objetivo quando vemos uma imagem para em nosso favor

    Responder
  37. Mostra wue nos enchergamos do bem eo mau articula seus achados ao realismo ea fantasia carrega e,m sonhos e mostro sofrimento do tempo

    Responder
  38. OLHANDO UMA UNIVERSIDADE LUGAR SERIO COMMUITO PODER DE LIDERAÇA ENTRA NA ERA DO CONHECIMENTO , VOLTA SEUS OLHARES SOBRE ACONTECIMENTO DA SOCIEDADE SOCIALCRITICA

    Responder
  39. Estou estarrecida….e uma novidade para mim….o que pode ocorrer no inconveniente do ser humano…sem palavras…

    Responder
  40. A imagem terá visões diferentes e opiniões, acordo desacordo, cada um verá de ângulo difente e a opiniões não será a mesma. Por fora bela imagem e postura, mas por dentro não se sabe como é o seu conteúdo e características.

    Responder
  41. Repetição. Algo que acontece rotineiramente no que consiste à culpa leva a uma reflexão profunda.
    Me parece que que o uso do eletrodo representa o subconsciente e algo escondido no fundo da lógica dos padrões sociais. A punição constante sobre a culpa como protagonista num ciclo de crescimento da mesma.
    Fetichismo me parece muito presente no texto segundo o episódio.

    Responder
  42. A punição e o castigo causam dor e vergonha ( principalmente em crianças), dependendo de quem puniu, a punição desconecta ambas as partes.

    Responder
  43. Acredito que imagens são poderosas e trazem mensagens relevantes. É preciso estar atento às imagens. Quero assistir ao filme.

    Responder
  44. Infelizmente o ser humano é vingativo e rancoroso por natureza . Mascaramos nossa maldade sob o pretexto de justiça ! Somos imperfeitos , as consequências não deveriam ser arrancadas nem dificultadas , pois a justiça vem naturalmente e força-la tira todo equilíbrio que se possa existir !

    Responder
  45. Acredito que seja um assunto muito profundo e de muito conhecimento baseado no que se propõe neste documento. Não tive a oportunidade de assistir a série, mas vou fazê-lo para poder entender mais profundamente o objeto de estudo que, sem dúvida, terá muito a ver com a psique do personagem.

    Responder
  46. Essa imagem me remete a questão da individualidade de cada um das diferenças e de como um é o espelho, muito embora no eu de cada um não tenhamos a consciência.

    Responder
  47. Muito bom e rico em conhecimento esse material complementar. O episódio Urso Branco inicia com a protagonista se olhando no espelho. Berço das identificações, o espelho demarca a inscrição psíquica de uma imagem, autorizada a partir de um outro que dá nome àquilo que se vê.

    Responder
  48. Quando foi analisado a imagem o seu espelho, representa o indivíduo que precisa compreender que a psicanálise de um outro ser para gerar a sua etapas a ser analisada.

    Responder
  49. A identificação, tal como concebida por Freud, é um processo inconsciente, que se passa no seio do aparelho psíquico e é constituída pelo Eu quando este se transforma num aspecto do objeto com o qual se identifica.

    Responder
  50. Nem sempre a imagem revela tudo que precisa-se saber. È necessário uma investigação mais profunda para chegar no objetivo desejado.

    Responder
  51. È um material excelente, bem ilustrado e bem moderado, aonde se aplica as coisas e tem puinições referentes a elas que precisam ser investigados e explicados ,Para se chegar realmente a resposta.

    Responder
  52. Partiremos do pressuposto no qual trataremos o ser para que ocorra uma mudança no comportamento humano e com isso não sofra por falsas percepções de realidades.

    Responder
  53. Ao partir através deste pressuposto podemos analisar e ajudar o indivíduo, de forma que ao apresentar a realidade, tudo pode se tornar mais claro e que não sejam transmitidas imagens distorcidas da realidade.

    Responder
  54. A imagem é representação simbólica dos pensamentos e desejos inconscientes da pessoa. Para Freud, as imagens mentais eram uma forma como o inconsciente se comunicava com a consciencia.

    Responder
  55. Para Freud, o sentimento de culpa está relacionado ao ato de fazer algo que se reconhece como “mal” e ele mesmo reconhece o quão pouco essa resposta revela verdadeiramente sua origem. Sim, porque a questão que se coloca de imediato é: o que é o mal e como o reconhecer? Diante deste material complementar, entendemos que a explanação da repetição da punição, cujo sujeito anula a sua história que poderia propor um novo diálogo de emergência, por meio do efeito de estilhaçamento da imagem.

    Responder
  56. A protagonista acorda num estado de amnésia, se
    deparando com fotos de uma criança que disparam imagens em sua memória. Ao sair de casa, as
    pessoas filmam seu desespero com seus aparelhos celulares. Desse modo, o sofrimento da
    personagem acomete o telespectador, que se vê desnorteado diante dos demais personagens que
    não ajudam àquela mulher.

    Responder
  57. A culpa segundo Freud é relacionada a algo ruim e a punição pode trazer consequências ruins como trauma
    A imagem traduz duas versões boas e más
    Excelente material com muito conteúdo analítico

    Responder
  58. Material rico em informações sobre a identificação e imagem dentro das abordagens da psicanálise. O eu e o outro, a relação com o outro pela imagem, que neste caso leva a culpa.

    Responder
  59. A imagem pode se identificar diretamente com aspirações e sonhos inconscientes; pode arremeter a sentimentos também inconscientes que podem ser acessados a partir da leitura e observação de imagens, o reflexo de frustrações……

    Responder
  60. O processo de identificação nos leva ao próprio inconsciente, que não se contenta com os atos ou traumas mais carregados de emoções.

    Responder
  61. É evidente que todos devem responder por seus atos, pagar pelas consequências dos seus erros. Mas sabemos que toda punição (castigo) deve ter efeitos corretivo, visando uma lição ao indivíduo e não uma tortura sem fim movida pelo ódio de vingança. Também algo muito contemporâneo no texto é a protagonista ficar filmando a tragédia de tortura e morte, ao invés de pedir ajuda, já que estava com o celular em mãos.

    Responder
  62. A imagem do corpo nos traz a percepção espacial e visual de autoidentidade (a materialização do eu), já a imagem criativa que temos de nós, pode ser construtiva ou destrutiva, uma vez que nos espelhamos no externo, o que desejamos ser diante da sociedade.

    Responder
  63. A imagem nos remete as identificações, conceito psicanalítico que fala da relação entre eu e o outro. da imagem vem o imaginário, o eu no espelho precisa da autorização do outro, do olhar do outro. o que contraria o outro (grupo, pessoa, regras) aciona a culpa e o sofrimento. É o que ocorre com a mulher que acorda em uma casa e se percebe com amnésia. Ela revive via foto um ocorrido de tortura e por fazer parte, mesmo que de modo passivo, se tortura repetidamente. Esse evento lembra muito fatos que são comuns no momento, pessoas filmando um crime e não intervindo, nem mesmo pedindo ajuda, mas, silenciando.

    Responder
  64. A culpa denuncia o mal estar da mulher que vive a angústia de ser o que é , e sua história é uma constante repetição do que seus atos causaram no passado.

    Responder
  65. O que os olhos veem, o coração sente! No caso da personagem o estado de inércia em que a mesma se encontrava no momento em que grava o ato macabro praticado com a criança, não possibilitou que a mesma agisse em defesa da criança assassinada, mas provocou um estado de amnésia como um recurso alternativo de defesa do cérebro. Porém, as imagens ficaram gravadas no seu inconsciente e, ao ver as imagens novamente ela recobre a memória e o sentimento de culpa toma conta do seu eu e isso faz com ela a veja como um monstro, ou seja, ela se vê refletida nas imagens, como representação de sua personalidade, de uma pessoa incapaz de se comover com o sofrimento do outro e isso a faz sentir culpada pela morte da criança, já que nada fez para salvá-la.

    Responder
    1. Encontrei na sua resposta a expressão do que não consegui escrever.
      Diante de certas situações, podemos ficar presos e fixados sem ter uma reação autônoma e que vai dar uma resposta negativa
      ao inconsciente como no relato, que provocou em estado de amnésia.

      Responder
  66. A fala da palestrante Ilana Amaral sobre o cristianismo¹, me fez lembrar das palavras de Heidegger: “[…]Cristianismo, algo com um princípio existencial totalmente novo: […]” (HEIDEGGER, 2014, p. 114).

    ¹Proferiu palestra no Cine Freud, Cultura e Arte, no dia 22 de março de 2017, na Universidade Federal do Ceará (UFC). Extensão em Ação. Fortaleza, v.2. n.14. Jul/Dez. 2017. p 27.
    HEIDEGGER,M. Fenomenologia da vida religiosa. Petrópolis, RJ: Vozes; Bragança Paulista, SP: Editora Universitária São Francisco, 2014 (Coleção Pensamento Humano)

    Responder
  67. Uma imagem pode significar muito, essa imagem acaba passando um sentido de segurança, e uma arquitetura de primeira linha como um poderio de uma grande fortificação para aprendizado intelectual.

    Responder
  68. mostra que o inconsiente e o proprio juiz , por isso e tao importante estar com o ego fortificado , assim o sujeito consegue analisar a situaçao ajustada.

    Responder
  69. A imagem em tela, tanto pode se mostrar algo imaginário como um sonho de entrar em uma faculdade de prestígio , como a mera representação de prédio símbólico.

    Responder
  70. “Desta relação com o outro pela imagem, funda-se a culpa. Modelo do funcionamento do neurótico, a culpa é também indício da lógica mítica, aquela onde o tempo é cíclico e não instaura o novo “

    Responder
  71. Obrigada pelo material complementar. Fiz o download do arquivo e vou ler. Quando tiver finalizado o aprendizado através do arquivo, voltarei para dar continuidade.

    Responder
  72. Como disse um verdadeiro sábio a lâmpada do corpo são os olhos, se os seus olhos forem bons teu corpo tera Luz ,e se for mal Grande trevas te sercaram

    Responder
  73. O não entendimento a respeito da necessidade de encerrar ciclos, acaba fazendo o indivíduo entrar em um movimento repetitório.

    Responder
  74. O subjetivo pode apagar um trauma como mecanismo de defesa. No caso da série, esse ciclo de repetição gera culpa e punição, uma vez que não é ofertado ao sujeito, no caso, a personagem, seguir adiante para concluir as consequências do que foi feito. Ela simplesmente revive a dor e a culpa todos os dias.

    Responder
  75. Me parece que que o uso do eletrodo representa o subconsciente e algo escondido no fundo da lógica dos padrões sociais. A punição constante sobre a culpa como protagonista num ciclo de crescimento da mesma.
    Fetichismo me parece muito presente no texto segundo o episódio.

    Responder
  76. Certos comportamentos do sujeito é muitas vezes resultado das imagens que foram projetas dentro de sim, que ficam registrado no inconciente – pré conciente e que muitas vezes são manifesto na ação do ego e não se percebe onde de fato se originara.

    Responder
  77. O processo cíclico de ação e reação, se faz presente. O comportamento é reflexo, também, da imagem.

    Responder
  78. A imagem representa várias formas de interpretação, nem sempre a imagem revela tudo.Para isso e preciso analisar.

    Responder
  79. Sobre BLACK MIRROR:
    . A psicanálise, com sua profunda compreensão da mente humana e dos inconscientes nos fornece um olhar mais aguçado sobre dilemas, conflitos e desafios tecnológicos. Temas como a solidão, alienação, busca pelo reconhecimento e perda de identidade são
    questões recorrentes em todas as esferas da sociedade e nos levam à reflexões éticas e profundas.

    Responder
  80. A Universalidade da absorção mental desde feto, vida existente é impressionante! Nos coube toda essa capacidade Divina de um Universo atemporal dentro de nós.

    Responder
  81. A imagem revela muitas coisas através da psicanálise,ela abrange a doença da alma.A punição nem sempre é o caminho.

    Responder
  82. Vivemos na época onde o direito contempla o espetáculo. Não há democracia, mas o espelho difuso da mesma.
    Vivemos na era em que vale mais a quantidade de likes do que suas qualidades e conquistas.
    Vivemos na época em que postar sofrimento alheio vale mais do que ajudar o próximo.
    Onde está o erro? Onde está a causa do problema que impera hoje na sociedade da aparência e redes sociais.
    Pessoas vivem de imagem, de aparência e quando se olham não sabem mais quem são ou quando caem em si, percebem o grande buraco vazio que restou de uma vida repleta de imagens distorcidas e valores já comprometidos.

    Responder
  83. O direito do ser, o eu, a imagem traz na sua identidade a complexidade de punição ampliação com um viés complexo para que ver

    Responder
  84. A imagem, a repetição da culpa remetida provocou as instabilidades no comportamento do sujeito. que o fez estar no estado de desamparo por causa do surto psicótico.

    Responder
  85. O senso traumático da culpa e punição, em ciclo repetitivo, emerge do inconsciente memórias da imagem absorvida e internalizada, na captura de senas que vai além da aceitação do sujeito perante a um ato de crueldade.

    Responder
  86. Eu vejo sob uma ótica nova após “20 minutos de estudo” que a pessoa começa no espelho, se olhando e tentando definir o que quer ser e como quer ser, como estamos em um mundo referencial, ela não consegue definir e procura fora do espelho um referencial para ser, um padrão para seguir de alguém que ela identifique ideal pelo seu inconsciente, daí surgem os problemas, pois além de copiar a pessoa “iamgem” ela também acaba assumindo usos e costumes que não condizem com a boa moral e conduta e repete esses atos, dessa forma, começam a surgir os transtornos levando a psicose, neurose ou perversão e susas vertentes, causando dependendo dos desdobramentos problemas irreveresíveis.

    Responder
  87. O enredo do filme a principio nos remete a uma mulher que tenta o suicídio por alguma coisa, devido ao ferimentos no pulsos, mas ao buscar entender o ocorrido se depara com uma realidade aparentemente anormal. A conclusão que tenho é: a nossa sociedade está indo para um nível onde qualquer violência cometida tem que passar por um julgamento olho por olho dente por dente, como forma de punir o agressor fazendo justiça com a própria mãos; Por outro lado hoje podemos ser caçadores e a manhã nos tornamos a caça. E há aqueles que fazem da situação a oportunidade de engajamento nas rede sociais.

    Responder
  88. é como se ela visse a imagem repetidas vezes para assim em uma vã tentativa retomar a cena e poder diferente ,em busca de alívio para sua consciência, que muitas vezes martela ,a culpa …

    Responder
  89. A punição pode gerar feridas emocionais aos quais alguns não conseguem se livrar com o tempo, conviver com a punição pode ser algo doloroso, por outro lado a punição já faz parte da vida, decisões erradas geram punições.

    Responder
  90. A imagem tem um poder espetacular de criar cenários e hipóteses ainda não existentes. Em tempos de tanto acesso a imagens exteriores em telas, desenvolver o olhar para si mesmo, e lidar de forma salutar com a auto imagem é uma das grandes virtudes que uma pessoa pode alcançar.

    Responder
  91. O conceito de representação social é importante pois quando Freud fala nos roles de modelo, rival, objeto, sujeito e colaborador está falando em representações de roles sociais.

    Responder
  92. A repetição das imagens ,o mecanismo de culpa ,daquilo que está em seu consciente de que correto fazer e não fez,abriga o castigo repetido,se aprisionando dia após dia.

    Responder
  93. A imagem nos revela um pouco do sujeito , do que ele é. Por isso na psicanálise conseguimos identificar nas pessoas a sua imagem
    nos seus modos de agir e de se comportar e de sua atitudes.

    Responder
  94. Nós, como futuro psicanalistas não podemos pensar em julgamento ou punição, talvez justiça, que por sua vez não cabe a nós e sim tratar o distúrbio ou enfermidade.

    Responder
  95. As imagens; por vezes, podem nos mostrar sentimentos reprimidos ou guardados no subconsciente, as quais nos ajudam a entender melhor o que se passa com o paciente.

    Responder
  96. As imagens colaboram tanto para ajuda , quanto para destruição
    Qualquer coisa mau interpretada, pode ter reação negativa como positiva

    Responder
  97. Neste seriado de Black Mirror, White Bear (2013) – Urso Branco, e análise feita sobre este, se evidencia como a identidade se desenvolve na relação e interação com os outros, com a cultura, contexto social, com uso de linguagem, comunicação… E o que muito chama a atenção ao desamparo…

    Responder
  98. Sem dúvida que cada indivíduo é único e a personalidade é igualmente particular de cada um, mas todos somos muito capazes de mudar o que quizermos.

    Responder
  99. Negatividade x ideias expostas a imagem como foco para a vida propriamente viva. ~E uma forma de apresentar e aparecer pra tudo e todos, dependendo do que a imagem apresenta pode levar a várias interpretações, o receptor que ve ou recebe a mensagem. pode Bom pra um lado perigoso por outro lado.

    Responder
  100. A personagem da série Black Mirror no episódio Urso Branco desenvolve uma amnésia de fuga. O alto estresse para lidar com a culpa, angústia, vergonha e responsabilidade do seu ato em filmar uma criança sendo torturada até a morte sem prestar socorro se colocando no papel de cúmplice de um assassinato cruel. Este episódio em particular trata da sociedade do espetáculo onde castigos de crianças, pessoas acidentadas são filmados, expostos em redes sociais com a banalização da dor do outro. Onde “tudo vale” na ânsia de adquirir mais likes, compartilhamentos, “seguidores” e audiência. Cúmplice do assassinato da criança se vê na situação de vítima ao ser perseguida, apontada e julgada pelos que assistem o espetáculo midiático. Mesmo antes de ser “pega” a personagem é acusada e perseguida por seu inconsciente.

    Responder
  101. A punição ela é bilateral, isto é podendo ser positiva ou negativa, e isso tudo depende do que a pessoa fez e de como quem eo punidor verá esse delito

    Responder
  102. Um Reality show que mostra um pouco de cada um de nós.
    Sabemos identificar a delimitação entre o senso de justiça e a punição?
    Ela passivamente filmou um crime hediondo, agora, pessoas a filmam como se justiça estivessem fazendo, mas sendo na verdade uma punição.
    Enfim, é o sadismo evidenciado no ato de punir, como se justiça fosse.

    Responder
  103. Assim como o pensamento as imagens também sugerem reflexões e pode-se ir além da imagem projetando-a no subconsciente e assim podemos chamar até mesmo de memória fotográfica sobre um passado distante relembrando acontecimentos felizes ou tristes.

    Responder
  104. A imagem traz a ideia de identificação, a representação do eu que todos vêm. Mas, muitas as vezes não é de fato como somos, como nos sentimos…

    Responder
  105. Com a amnesia ela acabou desenvolvendo uma auto defesa, de algo que ela mesma se punia de ter se permitido fazer, havia ali uma luta interna, capaz de para diminuir tamanha dor, ela se submeter ao esquecimento.

    Responder
  106. Nosso inconsciente projeta o nosso próprio código de ética, que por mais que lutamos contra ele, sempre retornamos a, o que chamamos de essência.

    Responder
  107. O nosso inconsciente é o juiz de nossas atitudes, a aminesia foi um caminho que ela encontrou para sobreviver ao ato que ela cometeu sabendo ser errôneo.

    Responder
  108. A identificação desempenha um papel fundamental na construção do Eu e na internalização de normas culturais e sociais.
    Influenciando a maneira como nos percebemos e nos relacionamos com os outros.

    Responder
  109. Podemos ver uma imagem e dela nada tirar por bloqueio e ai começa a necessidade de acompanhamento de um profissional para abrir a mente para o mundo.

    Responder
  110. A imagem recebida de forma consciente ou inconsciente leva a pessoa a viver aquela imagem como se fosse real, e no caso do episodio, como uma forma de tortura.

    Responder
  111. Conteúdo de análise rica sobre identificação e os processos punitivos em torno da mesma, através do denominado grande Outro.

    Responder
  112. Uma imagem pode retratar o sentimento de dever cumprido, positivo ou negativo. De um bom trabalho, uma boa percepção de sonho, vida, cuidado, zelo e amor.

    Responder
  113. a psicanálise juntamente com a cultura indicando um leque de possibilidades de interpretação que uma imagem pode transmitir.

    Responder
  114. “…imagem faz parte de um mecanismo essencial à constituição psíquica naquilo que ela engendra enquanto unidade corporal necessária à instauração do eu…”
    Muito profundo nos leva a reflexões complexas.

    Responder
  115. Já respondi a atividade no fórum e no desafio, mas registro aqui que o curso é interessante, apesar de um pouco complexo. Sinto necessidade de mais exemplos práticos.

    Responder
  116. Mergulhamos em um linguajar técnico e específico, que trata das questões mais profundas da psique humana, aos poucos vamos nos familiarizando com todo este contexto e com termos e jargões da área psicanalítica, estou sentindo um imenso prazer, por estar pela primeira vez, estudando sobre psicanálise e mergulhando neste novo universo, que teve seu início no século XIX , com Freud e tantos outros renomados Psicanalistas.

    Responder
  117. O episódio abordado no texto em questão, nos traz muitas reflexões: punição, justiça, julgamentos, culpa, reparação…a personagem principal se vê atormentada por imagens para puni-la do ato cometido, posteriormente é exposta para que todos vejam sua “histeria”, um público que não se preocupa, apenas quer assistir ao show até o momento que tomam consciência do ato cometido, e aí o julgamento se torna mais severo, promovendo na protagonista mais episódios de reforço da culpa. E mesmo com consciência o público que ali está, quer o show e não a compreensão, justiça ou “perdão” do ato. A “massa” tem poder, porém não tem um sujeito…

    Responder
  118. Sobre a imagem a psicanálise separou o imaginário, fundamento único corporal do fundamento daquilo que se funda o ” eu ” na imagem do espelho. E neste sentido seria um olhar de uma terceira pessoa.

    Responder
  119. O espelho nos reflete, assim como a nossa mente reflete o nosso passado e faz com que vivamos de novo momentos bons ou ruins, o que já passou.

    Responder
  120. Uma reflexão sobre a identificação,a imagem e a emergência do sujeito em meio as complexidades da sociedade contemporânea, mostra a necessidade de romper com as estruturas de identificação baseadas em imagens superficiais e ilusórias, buscando por uma resposta verdadeira e genuína diante da diferença profunda e essencial do outro.

    Responder
  121. Uma imagem pode falar muito mais que palavras propriamente ditas. a imagem pode trazer pontos, positivos e negativo para um determinado comportamento. a divulgação de imagem pode ser claramente retratada varias emoções e interpretações das mais variadas.

    Responder
  122. A delicadeza da imagem reflete um ambiente harmonioso, um lugar de paz.
    Um refletor de um lugar aonde a psicanálise quer levar a nossa mente a sintonizar, um refletor de um “eu” curado de seus delírios e perturbações.

    Responder
  123. É interessante a abordagem sobre a imagem no espelho, quando o individuo procura o seu eu, e ainda assim
    vive na expectativa de uma confirmação de outras opiniões que intervenha nesse auto-conehcimento.
    uma ansiedade de saber o que o outro pensa a respeito do meu Eu.

    Lacan retoma a teoria freudiana de como o “eu é constituído,
    e o estádio do espelho demonstra que essa não parte de um amadurecimento
    biológico, mas se constitui pela intermediação de uma relação em que o eu
    se apresenta precipitado, como resultado”

    Responder
  124. …através de imagens e desenhos mental, podemos distinguir e potencializar novos horizontes para o nosso subconsciente e trazer novas perspectiva de fatos outrora esquecidos pelo consciente. é através deste viés que doutrinamos/modelamos nossa consciência para o que realmente nos faz bem ou mal.

    Responder
  125. A trama enfatiza a justiça do capitalismo espetacular pautada na estrutura social de punição e culpa, onde o consumo exacerbado de imagens e o castigo são prioridade dentro de uma representação social.

    Responder
  126. Alguns individuos emxergam o que querem por nao querer enxergar a realidade gerando conflitos de personalidades

    Responder
  127. A doutora Nise da Silveira tinha como descrição que a loucura era um abismo, porém ela só andava pela beiras. Algumas pessoas ultrapassam este limite e caem por diversos fatores genéticos, casuais, associações de pertencimento de tendências etc , caem no abismo da loucura e por ser desconectada da realidade objetiva cria imagens invertidas sem sentido, mas com conecção de algum ato ou passagem na vida de alguém que pode se reverberar constantemente como no caso da história do filme. poderíamos dizer que é um pesadelo, um peso de consciência.

    Responder
  128. A forma que eu me vejo, influência toda minha estrutura psíquica.
    A forma como o outro quer que eu me veja, dificulta a forma que devo me enxergar.
    N formação do verdadeiro eu… não posso me basear nas opiniões alheias

    Responder
  129. A idéia de culpa é uma forma de punição, no caso citado do referido episódio da série, estamos falando de um possível arrependimento que gera uma dor emocional tão grande que a protagonista esquece diáriamente do referido acontecimento e como forma de punição lembra do acontecimento também diariamente, vivendo assim num looping emocional, perdendo o contato com a realidade.

    Responder
  130. A identificação se dá através do espelho. De acordo com o filme Urso Branco, a protagonista ao ver a sua imagem refletida no espelho identifica-se como cúmplice de um crime praticado contra uma criança, em que ela filma o crime e não faz nada para salvar a vítima. Essa culpa a atormenta o tempo todo, pois a imagem permanece no seu subconsciente. O filme compara a relação do meio com o estado psíquico.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

208 comentários sobre “Formação em Psicanálise Clínica

          1. O curso é muito bom! O material de apoio é ótimo. Me surpreendeu bastante. Estão de Parabéns ?!

          2. Estou gostando muito do curso, tenho dois cursos básicos e uma especialização em psicanalise.

          3. Bom dia,estou começando hj no curso de psicanálise, estou um pouco perdida na plataforma.

          4. A proposta do curso está acima das minhas perspectivas. Excelente o material disposto aos alunos.

          5. O curso foi maravilhoso, parabéns um curso gratuito e instrutivo, já paguei meu certificado, já vou atuar na parte de psicanálise clínica holística, vou cadastrar meu certificado , agradeço muito a IEVI.

      1. Estou gostando muito do curso. O material disponibilizado é de excelente qualidade e atualizado de forma visível. Parabéns a IEVI.

      2. Eu amei esse curso rápido e muito produtivo, tenho certeza que vai agregar muito para meu trabalho como psicanalista.

      1. O IEVI emite declaração ou histórico da conclusão da programação com aproveitamento e a carga horária da formação?

          1. Tenho licenciatura em psicologia, se fizer o curso de psicanálise com que graduação eu saio?

          2. Estou comendo, e ainda não conheço o curso, logo não posso emitir opiniões, espero poder obter muitos subsídios e dividir com os pares.

      2. Sempre tive muita vontade de fazer um bom curso de psicanálise, talvez esse seja um bom momento.

    1. Olá
      Gostaria de saber o valor do certificado e da credencial, por gentileza.
      Grata

      Maria Emília Barros

      1. A psicanálise é uma profissão livre, reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (CBO – código 2515.50).

    2. Olá Boa Noite, gostaria de saber o valor do certificado da formação em Psicanálise clínica.

      Grata

    3. Curso muito bom adorei, bora continuar o aprendizado ! Gratidão
      Finalizado

    4. Confesso que havia feito outro curso de psicanálise, contudo, senti ao término, uma sensação de pouquissímo conhecimento, até ao revisitar o material proposto para o estudo. Com o estudo realizado no IEVI, sinto-me desafiado a continuar estudando, contudo, com uma ótima visão, pelo material apresentado, que constitui-se muito rico, pela condução e distribuição de material e enfim, disposto a poder auxiliar aqueles que necessitam. Tenho muito a agradecer a este Curso de formação em Psicanálise e recomendar a que outros possam fazê-lo. Parabéns a todos e especialmente ao(s)mentor(es) que me acompanhou até esta conclusão!

  1. Com essa formação vou poder atender como profissional em Psicanálise clínica?

    1. É aconselhável concluir o curso de Formação em Psicanálise Clínica com no mínimo 70% de aproveitamento e Realizar o Curso de Psicanálise Integrativa.

      1. Isso quer dizer sim? Sim, pode atuar como pessoa habilitada, psicanalista clínica, fazendo esses dois cursos com o aproveitamento mínimo ou maior que 70%?

        1. Bom dia!
          Caso o aluno não possua experiência em atendimento, nós sugerimos o mesmo a realizar os módulos práticos de análise didática e supervisão.

        2. Mas e o tripé psicanalítico de análise pessoal e supervisão psicanalitica? Como vou completar esse tripé exigido para atuar como psicanalista? Vocês poderiam escrever aqui no site como cumprir esses requisitos? Se particular ou se vcs irão oferecer?

          1. Bom dia!
            Os alunos serão avisados por e-mail quando os módulos de analise e supervisão estiverem disponíveis na plataforma.

        1. Gostaria de saber se a parte prática já foi incluída.
          Tenho interesse em fazer, mas me preocupo de ser cobrada por não ter parte prática do tripé.

  2. Bom dia
    Para as pessoas com graduação na área da Educação.
    Com esse certificado poderão montar uma clínica de Psicanálise.

  3. Bom dia,acabei me inscrever no curso de Psicanálise Clinica,já fiz o curso de Bacharel Livre em Teologia com vcs, tenho formação como Psicanalista Forense, Psicopatologia entre outras áreas , só me faltava o curso de Psicanálise Clinica,posso fazer o curso na Área Clínica ,grato.

  4. Boa tarde, estou gostando muito de ser uma aluna no curso de Formação em Psicanálise Clínica.

        1. Boa tarde,ao término do curso de psicanálise clínica posso fazer atendimento sim ou não.

      1. Em relação ao processo de análise e supervisão, para compor o tripé. O curso proporciona essa possibilidade?
        Gratidão pela oportunidade

          1. Gente preciso de mais informações pois não há comentários em lugar nenhum sobre a plataforma.

  5. boa noite. com o diploma de psicanálise clinico posso exercer a profissão no piauí?

    1. Bom dia!
      Pode sim. Para ser um psicanalista, não é necessário ter formação em psicologia ou medicina. O importante é que o psicanalista tenha uma formação sólida e constante, o que implica em muito estudo e aprofundamento da teoria e prática psicanalítica.

      1. É só se inscrever no site , entra no site, escolhe o curso, terá um ícone de inscrição, faça a inscrição colocando seus dados, vai precisar de uma senha, anota p não esquecer ou deixa salvo aí bom curso.

  6. já enviei meus dados e foto para credencial vcs precisam algum documento tbm para diploma psicanalista,fico aguardo da documentação.

  7. Bom dia,recebi toda documentação,muito obrigado,vou aguardar o curso de Psicanálise integrativa,um ótimo sábado para todos vcs.

  8. Boa tarde!!
    Venho através deste agradecer a oportunidade que vcs vem nos dando oportunidade para nós sejamos profissionais no ramo da psicanálise clínica,em breve estarei pedindo o certificado e a credencial.

  9. Preciso de outro curso para fazer psicanálise com vocês, para legalmente atender pessoas?

    1. Bom dia!
      Sim. É necessário realizar o curso de Psicanálise Integrativa (estará disponível na plataforma para os concluintes em breve).

  10. A escola fornece a análise e o estágio; contemplando o tripé psicanalítico e caso; alguém já possua a formação e queira; apenas a certificação palpável.. como se daria este caminho?
    Muito obrigado…
    Deus os abençoe!

    1. Todos os cursos dispostos por ser on line já estão disponíveis lembrando que para fazer psicanálise interativa precisar ter concluído a psicanálise clínica e o processo de matrícula é o mesmo, espero ter ajudado.

      1. Gostaria de saber por que eu tou matriculada no curso de psicanálise clínica eu completei o questionário ele diz que falhou na nota. Atenciosamente Marilândia Veloso Lima boa tarde!!

  11. Bom dia, A credencial, para quem fizer psicanalise clinica e integrativa é uma única credencial?

  12. boa noite minha neta pegou e fez a prova ,pois tive sai as presa e ficou quieta fui abri e reprovou
    acabou o tempo e o que faco agora

  13. Me interessei pelo curso, como e onde efetuar o pagamento?
    Poderei atender depois que concluir o curso?

    1. Bom dia!
      Após realizar os cursos de formação em psicanálise clínica, psicanálise integrativa e passar pelos módulos de analise didática e supervisão, sim.

    1. Entre o ego d o id é que o ego acata l princípio da realidade diferenciando do que é da mente e o que é do mundo externo.

    1. Se eu atingir o limite da quantidade de tentativas e não aprovar em dos questionários, devo continuar? Ou não terei condições de concluir o curso?

  14. Estou feliz em ter concluído o Curso de Psicanálise Clínica Pelo Instituto IEVI Agradeço a todos que fazem o referido Instituto. Por terem repassado todos os conteúdos gratuitos. Outrossim parabenizo a todos que fazem o IEVI pela alta
    responsabilidade com os alunos.
    ATT: José Augusto dos Santos

  15. GOSTEI MUITO DO CURSO E JÁ TERMINEI AGORA QUERO SABER COMO FAÇO PARA PAGAR ESTE CURSO, SE POSSO PAGAR PARCELADO NO BOLETO OU NÃO.

  16. Bom dia.
    Sou bacharel em Direito e me matriculei nos cursos de Psicanálise Clinica e Integrativa.
    Gostaria de receber um norte preciso em relação a como atuar como Psicanalista.
    Obrigado pela atenção.

    1. Bom dia!

      É necessário realizar os módulos práticos de analise didática e supervisão (estágio), para os alunos que não possuem experiência.

      Att,
      IEVI

  17. Eu lido com pessoas na minha ,e são tantos problemas é uma infinidade de diversidade e eu tento solucionar com o dom que Deus me deu ,mais achei que deveria ir além então pedi a Deus direção ,é eu creio que pode ser aqui ,então estou aqui buscando capacidades

  18. Qual é o prazo mínino para conclusão dos tres cursos que compõem o tripé para atuar como Psicanalista Clinico? E se o aluno concluir antes do tempo previsto na carga horária o que acontece no caso da solicitação do pedido do diploma e da credencial?

  19. Tenho interesse em fazer o curso de psicanálise clínica. Essa oportunidade é maravilhosa. Enfim vou fazer o curso.

    1. Não há Conselho de Psicanálise no Brasil. Você como Psicanalista, não tem obrigação de se filiar a qualquer órgão público. O Psicanalista não é subordinado a qualquer órgão de fiscalização profissional.
      Conselhos são criados por leis federais. Se não houver lei criando-os eles não podem existir, pelo menos não terão poder fiscalizador.

      1. Bom dia! Estou muito feliz por ter essa oportunidade, sempre sonhei em ser uma terapeuta. Muito obrigada!!

      1. Boa tarde
        Meu curso de formação é Bacharel em Serviço Social, especialização em Serviço Social e políticas públicas; gostaria de saber se no término desse curso de psicanálise Clínica eu já posso montar minha clínica?

  20. Estou em andamento com o curso, desde já tenho obtido um conhecimento excelente, cada dia mais me interesso pela temática. Recomendo! Curso para vida! Parabéns aos envolvidos.

  21. Deixo aqui meus agradecimentos atodar equip de professores colabradores pesquisadores em fim toda logistica, para poder presta um exelemte trabalho atodos que queram desevolver suas atividades como um profisional na area da psicanalise O Brasil esta precisando de eselentes profisionas nesta area da saude;pastor jose de sousa

  22. Trabalho com crianças, em oficina de artes. O objetivo das minhas oficinas é o desenvolvimento da crianças em vários aspectos. Procuro fazer um trabalho de excelência, buscando sempre conhecimentos e experiências que possam me auxiliar nessa área. Trabalho com jovens e crianças a 20 anos. Gostaria muito de entender a expressão das crianças através da arte, isso significa muito pra mim, pois me ajudará a atendê-lo da melhor forma. Sou formada em Artes Plásticas e pós graduada em Arte Educação. Agora gostaria de saber se posso atuar também como Psicanalista em meu trabalho (particular) e de que forma posso usar esse conhecimento.

  23. Excelente curso oferecido pela IEVI. Concluir o curso formação em Psicanálise, e já obtive o certificado. Sigo fazendo outros. Estou satisfeito!!!

  24. Curso campeão em excelência vale a pena cada parágrafo para quem realmente quer aprender e enriquecer seus conhecimentos.

    1. ola boa noite, eu conclui o meu hoje. voce recebeu seu certificado e credenciais.

  25. Estou concluindo Bacharel livre em teologia é possível que eu faça o de psicanálise!

  26. Muito feliz em ter escolhido o IEVI para fazer o Curso de Formação em Psicanálise Clínica! Conclui essa primeira etapa, hoje, 17 de maio de 2023! Um universo de conhecimentos teóricos e tudo muito bem elaborados para o aluno aprender sem dificuldades! Este curso está sendo um divisor de águas em meu caminhar, para o meu auto conhecimento e para meus propósitos futuros! Pretendo me inscrever no Curso de Formação em Psicanálise Integrativa, enfim, também a de análise e supervisão para atuar com precisão! Deus me ajude em todas as etapas, pois este é o ambiente (virtual EAD) certo! Gratidão ao site e todos os envolvidos nessa missão!

  27. No contexto da psicologia, o ego além de fazer parte da personalidade humana, está mais relacionado ao caráter ou seja, a forma como a pessoa se comporta ou pensa.

  28. quero parabenizar toda equipe pelo farto material que envolveu esse curso, abrindo o entendimento, sobre o psique e as varias faces de cada individuo, parabéns

  29. Sou brasileira mas moro na Argentina então não pago impostos no Brasil. Só tenho numero de registro que me derão no cartório e número de passaporte. Com estes números posso obter a credencial de psicanalise clínica ou não são os requeridos?

  30. Show, vou aproveitar a oportunidade e me matricular para aprender mais sobre o ser humano.

  31. Anteriormente eu tinha receio de estudar psicanalise ou qualquer curso que fosse voltado para mente humana, pois via como algo muito complexo. Mas agora, percebo que minha mente simplesmente estava bloqueando algo que hoje vejo como uma matéria bem interessante e prazerosa.

  32. Sonhar e realizar o meu sonho de ser psicanalista clinica, é muito bom. Glorias a Jesus!

  33. A 5 anos estudo psicanálise e agora terminei este curso e pretendo atuar .
    Este curso me ajudou bastante , pois já trabalho na área social com publico evangélico como Pastor e agora terei oportunidade de agregar um ao outro quando necessário.
    Grato a Deus e ao instituto.

  34. Eu estou fzendo este curso. Sou Terapeuta Holístico e a Psicanálise é uma áarea a qual sempre quiz atuar

    1. Pelo visto Freud nos apresenta, como na alegoria da caverna de Platão, que nosso eu verdadeiro e o mundo real é o inconsciente… Já aquela ideia da vida na qual nos manifestamos é apenas uma fração do todo… E o conflito entre estas crenças causam os problemas psíquicos na humanidade.

  35. Achei interessante e resolvi me inscrever fiz Curso de Terapeuta e quero agregar.

  36. Estou gostando muito do curso de formação em psicanálise. Porém, estou tendo que ler no próprio site. Queria baixar (download) pelo menos os e-book, para imprimir e reler várias vezes. Aprendo mais no papel, do que na tela do celular (ou computador). Tem alguma botão, para o download?

  37. Esse curso tem apenas a parte teoria e a avaliação. Mas e a parte de clínica supervisionada? Como fica pra prática?

  38. Pelo visto Freud nos apresenta, como na alegoria da caverna de Platão, que nosso eu verdadeiro e o mundo real é o inconsciente… Já aquela ideia da vida na qual nos manifestamos é apenas uma fração do todo… E o conflito entre estas crenças causam os problemas psíquicos na humanidade.

  39. Estou amando o curso, tem qualidade, e a plataforma é excelente.Os estudos são rigirosos e transnitem nuito conhecimento. Recomendo esta conceituada Instituição.Farei outros cursos.Tenho 65 anos, sou formada em Letras Português/ Inglês e respectivas Literaturas.Tenho pós-graduação em Gestão e Supervisão(360h), Teoria Literária(360h)(Tutoria no Ensino EAD(360h), Psicopedagogia Institucional, Clínica e Hospitalar (660h) e estou cursando a formação em Psicanálise Clínica

  40. Já conclui o curso psicanalise clinica breve requisitarei o certificado e credencial!

  41. Hoje concluí este curso de “Formação em psicanálise clínica”,que me agregou muito conhecimento, pois possui um
    ótimo conteúdo, metodologia. Agradeço, primeiramente, a Deus por me permitir a isso e ao IEVI por proporcionar conteúdo tão rico e organizado numa plataforma muito bacana. Já solicitei meu certificado.
    Gratidão!!!

  42. Já participei de vários cursos, com certeza esse está entre os melhores, ainda estou no inicio, mas já estou impactado com o conteúdo, estou na primeira etapa A origem da psicanálise.

  43. Comecei o curso a dois dias. Realmente está né surpreendendo muito.
    Sou Antropologo.
    Tenho especializações em: Neurociência. Neurolinguística. Neuropsicologia e Psicologia Organizacional. O curso de vocês é excelente. Parabéns.

  44. A psicanálise nos mostra como resistir os traumas vivenciados, por meio de um sentimento bom, ela nos cura.

  45. Quero deixar aqui o meu agradecimento ao Instituto Videira pelo curso que realizei. O formato do curso, o poder fazer e pagar apenas o certificado e a credencial… foram fundamentais para que eu conseguisse conclui-lo e, com isso, realizar um sonho.
    Muito obrigada!

  46. Recomendo este curso. O programa está muito bem pensado e organizado. A plataforma é bem amigável e, sobre tudo, a orientação pelo zap é rápida e muito cordial. Estou feliz com meu certificado. Nào tive problemas para solicitar nem para pagar pois o soporte estava sempre disponível. Apenas conclui o pagamento me mandaram o certificado. Obrigada!

  47. A psicanálise é uma abordagem intensa, que com o decorrer do tempo o paciente consegue transferir suas emoções ao terapeuta. Esse curso está me proporcionando fazer uma autoavaliação da minha vida.

  48. Olá, gostaria de fazer o curso, poderei atuar como psicanalista clínica? Gostaria de saber como faço o estágio supervisionado, se vocês nos colocam para fazer? Como é? Quero abrir meu consultório. Ninguém tá respondendo o WhatsApp.

  49. Excelente curso. Ótimo material. Bem objetivo e bastante rico em conteúdo. Parabéns à IEVI

  50. Curso muito bom, com informações uteis e direcionadas para a formação em psicanálise clinica, além da forma didática ágil preconizado pela moderna pedagogia.
    Parabéns a equipe

    1. Boa tarde, meu nome é Laura, sou de Canoas/RS, estou começando o curso hoje, espero conseguir alcançar meus objetivos ao me matricular no curso, ou seja conhecer o pensamento freudiano.
      E sua aplicação no tratamento dos pacientes. Portanto, vamos começar..

  51. “Que a luz que nos guia , seja mais forte que a luz que nos cerca “

  52. FIZ O CURSO E SALVEI TODO MATERIAL É MUITO IMPORTANTE PARA LEITURA E TIRAR DUVIDAS, O CURSO É BEM COMPLETO PARA QUEM REALMENTE QUER FAZER PSICANÁLISE O MATERIAL E MUITO BOM.

Os comentários estão fechados.